7 on 7 | quem sou eu

Existem muitos universos dentro de mim.

Nasci dia 28 de novembro de 1990 em uma das maiores cidades do mundo. São Paulo, tão grande e tão caótica, mas ao mesmo tempo tão pequena. Pequena para todos os sonhos e desejos que sempre guardei dentro de mim. Sonhos estes selvagens, loucos e que sempre me pareceram inalcançáveis. Eu chegava a comparar a minha cidade natal com uma gaiola e eu, bem, eu era o pássaro. E toda vez que eu sentia o gostinho do que era sair daquela gaiola,  de bater minhas asas por aí, era sempre muito difícil voltar, ficar parada num canto só. Tantos lugares para explorar, tantos lugares para chamar de casa.

Eu sou assim, inquieta. Ficar em um lugar só por muito tempo é uma tortura, que vai me matando aos pouquinhos. Sou viciada no novo, preciso sempre aprender, sentir e explorar algo desconhecido. Isso me move e me faz sentir viva. Sinto uma felicidade inexplicável ao me perder por ruas de uma cidade que eu não sei meu caminho. E ao mesmo tempo que vou juntando  essas novidades, criando e descobrindo vários universos dentro de mim, vou deixando pedacinhos de mim por onde passo. Tô sempre com saudade de algo, de lugares, de pessoas, de sentimentos e sensações que eu mesma nem sei explicar.

Apesar de ter nascido e crescido em uma selva de pedras, o meu lugar mesmo é na natureza. Perto do verde, perto dos animais, pertos das montanhas, perto de onde eu me sinto mais conectada. Troco fácil qualquer agito de cidade grande por uma trilha no mato, pelo cheiro da terra e o barulho do vento entre as árvores. É como se cada folha, cada gota de uma cachoeira, cada pico de uma montanha e cada plantinha que nasce fizessem parte de mim, são minhas raízes, minhas forças. E eu preciso cuidar, preservar e proteger.  A natureza tem um papel muito importante na minha vida. Ela influencia muito do que eu sou, de como eu vejo as coisas ao meu redor e até o que eu como.  Faz 6 anos que não como animais e sigo trilhando um caminho para aprender sempre formas de não agredir o meio ambiente.

Já trabalhei com turismo e meu amor por idiomas me fez estudar tradução. Mas pra ser bem sincera, eu não me sinto muito confortável em ser rotulada em uma coisa só. Demorou muito pra eu admitir isso pra mim mesma, por que sempre existe aquela cobrança, seja interna ou externa. Eu gosto de tudo um pouco, gosto de trabalhar com idiomas, com crianças, com viagens e provavelmente com mais um monte de coisas que ainda vou descobrir. E cada vez mais sinto aquela necessidade de me envolver com direitos humanos, fazer diferença pra alguém, fazer esse mundo um pouco menos cruel.

Queria passar uma temporada em continente africano ajudando animais e pessoas. Queria ir estudar espanhol no Peru ou talvez no Chile, explorar mais a América do Sul. Queria ir pro Nepal fazer trabalho voluntário com crianças, fazer trilha nos Himalaias e conhecer as maiores montanhas do mundo. Queria trabalhar em um hostel em algum lugar diferente e distante. Queria morar na Islândia, falar islandês e cuidar de puffins e ovelhas. Queria morar em um apartamento hipster em Leipzig e conhecer a Alemanha inteira. Queria morar numa casinha no meio da floresta. Queria ter uma cria minha e ensiná-la sobre culturas, empatia e o mundo, mochilhando por aí. Queria ser guia de Aurora Boreal no norte da Noruega. Queria escrever um livro com as histórias de vidas de pessoas incríveis que encontro nas minhas viagens. Queria ser geógrafa, diplomata, historiadora e comissária de bordo. Queria viver várias vidas.

Eu sou assim, com essa infinidade de universos dentro de mim.

Fui convidada pela Karine pra participar desse projeto fotográfico super amorzinho com mais outras 6 meninas. Todo dia 7 vamos postar 7 fotografias sobre um tema. E nada mais justo que começar com um tema que fale um pouco mais sobre nós, né? ♥
Uma ótima oportunidade pra gente trabalhar nossa criatividade e fazer algo que nos faça bem. São tempos difíceis, com um gostinho amargo, mas seguimos nessa corrente de força pra criar, fazer arte, fazer algo cheio de amor.

