Inspiração, Viagens

12 resoluções de Ano Novo para Viajantes

Todo começo de ano a gente se depara com milhares de resoluções para o ano novo. E que, na grande maioria das vezes, a gente desiste antes da metade do ano. Não é?

Prometemos das mais simples as mais mirabolantes coisas, que com o passar do ano, a rotina e o cansaço,  acabamos largando tudo pelo meio do caminho.  Eu já me comprometi com essas resoluções e no final das contas eu nunca consigo cumprir todas.

Mas, em 2016 eu tinha uma resolução simples e fiquei muito orgulhosa de ter conseguido, que era fazer 12 trilhas ao longo do ano.  Pensei muito se iria fazer algo parecido para 2017 e aí me deparei com essas 12 resoluções de ano novo para viajantes. Vi lá no Travelettes e simplesmente amei! Pensei comigo: é isso que eu quero pra esse ano novo.

Fiquei bastante inspirada e resolvi trazer essas 12 resoluções aqui pro blog também. Espero que inspire vocês da mesma forma que me inspirou.

1 – Uma vez ao mês, vá a algum lugar que você nunca esteve antes
Eu sou movida pelo ‘novo’, sempre preciso testar coisas diferentes, conhecer lugares novos, pessoas, pra não cair na rotina e morrer de tédio. E acredito que todo mundo deveria também. Nessa meta, não precisa ser necessariamente um novo país ou uma nova cidade. Vá conhecer lugares novos perto de você também, seja um restaurante, um parque, um bairro…vá explorar seus arredores!

256

2 – Explore sua cidade natal como se fosse fazer um guia de viagem (ou melhor ainda, escreva um, de fato)
Nós que escrevemos sobre viagens em nossos blogs, é comum pra gente sempre querer explorar lugares novos e querer saber dos mínimos detalhes, não é? E que tal fazer isso na nossa própria cidade? Anotando os melhores lugares pra comer, visitar, o transporte, aqueles lugares fora da rota turística também, por exemplo.

(No meu caso, esse ano não vou conseguir fazer na minha cidade natal que é São Paulo, mas sim na cidade que moro agora, que é Dublin).

3 – Pegue mais trens que aviões
Apesar de avião ser rápido e prático, é o meio de transporte que mais agride o meio ambiente. O trêm (e ônibus) é uma opção de transporte mais sustentável que voar. A proposta é conhecer lugares que você possa ir usando esse meio de transporte, é um desafio e tanto, já que a Irlanda é uma ilha e não tem trêm daqui que conecta com outro lugar, mas vou tentar!

4 – Aprender uma nova língua e viajar para um país que essa língua seja falada
Não é fácil aprender uma nova língua, requer bastante estudo, disciplina e dedicação. Só que, aprender uma nova língua é algo maravilhoso e vale a pena todo esforço. É um mundo de possibilidades, uma cultura nova que você mergulha, uma ”nova alma” que cresce dentro de você. Aprender uma nova língua nunca vai ser um conhecimento ou tempo jogado fora.  E o melhor de tudo, poder ir praticar e viver essa língua em um país que ela é falada? Challenge accepted! Não precisa aprender em nível fluente ou algo do tipo, mas que tal aprender pelo menos o básico?

(Para quem tá no Brasil, quem sabe o espanhol e ir explorar um dos tantos países incríveis que são vizinhos?)

1

5 – Trazer um souvenir para decorar sua casa de todos os lugares que você for
Eu já mostrei aqui um pouco dos meus souvenirs de viagem, mas eu não tenho muita coisa que seja de decoração. Essa é uma ótima ideia também pra olhar os artesanatos e artes daquele determinado lugar, comprando de lojas menores e ajudando o comércio local.

6 – Compre de empresas locais
Um gancho do tópico anterior! Seja na cidade que a gente mora ou quando vamos viajar, muita gente compra online ou naquelas empresas mais famosas e grandes de sempre. Comprar dessas redes, só deixa aquela pessoa rica mais rica, certo? Quando for viajar (ou na sua cidade também), procure empresas locais, seja produtos, roupas, comidas… contribue para que a economia daquele lugar cresça e que famílias envolvidas do lugar visitado, ganhe seu dinheirinho também. Deixe pra lá lugares como H&M, Starbucks etc.

mochilao-507

7 – Viaje para um festival
Seja um festival de música, arte, cinema, manifestações culturais, comida…. viaje para ver um festival! Eu tenho vários festivais em mente pelo mundo que eu sonho em poder vivenciar e certamente essa vai ser uma inspiração pra isso sair só do papel. Em 2016 viajei para ir assistir à dois shows e amei a experiência, não pensaria duas vezes em embarcar em uma viagem com um festival de música no meio. Já fiz viagens curtas no Brasil também, pra ir à festivais da cultura japonesa, inverno, comida.. é sempre tão bom!

