Europa, Viagens

A baía de Kotor, Montenegro

Se eu não consegui convencer vocês a querer visitar Montenegro no post anterior (A histórica e badalada Budva), com esse aqui, acho que não vai ter erro.

Montenegro é um daqueles lugares que ficam na memória. As montanhas abraçam a paisagem, o mar que te hipnotiza e você não para de agradecer pela oportunidade de conhecer um lugar desses.

Eu acredito que o país ainda é um segredinho na Europa, visto que a maioria dos turistas (sem ser os que param rapidinho por causa dos cruzeiros em Kotor) são ali das redondezas ou os russos. Montenegro não está na União Europeia, só que eles utilizam o euro como moeda, mas mesmo assim, os preços não são exorbitantes (ainda mais se você comparar com a vizinha Croácia). E eu diria que é um país super em conta pra fazer turismo, apesar de parecer as vezes que é um ”destino de luxo”.

Tendo pouco (ou muito) tempo no país, recomendo fortemente focar em conhecer a baía de Kotor. Lá você vai ver o que Montenegro tem a oferecer: cidades históricas, um litoral maravilhoso e claro, suas montanhas que compõem sempre a paisagem. É um país montanhoso e seu nome significa montanha negra, então sim, espere ver montanhas everywhere. Olhem esse mapa aqui pra ver que incrível que é o relevo da costa montenegrina, dando o zoom dá pra ver direitinho o nomes dos lugares.

IMG_1514

A baía de Kotor é composta por várias cidadezinhas, mas aqui nesse post vou falar sobre duas delas que eu visitei.

PERAST

Assim que vi Perast em fotos eu não pensei duas vezes em incluí-la no roteiro.  A icônica paisagem de Perast inclui a ilhazinha de Gospa od Škrpjela (Nossa Senhora das Rochas). Essa é uma ilha artificial (talvez a única em todo o Adriático) e lá tem uma igreja católica que funciona também um museu. Confesso que quis ir até lá mais por causa da beleza do lugar em sí. Pensei que iria ser algo meio ~pega turista~ ainda mais do jeito que te abordam pra fazer o passeio, mas a vista de lá realmente vale a pena.

Esse é o passeio principal da cidade e pagamos 5 euros pro barquinho levar a gente até lá e depois buscar. O barquinho era desses bem pequenos e pulava tanto. Como eu não sei nadar nessas profundezas, fiquei bem apreensiva nessa hora, mas deu tudo certo.

IMG_1474IMG_0096

Chegamos a entrar na igreja bem rapidinho (foi uns 2 euros pra entrar por causa do museu), mas não tirei foto.  A igreja e a ilha são bem pequenas, dá pra ver tudo em uma meia hora ou até menos.

IMG_0097 IMG_0099

Ah.. e a vista!

IMG_0112IMG_1486IMG_1478Processed with VSCO with hb2 preset

Essa outra ilha da foto acima, é a Ostrvo Sveti Đorđe (ilha de São Jorge) e ela é uma ilha natural. Lá fica um mosteiro do século 12 e pelo que um guia me disse, não fazem passeio até lá porque tem monges que vivem ali. Mas de longe, avistei uma senhora com roupas de banho curtinho numa boa e fiquei sem entender nada.

IMG_1481

Já de volta em Perast, como o calor tava de matar só pra variar, o jeito foi andar só um pouquinho (o lugar é pititico, não tem muita coisa pra ficar andando mesmo) e logo já achar um lugar pra se refrescar. Aproveitamos também pra nadar um pouco por ali. Que mar maravilhoso!

IMG_1484IMG_0115

Depois, pé na estrada novamente para conhecer o destino principal de Montenegro…

IMG_0121IMG_0095IMG_1487

KOTOR

Kotor é uma cidade fortificada e é também Patrimônio Mundial. Tanto Kotor como seus arredores são de cair o queixo! É um destino que atrai muito visitantes e não era de se esperar menos, é uma das mais bem preservadas cidades medievais do Adriático. As ruelinhas de Kotor têm muitas histórias pra contar!

