Europa, Viagens

Antrim Coast: Giant’s Causeway

Depois da experiêcia corrida em Belfast, seguimos rumo ao norte do condado de Antrim. Nunca estive tão ao norte do planeta e estava bem ansiosa por isso. Na noite anterior, foi possível ver a Aurora Boreal por lá e  também no norte de Donegal (República da Irlanda), não foi tão tão forte como no ano passado, mas foi bem bonito pelo que eu tinha visto em fotos, eu sabia que voltariamos antes de escurecer, mas tava rezando pro ônibus quebrar e a gente ficar lá pelo norte, já que no dia também tinha chances de ver o fenômeno. hahaha
Aurora Boreal na Irlanda? Pois é, acho que isso pode ser assunto pra um outro post. Mas foi muito legal ver fotos da Aurora lá no mesmo lugar que eu estava, acho que nunca estive tão perto desse fenômeno tão incrível.
Fizemos uma parada rápida no castelo Dunluce, assim, bem rápida mesmo! Não deixaram a gente descer do ônibus nem pra tirar uma fotinha de longe, tivemos que tirar bem rápido pela janela do ônibus mesmo. Neste link vocês podem ver a única foto que consegui tirar, Dunluce Castle é também um dos cenários usados em Game of Thrones, mais precisamente usado pra casa dos Greyjoy. É muito bonito, queria poder ter visto de perto toda aquelas ruínas.
Mas a parada principal mesmo era em Giant’s Causeway (ou a ‘Calçada dos Gigantes’, em português).

Patrimônio Mundial da Unesco, Giant’s Causeway é um dos pontos turístico mais famosos da Irlanda do Norte. Toda a parte da costa de Antrim é  muito incrível, paisagens lindíssimas.. e Giant’s Causeway é parada obrigatória, o lugar é bem interessante. A famosa ‘calçada’ é composta por várias pedras gigantes, que é o resultado da lava de uma erupção vulcânica que ocorreu na região há muuuuitos anos.

O local é bem no topo da ilha, do outro lado é possível ver a Escócia quando o tempo não está muito nublado. Do outro lado do mar, também existe o mesmo tipo de pedra, como se fosse uma continuação dessa enorme calçada do lado de cá.

A lenda irlandesa diz que, Finn Maccool, um gigante irlandês que era um dos guardiões da Irlanda, queria enfrentar em uma luta o gigante escocês Benandonner, mas como não tinha nenhum meio de transporte grande o suficiente pra levar um gigante até o outro, eles começaram a fazer esse caminho de pedras pra atravessar o mar. No final das contas, a esposa de Finn soube que o outro gigante poderia ser mais forte,  então ela vestiu o marido de bebê, assim quando Benandonner chegou lá, ficou com medo de enfrentar o pai daquele bebê gigantesco e acabou indo embora, destruindo a ligação que fizeram com as pedras, por isso que hoje só se tem essas partes.
Lendas irlandesas, como não gostar? ♥

Estava bem cheio, queria tanto ter feito uma foto das pedras todas sem ninguém, mas sempre aparecia alguém nas fotos, mas fiz o que deu. O tempo tava bom, pensei que iria estar bem mais frio, mas quando não estava ventando até dava um calor e dava pra tirar a blusa, acho que fiquei a maior parte do tempo sem a blusa mesmo, mas eu percebi que estando aqui por 1 ano, já mudei meu conceito do que é frio ou calor.

Uma brasileira, dois mexicanos e uma italiana. Foi muito legal estar com eles, pena que foi por pouco tempo. Essa é minha vida, lidando toda hora com despedidas. A italiana não falava quase nada de inglês, ela falava umas 3-4 palavras e a gente tinha que adivinhar o resto da frase. hahhaa a gente sempre pedia pra ela completar as frases ou o que ela não sabia dizer em inglês, em italiano mesmo, e a gente se entendia. Essa troca de cultura e idiomas é uma das coisas que eu mais gosto nessa vida.

O lugar é bem grande e dá pra ficar umas boas horas andando por tudo (mas o day tour não me permitiu, fuéén), queria ter subido essas montanhas aí tudo.
Como o tempo foi bem corrido em todos os lugares, o ideal nesse tipo de tour é você levar sua própria comida, assim você come no ônibus mesmo o seu lanche e assim tem mais tempo pra explorar o local, não precisa se preocupar em perder tempo procurando lugar pra comer ou comendo no lugar quando você para.