8 – Tente viver de uma forma vegana – pelo menos por um mês
Sou vegetariana há 4 anos, mas nesse meio tempo meu consumo de laticíneos diminuiu drásticamente e foi/está sendo maravilhoso. Acredite em mim, não comer carne ou consumir produtos de origem animal é muito mais fácil do que você imagina. As opções são muitas, é um mundo novo de sabores e receitas maravilhosas pra você experimentar. Nesse um mês, tente não consumir carne ou laticíneos, quem sabe ir até algum festival de comida com essas opções perto de você, restaurantes, ou mais fácil ainda, dentro da sua própria casa fazer deliciosas receitas. E se for em viagens, explore as opções veg-friendly do local.

9 – Faça uma viagem sem a sua câmera
Estamos tão acostumados em fotografar nossas viagens que a nossa câmera é um item essêncial, como documentos ou roupa. Não consigo me lembrar da última viagem que eu não fotografei, provavelmente alguma quando eu era criança e que não tinha uma câmera em mãos ainda. Apesar de amar sempre registrar esses momentos, confesso que seria muito bom fazer uma viagem sem me preocupar em registrar as coisas , procurar ângulos diferentes e etc. Guardar aquilo que estou vivendo só na minha memória.

_mg_5671

10 – Escolha um esporte que você pode fazer em qualquer lugar do mundo
Ano passado eu fiz e me apaixonei por indoor bouldering, que é uma modalidade de escalada que pode ser feita indoors (ótimo pra países chuvosos e frios) e sei que posso encontrar esses centros de escaladas em vários lugares pelo mundo pra praticar. Fora também atividades como as trilhas, caso for pra um lugar com mais natureza? Ou mais fácil ainda, correr? Fazer Yoga? Várias opções!

img_9416

11 – Assistir mais filmes e documentários em línguas estrangeiras
Para mim essa é uma atividade muito fácil, eu amo assistir coisas de outros países e outros idiomas que não seja o inglês. Muita gente fica só nesse mundinho de produções americanas/britânicas e esquece que tá cheio de coisa boa por esse mundo. É uma ótima forma de ver uma outra cultura, ver como eles abordam certos temas. Uma boa ideia também caso você esteja com viagem marcada pra determinado lugar, ver filmes/documentários produzidos de lá. E claro, já ajuda no processo de aprender uma língua nova (lembram do item 4?).

12 – Melhore suas fotografias
A gente sempre bate na mesma tecla que não é necessáriamente seu equipamento fotográfico, quem tá por trás da câmera precisa entender, estudar, se aprimorar! Uma boa meta, caso você não consiga investir em equipamentos fotográficos neste ano, seria estudar mais sobre o assunto e ver como você pode melhorar suas fotos durante suas viagens. O que fazer pra capturar o melhor daquele momento pelas suas lentes!

Eu ando bem insatisfeita com as minhas fotos e sei que tenho muito que trabalhar nessa parte visual ao longo deste ano e se possível, uma lente nova pra minha câmera idosa!

São 12 resoluções possíveis, muitas são bem simples e que só dependem da nossa força de vontade pra acontecer. Eu vou fazer a minha parte aqui e espero que no fim de 2017 eu venha aqui contar pra vocês o que eu consegui realizar ao longo do ano (espero que as 12). Quem aí tá comigo e topa esse desafio?

//You Might Also Like

//34 Comments

  1. Gabi

    janeiro 3, 2017 at 9:21 am

    Adorei, Taís. Eu não sou muito de fazer resoluções, mas estou querendo para 2017. Essa lista vai me inspirar. E magina, suas fotos são lindíssimas, não tem porque estar insatisfeita. Claro que aprimorar é sempre bom, mas fique é orgulhosa dessas fotos maravilhosas que você tira 🙂 Beijos!

    1. Taís

      janeiro 4, 2017 at 3:33 pm

      Awnn, obrigada pelo elogio, Gabi!! <3
      Mas não sei, falta algo, acho que por isso que fico insatisfeita, vamos ver se ao longo do ano eu descubro! haha Beijos

  2. Fran

    janeiro 3, 2017 at 12:47 pm

    Oi Thais, que bacana esse post!
    Tenho vontade de fazer todas as coisas que você listou.

