Viagens

5 coisas que amo fazer em viagens

Cada pessoa tem sua própria personalidade e isso reflete na hora de viajar também, cada um tem um estilo de viagem diferente e o que gosta de aproveitar mais enquanto está explorado um lugar novo.

Ao longo dos anos e de cada viagem feita fui percebendo que sempre tem certas coisinhas que estou procurando fazer, me dei conta de que já tinham virado como uma ”tradição” de viagem pra mim e que não importa o destino, estava eu lá fazendo as ”mesmas” coisas.

Não necessariamente nesta ordem, mas em cada viagem que faço procuro fazer pelo menos uma dessas cinco coisas, são coisas que valorizo muito e que pra mim, tornam as minhas viagens inesquecíveis e mais especiais por isso.

1 –  VER A VISTA DAS ALTURAS
Meu amor por montanhas e chegar até o topo delas me despertou uma outra paixão, que é ver os lugares das alturas, não importa se é no topo de uma montanha ou de uma cidade grande, eu quero sempre que possível ver como é aquele lugar de uma outra perspectiva. E vamos todos concordar aqui que as vistas das alturas são sempre muito recompensadoras, não decepcionam e qualquer lugar fica muito mais bonito visto de cima, certo?

_mg_6641(Machu Picchu, Peru)
541(Budapest, Hungria)

2 – CONHECER NATIVOS OU PESSOAS NOVAS
Se tem uma coisa que eu prezo nas minhas viagens é a oportunidade de conhecer pessoas nativas ou locais do lugar, acho que dá um gostinho mais especial pra viagem, ainda mais se eu tiver a oportunidade de conviver um pouco, explorar e sentir aquele destino visitado pelos olhos da pessoa que mora no local.

Pra mim a experiência de viajar não se limita à apenas visitar os lugares, mas sim conhecer um pouco mais sobre o povo daquele país. É uma oportunidade única pra termos aquela sensação de como é viver em determinado lugar, do que apenas passar pelo local como um ~mero turista~, gosto de voltar pra casa não só com a câmera cheia de fotos, mas também com histórias de pessoas desse mundão dentro de mim. Quando a gente conhece mais do outro e seus costumes, acredito que conhemos mais  sobre o mundo e até sobre nós mesmos.

Se não tenho a oportunidade de conhecer nativos, procuro conhecer outros viajantes também, nada mais prazeroso do que poder fazer amigos de diferentes partes do mundo.

_mg_5185(Uyuni, Bolívia)710(Budapest, Hungria)

3 – IR AO MERCADO
Essa é sempre uma atração a parte durante as viagens, eu aaaaaamo ir em mercados em cidades diferentes, por vários motivos, os principais são:
Primeiro, ainda falando sobre viver a experiência daquele destino com os olhos de um local, ir ao mercado te faz ter um gostinho de como seria morar ali e ter que ir fazer suas compras.

Segundo, é sempre uma descoberta nova, produtos novos, coisas diferentes pra comer, adoro ir e tentar achar um produto que é comum naquele país e que é novo pra mim.

E terceiro, te faz economizar, eu como vegetariana não posso me jogar e comer de tudo, não faço questão de toda vez querer comer fora em viagens e experimentar a comida típica, que muitas vezes não é pro bico dos vegs. Prefiro ir ao mercado, comprar minhas coisas e cozinhar minha própria comida, sai mais barato. Só que estou tentando mudar um pouco essa minha visão, tentar pesquisar melhor e procurar comidas locais mesmo que adaptadas que eu possa comer, quero aplicar isso pra minhas futuras viagens, vamos acompanhar.

1-horz(Reykjavík, Islândia – muita overdose de Skyr, amo!)hungria(Budapest, Hungria – Idade mental: rindo loucamente no mercado por causa da Piroska, ninguém entendeu nada)germany
(Köln, Alemanha – A alegria da criança quando viu o Yakult)

4 – FICAR HOSPEDADA EM HOSTEL (OU COUCHSURFING)
Depois que eu comecei a planejar minhas próprias viagens e conheci o maravilhoso mundo dos hostels quando fiz um mochilão pela América do Sul em 2012, eu não quis mais saber de outra coisa! Muita gente reclama e diz não gostar, que é coisa de jovem (não necessariamente, não tem essa de idade pra hostel e sim mais do seu estilo, eu diria, na minha viagem pra Islândia conheci um senhor com mais de 50 anos por lá), mas eu amo muito, por justamente fazer com que o item número 2 dessa lista aconteça, que é conhecer pessoas! E também, tem que ter cozinha, assim facilita o item 3 também.

Além disso, o custo benefício é bom, não passa pela minha cabeça ou meu estilo de viagem pagar uma fortuninha a mais pra ficar hospedada em um hotel (que na maioria das vezes costuma ser mais caro), sendo que eu vou lá só pra dormir. Prefiro gastar o dinheiro com outras experiências durante a viagem.