Vocês já tinham ouvido falar sobre esse lugar? Ficaram com vontade de conhecer também? Eu super recomendo.
🙂

//You Might Also Like

//16 Comments

  1. Mayumi Kuabara

    outubro 21, 2014 at 9:45 pm

    Lugar lindo demais! E o nome me fez lembrar daquela musica do Death Cab for Cutie "We Looked Like Giants" (que eu também adoro). Não sou fã de Game of Thones mas senti vontade de visitar 🙂

    1. admin

      outubro 27, 2014 at 10:00 pm

      Também adoro essa música e a banda, Mayumi! 🙂

  2. BA MORETTI

    outubro 21, 2014 at 10:27 pm

    ai me leva junto nessas viagens maravilhosas. chocada com essas pedras. e amei a história do gigante!

    1. admin

      outubro 27, 2014 at 10:01 pm

      Te levo sim, vem pra cá agora <3

  3. naterradaluavirada

    outubro 22, 2014 at 12:26 am

    Ficaram muito bonitas as fotos, mesmo com os "entrões"… Rsrs… O sonho de todo viajante é conseguir tirar umas fotos decentes, sem cabeças desconhecidas no meio, né? Difícil…

    Eu já tinha ouvido falar desse lugar quando estava lendo sobre os patrimônios mundiais da UNESCO, acho. Mas jurava que era na Irlanda e não na Irlanda do Norte… Mais um lugar para a minha lista infinita de lugares a visitar!

    Beijinhos!

    1. admin

      outubro 27, 2014 at 10:08 pm

      Nossa, é um sonho mesmo! haha você ir pra um lugar bonito e só ter você lá.. com o espaço todinho só pra você fotografar 😀 😀

  4. รяª Nathalia

    outubro 22, 2014 at 12:48 am

    Essa lenda do gigante chega a ser engraçado kkkkk

    Que perfeição essas pedras 😮

    1. admin

      outubro 27, 2014 at 10:28 pm

      É muito legal essa lenda 🙂

  5. Débora Braga

    outubro 22, 2014 at 10:36 am

    Esses cenários de Game of Thrones são lindíssimos! Quero um dia conhecer todos haha.
    E esse lugar é muito lindo mesmo, bem diferente com essas pedras. Amei!
    Beijo
    http://www.deborabp.wordpress.com

  6. Bárbara Hernandes

    outubro 22, 2014 at 10:52 am

    Lindas fotos! Estarei lá no domingo!
    Ps: essa história do gigante é muito legal, né? Eu adoro! E eu ri do sofrimento pra tirar foto sem nenhum "cabeção" aparecendo… Já passei por isso! Na verdade, na minha foto naquela escadaria de azulejos no rio uma turistona gringa tava no fundo mas segui um tutorial de Photoshop e tirei ela de lá! Não ficou perfeito, mas nem dá pra ver! Hahaha

  7. Camila Faria

    outubro 22, 2014 at 3:40 pm

    Nunca tinha ouvido falar Taís, fiquei impressionada! Que lugar incrível!!!
    E, claro, me encantei com a lenda local, que história mais sensacional.

  8. Clay

    outubro 22, 2014 at 10:43 pm

    Nunca ouvi sobre =X.. mas adorei conhecer um pouquinho nas suas fotos, gente que incrível, parabéns.. adorei as fotos *_*

  9. Dayane Pereira

    outubro 23, 2014 at 1:05 pm

    Eu fiquei com vontade de conhecer sim, com certeza <33
    Também gosto muito destas lendas antigas!

  10. Thay

    outubro 24, 2014 at 1:26 am

    Não conhecia esse lugar e nem a lenda sobre os gigantes! HAHA, e gostei muito, boa a ideia de vestir um dos gigantes de bebê, como alguém pôde pensar em uma coisa dessas? Lendas irlandesas sempre muito interessantes, adoro descobri-las, conte sobre! Ah, e as fotos, lindas como sempre! É sempre bom vê-las, assim posso viajar um pouquinho daqui de casa mesmo e ir anotando os lugares que quero conhecer. Seu blog é sempre uma inspiração pra mim, mas isso você já sabe bem! Um beijo! ♥

  11. ingrid

    outubro 26, 2014 at 10:51 pm

    Nossaaaaaa é aí a calçada de gigantesssss!! Uma vez vi a foto desse lugar e gravei na cabeça,mas nao fazia ideia de onde era! Já tá anotado na minha lista Taís.. você e suas viagens me fazendo conhecer mais do mundo e querendo ir ver de pertinho tudo isso <3

    beijos beijos beijos

  12. Antrim Coast: Carrick-a-Rede Rope Bridge – Nýr Dagur

    outubro 2, 2016 at 4:36 pm

    […] na Irlanda do Norte em setembro do ano passado e postei aqui sobre Belfast e Giants Causeway, mas ficou faltando falar da Rope Bridge! Esse lugar incrível foi nossa última parada e também […]

//Leave a Reply