Nordic Vibes

6 Things you didn’t know were Icelandic #NV

Vamos começar o Nordic Vibes falando sobre a Islândia? Vamo sim!! o/
Esse post na verdade está nos meus rascunhos faz um tempinho, era pra ser um post-comemoração, já que a cia aérea islandesa WOW anunciou que em junho do ano que vem vão lançar uma nova rota:
Dublin- Reykavík. ♥
A minha emoção/felicidade foi tão grande, que achei que deveria fazer esse post, mas o tempo passou, enrolada fiquei e acabou não saindo. Estava  metade pronto e são curiosidades legais, então achei que seria um ótimo começo para o projeto.
E já que eu achei essa lista interessante, resolvi traduzir e adaptar do meu jeito o post 6 Things you didn’t know were Icelandic do PineTribe para comemorar essa notícia e também para espalhar o amor em forma de Islândia aqui no blog (e para começar o projeto hehe). Preparados? Vem comigo amar essa terra mágica.

 

A Islândia tem uma população pequena (estimativa de 325.000 de habitantes em 2014), mas o impressionante, independente do tamanho do país, é que a Islândia possui uma das maiores taxas de alfabetização do mundo – 99%. Então não é surpresa dizer que o país é o lar de vários escritores e poetas. E aqui estão, 6 coisas que vocês não sabiam que eram islandesas:

1 – Primeira mulher no mundo a assumir a presidência. 
Em 1980, Vigdís Finnbogadóttir fez história ao se tornar a primeira mulher democraticamente eleita a assumir a presidência de um país (do mundo inteirinho!). Claro que não foi tranquilo e gerou diversas discussões. Antes de assumir o cargo, discussões a respeito sobre como uma mulher e mãe solteira, poderia lidar com as responsabilidades de se tornar uma Chefe de Estado. Vigdís provou pra todo mundo que eles estavam errados e se tornou uma líder muito amada e respeitada. A Islândia é um dos países que está mais próximo de alcançar a igualdade de gênero.
Ps: ela liderou por 16 anos, sendo também a mulher que mais ficou no poder de um país.

 

2 –  Of Monster and Men

Essa banda islandesa de indie-folk-pop foi formada em 2010 e lançou seu primeiro álbum em 2011. E lá em meados de 2013 eles chegaram a vender 2 milhões de cópias só nos EUA. E no ano passado a banda se apresentou em T no Park Festival na Escócia, Lollapalooza no Brasil e no Chile, Coachella, Bonnaroo Music Festival e Glastonbury Festival. A banda canta somente em inglês.
ps: já fiz um post aqui no blog indicando Of Monsters and Men, confiram aqui. E foi muito legal acompanhar o crescimento da banda, eles são muito bons! Se você não conhecia, corre lá ler meu post sobre eles.

 

3 – Lazy Town
Lazy Town é um programa de TV educativo para crianças, com um elenco e equipe da Islândia, Reino Unido e Estados Unidos. O programa é inteiramente em inglês, foi filmado e produzido no 380 Studios (perto de Reykjavík). É um programa motivacional para crianças e seus pais levarem uma vida mais saudável, com a famosa Stephanie e seu cabelo rosa. Lazy Town já ganhou vários prêmios de programação infantil em todo mundo.

 

4 – Quiz Up
Quiz Up é um app de celular, é um jogo de perguntas e respostas semelhante ao Trivial Pursuit e foi desenvolvido pelos islandeses da Plain Vanilla Games. Atualmente é o maior jogo do gênero no mundo, com mais de 600 temas diferentes. Mais de um bilhão de partidas já foram jogadas em mais de 197 países desde março de 2014 e recentemente passou a marca dos 20 milhões de usuários. O jogo também já foi traduzido em 5 línguas diferentes –  e ironicamente nenhuma delas é o islandês.

 

5 – Geyser
A palavra gêiser (geyser) vem do verbo islandês ‘geysa’, que significa ‘jorrar’. O uso da palavra em inglês foi originalmente derivado do gêiser ‘The Great Geysir‘ ou somemente Geysir, que fica localizado no Haukadalur valley, que foi o primeiro gêiser a ser publicamente mencionado e conhecido pelos europeus. A Islândia é o lar de vários famosos gêiseres, devido à alta atividade vulcânica que acontece na ilha.
ps: eu já conheci um gêiser, lá na Bolívia, vem conferir aqui nesse post.

 

6 – A primeira chefe de governo (assumidamente) gay do mundo.
Ser o lar da primeira presidente mulher não foi o suficiente para Islândia, o país se tornou também o lar da primeira-ministra  assumidamente gay do mundo, Jóhanna Sigurðardóttir, em 2009. E no mesmo ano, a revista Forbes listou a Jóhanna entre uma das 100 mulheres mais poderosas do mundo.

 

Não basta ser só um ‘rostinho bonito’, no caso, o lugar mais lindo do mundo, a Islândia também tem que ter todo esse ‘conteúdo’ de fazer inveja, um exemplo a ser seguido por muitos (ou todos?) países. Primeira mulher a assumir o cargo de Chefe de Estado, primeira gay assumida a exercer o cargo de Primeiro-Ministro…O país que mais alcança a igualdade de gêneros, taxa de 99% de alfabetização. Entre outras coisas mais. A Islândia é um exemplo, de músicos maravilhosos à líderes políticos, tecnologia, programas educacionais… Nós temos muito o que ser gratos por esse país existir.

Qual dos 6 itens mais te impressionou?

*Postagem com  #NV significa que faz parte do projeto Nordic Vibes*

(Apaguei sem querer, eu acho, essa postagem, então tive que postar novamente e com isso perdeu os comentários do post original)

//You Might Also Like

//2 Comments

  1. Elisa Mello

    dezembro 11, 2014 at 2:41 pm

    Que legal, só deu mais vontade de conhecer a Islândia!!

  2. Giulianna

    dezembro 17, 2014 at 2:19 pm

    eu sou louca pra conhecer Islândia, tudo la parece um sonho ç_ç espero que voce esteja curtindo muito em terras icelandicas ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

//Leave a Reply