Antes muita gente tinha esse pensamento de hostel/albergue ser um lugar sujo e cenário de filmes de terror (pois é!), mas hoje em dia tem tantas opções diferentes e cada hostel legal, com diversas opções de acomodação. Depois do mochilão, só fiquei 1 vez hospedada em hotel, porque eu fui convidada pra uma viagem e segui a programação, fora que pagaram pra mim. E recentemente, tive a experiência de couchsurfing e foi outra coisa que amei também. Então com certeza, se tratando de acomodação, nas minhas viagens vou sempre pro lado do hostel e couchsurfing, é muito amor ♥

Ainda não cai no mundo do Airbnb, mas quero conhecer sim assim que der!

5 –  ANDAR SEM RUMO E FORA DA ROTA COMUM
Turistar e conhecer os principais pontos turísticos de um lugar é legal, eu faço isso, só que, se tem uma coisa que eu gosto mesmo é simplesmente andar sem rumo, sair daquela coisa mandatória de que tem que fazer isso, tem que ver tal lugar. Andar sem rumo é libertador e também te faz ver a cidade com outros olhos, e novamente, ~linkando~ com o item 2, de conhecer nativos e ter a experiência de sentir o lugar de uma forma mais local do que turística.

Sair fora da rota comum e descobrir tesourinhos escondidos no lugar que você visita é muito bom. Outra coisa que eu amo fazer em viagens é justamente ir pro interior do país e não ficar só explorando capitais. Muitas das vezes a capital de um país não carrega toda a essência do mesmo, você tem que ir pro interior e ver outras coisas de uma perspectiva diferente. Sempre que viajo, se é pra uma capital, tento ver como posso fazer outros passeios também pra ir explorar essa rota não tão comum, nem que seja algo ali pertinho mesmo. Garanto pra vocês, vale muito a pena! ♥

IMG_6682(Lund, Suécia)img_9376(Nerja, Espanha)
img_9021(Elgg, Suíça)

Esta postagem faz parte da blogagem coletiva do mês de setembro do grupo Bloggers Out and About

>>> E vocês, amam fazer alguma dessas coisas que mencionei em viagens também?

(Foto de abertura: Arica, Chile)

//You Might Also Like

//26 Comments

  1. Katarina Holanda

    setembro 29, 2016 at 2:20 pm

    Me identifiquei demais, Taís! <3 Preciso fazer essa blogagem coletiva, lembra tantos momentos bons, né? Amei suas escolhas e fotos. *-*

  2. Helena Krauel

    setembro 29, 2016 at 2:57 pm

    Que dicas incríveis e que oportunidades incríveis! Inveja!

    Sucesso, beijos! Com carinho, Menina Borboleta.

    MeniBorboleta.blogspot.com.br

  3. Nicas

    setembro 30, 2016 at 2:16 am

    Eu amo ir no mercado! E se eu vejo o de uma rede diferente eu entro também (não é um uso muito sábio do tempo, mas me divirto horrores). Em Londres achei vários kitkats e cervejas legais assim e comidas prontas muito baratas, um quarto do que eu gastaria pra comer em um restaurante simples do centro.

    Também gosto de andar fora da rota, também pela questão da muvuca. Gosto de ver como me sentiria se morasse ali, em Hong Kong tive muito tempo (quase dois meses) e era ótimo conhecer bairros mais afastados do centro comercial, centar uma hora só pra ver as pessoas passarem. 🙂

    Só o hostel que não rola tanto, eu não sou a pessoa mais social, não tenho problema nenhum em dividir espaço, mas tem dia que só não tô a fim de falar. 🙁 (é, é meio ridículo)

  4. Jessica M

    setembro 30, 2016 at 12:27 pm

    Conhecer nativos é ótimo porque, afinal, os habitantes é que dão todo aquele clima pra cidade.
    Ir ao mercado! Sim! Eu nunca fui pra outro país ainda (#shatyada) mas quando conheço cidades novas, gosto de ir ao mercado. Parece que além dos motivos que você citou, dá pra ter bem uma noção de como é o povo daquele local.
    Piroska! Idade mental rindo loucamente :’D Imagino as piadas que passou na sua cabeça. Essa é das boas kkkk
    Viajar é maravilhoso!
    Beijos!