Minhas companheiras de projeto:
Ana – This German Life | Karine – Coffee, Rock & Beer | Cíntia – Love, Geek and Travel | Sté – Nosso Relicário | Katarina – Outro Blog | Gi – Caos Arrumado

 

Comments

  1. “O meu lugar mesmo é na natureza. Perto do verde, perto dos animais, perto das montanhas, perto de onde eu me sinto mais conectada”. Taís, minha nossa, que linda! 😮 Eu fiquei com o coração extremamente aquecido em ler tudo isso!!! Me encontrei em tantas palavras tuas que nem consigo explicar qual parte me traduziu mais… Vai desde ser pássaro no meu próprio lugar à vontade de ter uma casinha no meio da floresta, e de fazer algo de bom em alguma parte do mundo. Foi incrível saber mais sobre sua personalidade e seu viver, com certeza, uma das postagens que mais mexeu comigo. :’) As fotografias também estão belíssimas.
    Abraços, <3.

    • Ah, Lai, que comentário mais amorzinho. Fiquei super feliz aqui <3
      Ainda mais de saber que você também se inditificou comigo, amo essa possibilidade que o blog me dá de conhecer pessoas parecidas comigo.
      Obrigada por estar aqui! 🙂

  2. Ahhh que lindeza de projeto Taís! Já cliquei em todo mundo pra ler as postagens.

    Adorei sua descrição e me identifiquei em várias partes.

    E uma foto pertinho assim da Aurora ♥ bom, sem comentários rs

  3. Quantos sonhos lindos dentro de um só coração! Vontade de te abraçar Taís! Você vive falando que sou isso e aquilo, mas veja só você. Como que faz pra escrever palavras tão bonitas e que tocam a gente láaaaa no fundo? Pra mim só tem uma explicação: o teu coração é grande demais. Como que ele cabe dentro de ti amiga?! Eu nem acredito que te conheço pessoalmente. Pra mim isso é um privilégio! Tem muito amor aqui <3

    • Ahhhh Ana.. não faz isso comigo, fiquei aqui arrepiada com seu comentário. Coisa mais linda. Obrigada mesmo por todo esse carinho e eu me sinto muito sortuda por ter você na minha vida. Vamos nos abraçar um monte quando nos encontrarmos da proxima vez, que espero que não demore muito! Beijos!

  4. que texto lindo, taís.
    täo bom ver tanto de tu.
    é muito doido como esse mundo virtual que segrega tanto as pessoas, faz outras se sentirem täo próximas. é confortante ter achado muito do que sou em várias frases… muito do que ainda quero ser em tantas outras. me senti perto. e vivendo aqui täo longe isso é como um abraço. é isso. teu texto é como um abraço.

    • E o seu comentário chegou aqui em forma de um abraço apertado. Obrigada, Ana! <3
      Fico muito feliz em saber que você se identificou. É incrível isso de como a gente se sente próxima mesmo nunca tendo nos encontrado <3

  5. Que post lindo e que belo retrato você pintou de si mesma… Dá vontade de te conhecer pessoalmente e ser tua amiga 🙂 Eu me identifico com suas vontades, seu amor por viajar, por se conectar com a natureza… mas vejo que você vive isso talvez com mais intensidade que eu, com mais liberdade, mais entrega… Acho que demorei a encarar as viagens, principalmente para outros países, como algo mais possível na minha vida. Parecia sempre muito distante da minha realidade, mas hoje vejo que isso era mais pela falta de planejamento. Hoje em dia já vejo as viagens como um projeto de vida, algo muito mais palpável. Sonho em compartilhar minhas descobertas com meu filho, que hoje tem um ano de idade. Desde sempre temos o maior prazer em mostrar para ele o mundo, a natureza e estimular a curiosidade dele. É tão lindo ver o brilho nos olhos dele… Mesmo sem conhecer ainda muita coisa do mundo, fico às vezes me lembrando das diferentes vidas que já vivi dentro da minha própria vida e essas mudanças são o que enriquecem nossa jornada aqui na Terra. Por isso amei o que você falou sobre viver várias vidas. Espero também ainda viver várias… sempre ao lado dos que mais amo nesse mundo. E cada vez mais conectada com minha essência. 🙂 (desculpa o textão é que o post me fez refletir rsrs) bjinho!