    Já a vi falando outra vezes sobre ser vegetariana e gostaria de lhe fazer uma pergunta. Eu raramente como carne, não pelo mesmo motivo, mas porque realmente eu não gosto. Se houver carne, salada ou ovos disponíveis, sempre opto pelos dois últimos e é claro que ouço MUITAS críticas rs

    Gostaria de saber como foi sua transição, não sei se há um post sobre isso. E como é montar uma dieta aí na Irlanda se baseando nessa opção, como também o que há disponível em alimentação saudável, é caro?

    Obrigada pela atenção!

    1. Taís

      janeiro 4, 2017 at 4:24 pm

      Oi Fran!
      Não dê ouvidos para o que as pessoas falam, coma o que você gosta e o que te faça bem! 🙂
      Tenho dois posts sobre esse assunto aqui no blog, como foi minha transição nos primeiros meses e como funcionou pra mim http://nyrdagurblog.com/alimentacao-vegetariana-como-comecar/ (dentro desse post tem um outro linkado) – sobre na Irlanda (que ainda preciso fazer posts sobre ser vegetariano aqui pra esses lados), eu sinto que aqui é muito mais fácil sim que no Brasil e que tem mais opções, mesmo que não seja um restaurante vegetariano, uma grande maioria vai te oferecer pelo menos uma opção vegetariana no cardápio. Carne na Irlanda é cara, então muita gente que vem pra cá até dá uma diminuida no consumo. Nos mercados tem um grande variedade de comida saudável, eles chamam de sessao ”free from”, tem produtos sem gluten, sem leite, sem ovo etc. mas como em todo lugar, eles são um pouco mais caros mesmo, mas ainda assim acho que cabe no bolso, visto o padrão de vida por aqui. Se acha no mercado produtos veganos, como vários tipos de leite, queijo, ”manteiga”, yogurt, proteínas, ”carne”.. e tudo isso em mercado popular mesmo.
      Espero que tenha ajudado de alguma forma, ainda vou fazer um post mais completo sobre esse tema aqui na Irlanda.

      Beijo!

      1. Fran

        janeiro 5, 2017 at 11:32 am

        Poxa, muito obrigada!
        Vou ler com certeza… Fico esperando pelo post sobre a alimentação aí na Irlanda. Tenho medo de viajar e acabar não gostando das opções locais, ou não conseguir me alimentar de um “jeito legal”. Estou tentando aprender novas opções também para cozinhar para adquirir mais “liberdade” alimentar.

        Beijos

      2. Fran

        janeiro 5, 2017 at 11:33 am

        Ah, esqueci de perguntar no comentário: você toma vitaminas?

        1. Taís

          janeiro 8, 2017 at 10:21 pm

          Eu não tomo nenhuma vitamina, Fran.. só pego dos alimentos mesmo 🙂

  3. Ana

    janeiro 3, 2017 at 5:51 pm

    Inspirador esse post! Amei demais! Viajar sem câmera é um desafio pra mim! Mas no ano passado eu consegui. Fui pra Berlim sem a câmera e só fiz fotos com o celular. Confesso que ela me fez falta, mas por outro lado foi libertador, porque carregar um bebê na barriga e um câmera na mochila não é mais fácil pra mim hehe.
    Suas fotos são lindas, mas eu entendo esta parte de se sentir insatisfeita. Isso acontece comigo all the time! Por isso super te apoio a investir em uma lente nova. Isso vai te impulsionar a querer trabalhar mais com a tua câmera e você vai acabar descobrindo quais o pontos que você deseja mudar na tua fotografia. Vai fundo!
    Beijão

    1. Taís

      janeiro 4, 2017 at 4:30 pm

      Eu acho que esse de viajar sem câmera vai ser o mais difícil pra mim! hahahaha
      é um desafio e tanto, né? Eu também acho, Ana.. que se eu investir em uma lente isso vai me impulsionar mais, mas como por enquanto não consigo investir, vou ver como que eu posso trabalhar com o que eu já tenho e melhorar o que eu acho que tem que ser melhorado! Vamos ver.. hehehe obrigada pelo apoio <3

  4. Camila Faria

    janeiro 3, 2017 at 6:14 pm

    Taís, que desafio maravilhoso! Tenho certeza que você vai conseguir cumprir TODOS eles e, o melhor, trazer novos conteúdos maravilhosos para o blog! Boa sorte, viu?