  5. Camila Faria

    setembro 30, 2016 at 4:30 pm

    Oi Taís, impressionante como eu sempre saio daqui com vontade de viajar! 🙂
    Visitar mercados é realmente imperdível ~ eu tenho inclusive que me controlar para não fazer compra de mês (e depois não ter como comer tudo ou trazer pro Brasil). Hahaha! Eu também já viajei muuuito ficando hospedada em hostels, acho super tranquilo e, dependendo do lugar, é até mais confortável e divertido que ficar em hotel. Confesso que, hoje em dia, e dependendo do lugar, acabo escolhendo uma acomodação mais privativa. Apart-hotel é normalmente uma boa opção, que fica entre o hotel e o hostel, tenho algumas experiências positivas com esse tipo de hospedagem. Um beijo :*

  6. Itamar Japa

    setembro 30, 2016 at 7:00 pm

    haha Você sintetizou todos os meus gostos, rsrsrs. O 1º e o 5º são os meus preferidos! 😉 Subir em tudo que dá e perambular sem destino! 😉

  7. Bruna WB

    setembro 30, 2016 at 7:44 pm

    Eu amo todas essas coisas também, mas principalmente sair andando pela cidade atrás de coisas que nem sei o que são. É normalmente no meio dessas andanças que eu conheço de verdade o povo local. E, SIM, acho sensacional visitar supermercados, hahaha. Queria sempre poder ficar vários dias numa cidade específica para dar tempo de provar tudo diferente.
    E agora fiquei com muita, mas muita vontade de viajar. <3

  8. Ana Carolina Miranda

    setembro 30, 2016 at 10:03 pm

    Taís gostei demais do seu post! Ver as cidades do alto é tudo de bom! Também gosto muito de andar sem rumo, dá para conhecer melhor o lugar.

  9. Alessandra Maróstica de Freitas

    outubro 1, 2016 at 3:17 am

    Temos gostos muito parecidos! Principalmente ver a vista das alturas e ir ao mercado… Adoroooo!

  10. Thayse Stein

    outubro 1, 2016 at 3:59 pm

    SIIIM, esse primeiro é muito tu, se alguém me perguntasse de ti, eu ia falar que gostas de ver a vista do alto, porque tu sempre fala e mostra isso nos posts, acho muito interessante <3 E eu também AMOOOO ir em supermercado – adoro ver as embalagens em outra língua, as cores, os tipos de produtos, é uma experiência muito divertida. O post ficou tão legal *-*


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  11. Josiane Bravo

    outubro 1, 2016 at 10:31 pm

    Adorei, concordo com tudo. Amo ir ao mercado também, e se hospedar em hostel é de lei em todas as minhas viagens, nem me imagino em um hotel, onde é só você e o seu quarto. Na minha última viage, fiquei hospedada durante 3 semanas em um hostel e parecia que estava em casa, conheci tanta gente de várias partes do mundo. Também fiz couchsurfing (sozinha ainda kkk), 4 vezes, e simplesmente adoro.

    Ah, suas fotos ficaram lindas, super inspiradoras. Dá vontade de pegar a mochila agora mesmo e viajar 🙂

    Abraços

  12. Carlos Roberto e Gleidys

    outubro 1, 2016 at 11:44 pm

    Adoramo o foco deste seu post. Vc é muito parecida com a gente. Em especial:
    1 – VER A VISTA DAS ALTURAS
    2 – CONHECER NATIVOS OU PESSOAS NOVAS
    3 – IR AO MERCADO
    5 – ANDAR SEM RUMO E FORA DA ROTA COMUM

    Só a questão da hospedagem é que somos diferentes. Nós levamos nossa casa.

  13. talita

    outubro 2, 2016 at 2:04 am

    Faço praticamente as mesmas coisas quando viajo! Apenas a parte do hostel é que estou começando a deixar de lado (acabo ficando em um quarto privativo, mas tento interagir com as pessoas nas áreas comuns). E AMO tirar fotos do alto (mirantes, prédios, janelas). E o mercado? Tem lugar melhor pra entender como aquelas pessoas vivem?

  14. Gisele Prosdocimi

    outubro 2, 2016 at 4:32 am

    Suas fotos de Budapeste me deram saudade de minha viagem para lá no ano passado. Conhecer mercados, andar sem rumo e ver as coisas do alto tem tudo a ver comigo, mas confesso que tive que pesquisar o que seria o tal do Skyr, porque não sabia mesmo se era para comer ou passar no cabelo, kkkk.

  15. Adriana Magalhães

    outubro 2, 2016 at 11:48 am

    A gente leva nossas “manias” pra viagem também, né. Legal o post.

  16. Dayana

    outubro 2, 2016 at 1:10 pm

    Falou tudoooo! Concordo e tenho as mesmas preferências em viagens! hahaha
    Especialmente o negócio da vista das alturas, sair da rota comum e ir aos mercados. São minhas três principais paixões. 😛

  17. elisamello

    outubro 2, 2016 at 2:41 pm

    Que delícia! Essa lista é muito bacana, eu nunca parei para pensar, mas o que eu também mais gosto de fazer é conhecer nativos e ver a paisagem das alturas! hahaha
    :*

  18. Matheus Crespo

    outubro 2, 2016 at 11:27 pm

    O item 2 e o 5 eu sempre tento fazer, minha viagens ficam muito mais especiais com eles. Também sou apaixonado por mercado, se tiver coisa de arte então é um estrago no orçamento hahaha. Amei o post, me identifiquei bastante

  19. Karilayn Areias

    outubro 3, 2016 at 1:15 am

    Ver paisagens das alturas e conhecer pessoas novas <3 Sim ou com certeza?