    • Oi, Ana Carolina!!
      Eu amei muito seu comentário e de conhecer um pouco de você também atraves dele e já gostei de ti também, vamos ser amigas haha 🙂
      Que lindo isso e espero que você viva realmente muitas coisas incríveis ao lado de quem você ama! 🙂

  6. Taís, sua linda. Sempre soube que você não tinha aparecido no meu blog à toa. Nós somos muito parecidas! A diferença é que eu sou 9 anos mais velha que você e em 1990 eu já estava dançando lambada e tentando cantar as músicas da Madonna em inglês (entre várias outras coisas haha). Sou péssima para me definir por conta dessa coisa de vários universos dentro de mim, uma metamorfose ambulante, uma camaleoa, uma bruxa que sobe na vassoura (ou avião) e vai explorar outros cantos, buscar novidade. Um dia ainda vai rolar a convenção das bruxas hehe. E as fotos estão todas muito lindas, muito você. Por mais que eu ainda não te conheça pessoalmente, consigo ver você em todas essas imagens e palavras. E Aurora tb conseque te ver, pode ter certeza. Beijos!

    • Aleeee, sua linda!!! <3
      Adoro isso como nos conectamos uma com a outra, nao importa a diferença de idade ou da nossa posição geografica. Tenho certeza que um dia ainda a gente vai se dervirtualizar e eu não vejo a hora! ♥

  7. Que escrita poética <3 até inspira a gente. Achei delicado e marcante. Seu texto podia ser fragrância, provavelmente compraria.
    Adorei!

  8. “são tempos difíceis, com um gostinho amargo, mas seguimos nessa corrente de força pra criar, fazer arte, fazer algo cheio de amor” exatamente isso, ta! que post mais lindo esse que você fez, tô aqui até sem palavras <3 espero que você consiga realizar muitas coisas dessa que listou e que conte todas essas boas histórias pra gente nesses posts maravilhosos! o mundo é seu ♥

    • Essa Aurora é maravilhosa demais! Fiz uma ‘sessao fotografica” com ela, ainda preciso postar mais dessas fotos aqui haha

  9. Ahh Thaís! Eu a vejo exatamente dessa forma que a descreveu, aquela pessoa que vive experiências incríveis e sempre faz questão de compartilhar e contribuir para que a vontade da gente cresça em viver mil coisas também. Acho isso tão lindo! A forma que você escreve, fotografa e me faz viajar com você.
    Seu blog sempre vai ser um dos meus favoritos, ainda mais depois de ter conhecido você pessoalmente e poder sentir a energia boa que transborda!

    <3

    • Sté, que comentário mais amor! <3 Obrigada mesmo por esse carinho. Teu blog também é um dos meus favoritos e fiquei feliz demais em poder te desvirtualizar e só confirmar a pessoa amorzinho que você é! QUe bom ter um blog e ter a oportunidade de conhecer vc <3

  10. Ahhhh Taís, que post lindo! Adoro esse tipo de post e adorei te conhecer mais por ele! Entendo exatamente quando você diz que gostaria de viver várias vidas, eu também me sinto assim. Que bom que encontrei seu blog (que é com certeza um dos meus favoritos, entro quase todo dia pra ver se tem post novo, haha) e que nos conhecemos pessoalmente – é muito gostoso te acompanhar e saber que no mundo, por pior que seja, há pessoas tao maravilhosas quanto você! espero que todos os seus sonhos se realizem, e que você escreva sobre eles sempre!

    • Ahhhh Anaa, muito obrigada<3
      Que amor, sério!! Eu tb sou muito grata que nos encontramos nesse mundo dos blogs e tb que tivemos a chance de nos conhecer pessoalmente. Você é um amor de pessoa e me sinto sortuda de poder ter vc ''por perto''. Te espero aqui na Irlanda, viu?
      <3

  11. Que post incrível, amiga!! ♥ Que vidas lindas você tem no coração, tenho certeza que muito disso está se realizando, mesmo que em outras perspectivas, e ainda vai. Sou muito grata por ter cruzado essa sua jornada. Um xero!

    • Ai, Kat.. muito obrigada!
      E eu tb sou muito grata que nossos caminhos se cruzaram, eita mulher maravilhosa que você é <3

  12. Que maravilha ser todas essas coisas numa pessoa só. Existem tantas possibilidades de realização no mundo, que definir apenas UMA chega a ser cruel, né Taís? O bom mesmo é ser tudo isso e mundo mais. <3

    • Simm, Cá.. fico pensando que existe tantas coisas e tantas possibilidades, pelo menos pra mim não consigo me definir numa ”coisa só”
      <3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Instagram @nyrdagur

© 2018 Nýr Dagur · by MinimaDesign