Europa, Islândia, Viagens

Noites em Reykjavík

Voltar a escrever sobre a Islândia é como enfiar uma faca em um machucado, ou melhor dizendo, enfiar a faca na saudade, que é grande, gigantesca, não dá nem pra medir ao certo. Que me deixa em pedacinhos não saber quando vou poder voltar pra minha terrinha. Tenho saudade de tudo, poderia ficar escrevendo horas e horas sobre cada ...