  20. nnt

    outubro 3, 2016 at 4:55 pm

    Seria coisas que eu faria com certeza. Cada dica melhor que a outra. Descobrir novos lugares a ir e coisas novas a fazer, melhor coisa.

    Um abraço.

  21. Lorraine Faria

    outubro 4, 2016 at 6:38 pm

    Eu ainda preciso ficar em Hostel um dia! Nunca me hospedei e sempre leio relatos ótimos 😀 e sua experiência do Couchsurfing foi um achado né? Adorei o post do seu relato!!

    beeeijo

  22. Jéssica

    outubro 5, 2016 at 6:17 pm

    estou chocada! Quanta foto linda de lugar lindo *o*
    amo sair andando sem rumo (embora com muito medo de não saber voltar)
    Adorei as coisas que você faz, confesso que não sou muito fã das alturas porque tenho muito medo mas admiro a paisagem sempre!!
    Valeu a pena esperar | Canal no Youtube

  23. Flávia Donohoe

    outubro 5, 2016 at 9:53 pm

    As minhas preferidas sem dúvida, andar sem rumo e ir ao supermercado <3
    Eu adoro ver a cidade das alturas, mas não é sempre que tenho oportunidade, e conhecer os nativos, antes eu até fazia mais contato, mas já entrei em cada furada, hahaha, agora sou mais cautelosa. um bjão

  24. priscilla barreto

    outubro 11, 2016 at 4:17 pm

    Adorei o post e a lista Ta!
    Realmente quer conhecer uma cidade vai no mercado ahahaha eu sempre vou. E gente, sabe outra coisa bem old school que eu adoro? Mandar carta ou postal rs ir até o correio se eu chego em um lugar, pode ser no brasil ou fora é um dos primeiros lugares q eu vou. Nem que seja para mandar um postal pra mim mesma hahaha

    Ai eu também acrescentaria: Ficar olhando paisagens (jardins e praias), sentar em uma praça local.
    Alugar uma bike e sair andando..
    Adoro tb conhecer Nativos, mas confesso que faço muito mais quando estou com mais gente, sozinha tenho um certo receio.

    Bjão
    Pri

  25. Larissa Ayumi

    outubro 14, 2016 at 1:16 am

    Os itens da sua lista são basicamente os meus, mas com algumas diferenças. Tipo, eu gosto de ver as coisas das alturas, mas não me sinto nem um pouquinho segura ao me sentar assim na beira de um penhasco. Meu pavor de altura simplesmente não deixa hahaha! Eu fico vários passos para trás da borda! Nem edifícios com piso de vidro, por mais que eu ache legal, eu paraliso e só passo vergonha HAHAHAHA!
    Eu gostaria de conhecer pessoas novas, e isso é no geral, até aqui no Brasil, mas minha timidez e introversão não deixam hahaha! Mas eu sempre tento me esforçar para puxar um papo com alguém, a minha vítima da minha viagem passada foi um vendedor da Best Buy.
    E caaaaara, eu ADORO ir ao mercado, é MUITA coisa diferente! Realmente dá um gostinho de “eu moro aqui” e é muito instrutivo hahaha!
    Eu não tenho muita experiência em hostels, só fiquei nas 4 viagens que fiz com a faculdade aqui dentro desse Brasil, mas todas elas foram muito positivas. Na minha última viagem eu queria ter ficado em hostel mas o senhor meu namorado é fresco demais hahaha! Mas na próxima, vou convencer ele, é bem o que você falou no post, você só vai lá para dormir mesmo!
    E eu aaaaamo andar por aí à toa. Consegui fazer muito disso em Londres, já que fiquei um mês. Não tem nada mais gostoso, ver as pessoas, os prédios, as ruas, a vegetação… muito encantador! <3

    Adorei muito o seu post Taís, e como quase sempre, falei mais do que a boca aqui no comentário hahaha!

  26. Bela

    outubro 25, 2016 at 3:11 pm

    Skyr tem aqui na finlândia <3 é meu preferido depois do curd <3
    Cara, eu tenho medo de altura, sabe… E eu adoraria ir nos topos pra fotografar, aí quem faz isso? O Antti HISUHAUISHUIAHUH
    Acho que não tem pessoa mais apaixonada pelos seus posts do que euzinha (depois de você xD)
    Ah, tô te seguindo no bloglovin 😀
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

//Leave a Reply