    1. Taís

      janeiro 4, 2017 at 4:31 pm

      Awnnn, muito obrigada, Cá.. tomara!! <3

  5. Ana Beatriz

    janeiro 6, 2017 at 1:43 am

    Eu adorei as suas resoluções. Eu fiz algumas ano passado e fiquei bem feliz que elas funcionaram. É só a gente investir nosso tempo e energia naquilo que queremos realizar. Eu vou começar a aula de francês este ano e estou super empolgada, sério! Aprender outra língua é algo incrível mesmo. Eu percebi o quanto era importante quando pude falar com um chinês por meio do inglês. Nenhum de nós dois sabíamos a língua mãe do outro, mas por intermédio do inglês a gente se comunicou. Foi demais! Também acho legal procurar locais diferentes e interessantes na nossa cidade e explorá-los.

  6. Eloah Crisitna

    janeiro 6, 2017 at 2:32 pm

    Muito boa a lista de resoluções! Acho que pelo menos 10 delas eu vou tentar viu.

  7. Beneth Santana Torquato

    janeiro 6, 2017 at 2:53 pm

    Ótimo post! Como viajante me identifico com todas essas resoluções. Existe a frase “Faça todo dia algo diferente, algo que te de medo”, que levo como estilo de vida e vale muito a pena!

  8. Katarina Holanda

    janeiro 6, 2017 at 5:47 pm

    Adorei as resoluções, Taís! Eu preciso conhecer mais minha região. Embora tenha andado muito por outras cidadezinhas de SP, devem ter trilhas e cachoeiras aqui por São Carlos que não conheço. To ~caçando~ esses lugares nesse novo ano, hahaha. Amei o post!

  9. Camila Lisbôa

    janeiro 6, 2017 at 6:47 pm

    Viajar sem a camera é missão impossível! =| Principalmente com o blog, a gente, cada vez mais, se sente obrigado a ter as melhores imagens sempre…

    Faz todo o sentido, mas é dificílimo cumprir =/

  10. Alê

    janeiro 6, 2017 at 9:06 pm

    Vou tentar colocar em prática o de ir a um lugar novo uma vez por mês. A gente acaba caindo na rotina e indo sempre aos mesmos lugares. O do festival eu já fiz, língua já estou aprendendo e já viajei só com câmera analógica e celular, serve? Foi uma experiência maravilhosa e eu amo as fotos. Quanto ao esporte, voltei a correr ontem. Quem sabe consigo correr durante alguma viagem. Beijos!

  11. Flávia Donohoe

    janeiro 6, 2017 at 9:52 pm

    olha que interessante Taís, também curto as travelletes, e também tava pensando muito nas minhas resoluções de viagem, sei lá, fazer algumas coisas mais úteis e ajudar a quem precisa, quero explorar mais o interior da Inglaterra e fazer trabalho voluntário por aqui, essa é uma das metas pra esse ano ♥
    sempre tento ajudar os mercadinhos e lojinhas locais, aqui dá pra fazer bem isso, e acho que já comentei, mas esse ano quero ir muito a um festival, já estou programando essa viagem ♥ beijos

  12. Matheus Crespo

    janeiro 7, 2017 at 12:18 am

    Amei seu post, muito inspirador. Esse ano por incrível que pareça eu to conseguindo fazer pelo menos até agora as coisas que eu me propus a fazer e é uma sensação ótima.
    Vou considerar algumas das suas sugestões com certeza, ah eu também sou amante de documentários, adooro.

  13. Fabio Pastorello

    janeiro 7, 2017 at 1:57 am

    Que máximo, adorei o post. Nos meus planos para esse ano estão aprender uma nova língua e viajar para um país onde ela seja falada e explorar minha cidade natal. Agora, viajar sem a câmera, que difícil…

  14. Marcia - mulher casada viaja

    janeiro 7, 2017 at 2:33 am

    Taís, resoluções e listas nos impulsionam e quando as tornamos públicas a “cobrança” que nos fazemos é ainda maior – e elas tendem a funcionar! Boas as ideias, obrigada por compartilhar.

  15. Gisele Teixeira

    janeiro 7, 2017 at 11:26 am

    Oi Thaís, adorei o post! Realmente são uma inspiração pra mim. Se eu conseguir cumprir metade da lista, já estarei super feliz! hahaha

  16. Alessandra Maróstica de Freitas

    janeiro 7, 2017 at 3:42 pm

    É sempre bom começar o ano motivada! Entre as minhas prioridades estão aprender um novo idioma e explorar melhor a minha cidade. Super bacana seu post! Parabéns!

  17. Marta Chan

    janeiro 7, 2017 at 10:50 pm

    Objectivos de ano novo relativos a viagens, que excelente ideia! É engraçado como já faço quase tudo aqui na tua lista 😛 E simmmm faz um guia de Dublin, eu adoraria pois achei a cidade meio sem graça e viajei mais ao redor do que dentro da cidade. Viver lá deve ser bom mas visitar nem por isso, preciso de saber mais locais onde comer, eventos, lojas alternativas…

    Estou contigo com a fotografia, fiz um curso de dois meses o ano passado, mas mesmo assim sinto que me falta tanto mas tanto! Há que praticar mais e mais 😀 Mas mesmo que tentemos muito muito muito, as fotografias em viagem jamais se comparam ao que os nossos olhos viram.
    Feliz Ano Novo e espero que consigas realizar estes 12 objectivos!!

    Viver a Viajar

  18. Cristina Ferreira Rocha

    janeiro 7, 2017 at 11:46 pm

    Olá! Adorei as resoluções! Estou precisando explorar mais a minha cidade, acho que vou começar por aí! Parabéns pelo post. Abraços.

  19. Vickawaii

    janeiro 8, 2017 at 12:51 am

    Faz um tempão que estou para fazer a sua segunda resolução e ainda não fiz meu “tour” por Porto Alegre. Na verdade, fiquei chateada por tentar fazer a blogagem coletiva do Bloggers Out and About (do roteiro da cidade) e não conseguir :/ Quanto às outras, também tem várias que estão na minha lista desse ano, mas para outras preciso viajar mais hahah. Boa sorte com suas resoluções!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

  20. Lorraine Faria

    janeiro 8, 2017 at 1:20 am

    Vou aderir ao ‘conhecer um lugar novo por mês’ ein?! sempre me forço a conhecer coisas novas, mas ultimamente ando muito na minha zona de conforto haha! e nesse ano que se inicia que você alcance todas as suas metas e faça viagens lindas pra gente acompanhar por aqui 😀

  21. Klécia

    janeiro 8, 2017 at 1:11 pm

    Que lista incrível! Acho super válido a gente parar e refletir sobre o que seria importante nesse novo ano, e tentar montar esse compromisso de ser melhor – pra gente e pro mundo. A minha lista bate com a sua em vários itens, e tô super empolgada pra cumpri-la 🙂

  22. Juliana Rios (Juny)

    janeiro 8, 2017 at 1:31 pm

    Adorei a lista, Taís! <3 A maioria também está na minhas resoluções e vou tentar cumprir nesse ano.
    Mas tem 3 que não sei se consigo, pois seriam grandes desafios:
    1- Explore sua cidade natal como se fosse fazer um guia de viagem: Minha cidade natal não é turística, tem pouquíssimas atrações. Talvez dê para explorar os restaurantes e fazer mais posts de gastronomia.
    2- Tente viver de uma forma vegana: Acho muito legal quem consegue fazer isso e tem essa filosofia de vida. Mas confesso que gosto muito de carne vermelha, frango e peixe.
    3- Faça uma viagem sem a sua câmera: Sou viciada em tirar fotos, ainda mais quando viajo =x E com o blog isso tem piorado muito. Deve ser libertador viajar sem ter que registrar tudo!

  23. Itamar Japa

    janeiro 8, 2017 at 8:57 pm

    Adorei o seu post e confesso que me identifiquei com a maior parte dele. Também vou tentar fazer muitas das resoluções assinaladas! De 12 quero tentar umas 9 ou 10. 🙂

  24. Edson Amorina Jr

    janeiro 9, 2017 at 8:39 am

    Estamos muito propensos a pegar um guia no estilo Lonely Planet e seguir as dicas em nossa cidade natal.

    Fazemos isso em várias viagens que fazemos, por que não onde um dia moramos, né?

    Agora viajar sem a camera! Haha… impossível 😛

  25. Ju Garzon

    janeiro 9, 2017 at 5:09 pm

    Adoreeei! Este ano acho que vou me lançar no italiano (já que estou morando do ladinho) e desde que me casei tenho o projeto de trazer um imã de geladeira de cada país que visitarmos juntos. Boa sorte com as resoluções e espero que daqui um ano possamos ler que você realizou todas! 🙂

  26. Vivi na Viagem

    janeiro 9, 2017 at 6:35 pm

    Que post inspirador!!! Adorei… dicas anotadas!!!

  27. angela sant anna

    janeiro 9, 2017 at 9:39 pm

    Simplesmente adorei esse post! Acho q o mais difícil seria o um dia vegano, abdicar dá carne vai, mas aí substituiria por ovo hehe quero fazer posts sobre a minha cidade, notei que mais gente se interessou pelo vlog depois do primeiro vídeo!!

//Leave a Reply