IMG_0093IMG_0128IMG_0125IMG_1494IMG_0123

E para minha surpresa, Kotor também é uma cidade cheia de gatinhos (vocês lembram de Dubrovnik?). Encontrei uma lojinha de souvenirs com várias coisinhas de gatos, além de outros souvenirs mais comuns e a dona da loja também aceita doações para ajudar os gatinhos de rua de Kotor. Ela é a versão montenegrina da crazy cat lady croata que conheci em Dubrovnik. Quando visitei a lojinha, tinha um gatinho bebê bem doentinho que ela estava tentando cuidar, fiquei de coração partido. Eu comprei um farol pra minha coleção e também deixei minha doação pra ela continuar cuidando dos gatinhos todos. ♥

IMG_1492IMG_1489IMG_0130E não bastando isso, Kotor também tem um Cat Museum!! E é claro que eu fui lá ver. Custa apenas 1 euro e o dinheiro é revertido pra cuidar dos gatos de rua da cidade. O foco do museu é mais sobre a participação dos gatos na história, sendo retratados de várias formas.  Tem uma coleção de selos, fotos, desenhos, cartões postais, pinturas.. e tudo que tenha gato relacionado.

Também tem uma lojinha com produtos pra gatos e com coisas de gatos. O legal de ir lá é justamente pra ajudar os gatinhos de Kotor, ver umas coisinhas fofas de gatos e claro, ver mais gatinhos. Quando eu fui tinha uma gata mãe com dois filhotes perambulando pelo pequeno museu, tão fofo!

IMG_1510IMG_1511IMG_1509IMG_1507

Além de andar por suas charmosas ruazinhas, a atração principal de Kotor é subir a trilha pro St. John’s fortress pra ver a cidade de cima. De lá, você consegue ver o formato de triângulo que a cidade tem e uma vista privilegiada dos arredores.

Vocês sabiam que falam que em Kotor está localizado o fjord mais ao sul da Europa? E subindo lá no forte dá pra ver ainda melhor essa linda paisagem. Mas na real mesmo, não é um fjord propriamente dito e sim uma ria (”um braço de mar que adentra na costa e que está submetido à ação das marés”).

Se paga 3 euros pra fazer essa trilha e olha, não é fácil. Nos meses de calor intenso (como foi no meu caso) o recomendável pra fazer é na parte da manhã, a tarde é quase impossível subir quando o calor está bem intenso. Eu mesma não consegui terminar a trilha, não consegui nem fazer a metade dela. Subi só um pouquinho até onde consegui ver um pouco da vista de cima e já tive que voltar, tava passando muito mal.

São por volta de 1355 degraus e o forte está  por volta de 260 metros acima do nível do mar, fora que é uma subida bem íngrime. É uma trilha maravilhosa pra se fazer nos meses menos quentes ou de manhã bem cedinho. Pelas fotos que vi, vale muito a pena subir, a vista do topo é surreal de linda.

Aqui vai um gostinho do pouquinho que consegui subi.

IMG_1498 IMG_1501 IMG_1504 IMG_1505IMG_1496IMG_0141 IMG_0145 IMG_0142IMG_0157 IMG_0147IMG_1513

Já no fim da tarde precisámos ir até Tivat (outra cidadezinha da baía de Kotor) devolver o carro e aproveitamos pra curtir o pôr do sol por lá.

IMG_0165Processed with VSCO with hb1 preset

Montenegro é ou não é apaixonante?

Ainda quero muito voltar pra conhecer o que não consegui dessa vez, tem tanta coisa linda pra se ver nesse país! ♥

//You Might Also Like

//14 Comments

  1. Gabi

    dezembro 5, 2017 at 9:25 am

    Adorei!! QUe fotos lindas, que por do sol lindo, que paisagens!!! Eu tenho muita vontade de ir pros lados do Adriatico e passar logo duas, três semanas de uma vez rs… fazer Croácia, Montenegro, Bosnia, e essa sua viagem deu uma bela inspirada!

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 9:34 pm

      Ahh que amor, Gabi! <3 Vá mesmo, é uma região muito encantadora!

  2. Claudia Hi

    dezembro 5, 2017 at 11:19 am

    Como pode existir uma água dessa cor?! Que vista linda! Não sei se as suas fotos que ficaram boas ou o lugar é lindo mesmo rs

    Ai que amor, quero ir nesse museu de gatinhos ♥

    Adorei a última foto Taís, achei criativo!

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 9:48 pm

      Esse mar é maravilhoso mesmo, Claudia.. fica até impossivel tirar foto feia de um lugar assim <3 haha fico feliz que tenha gostado das fotos!

  3. Lorraine Faria

    dezembro 7, 2017 at 1:59 pm

    caramba, que lugar sensacional! amei a vista, as montagens, essa agua que parece e mentira de tão linda, essas construções <333 um paraíso mesmo! só ia ter medinho do passeio de barco também haha suas fotos tão maravilhosas Taís!!!

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 9:53 pm

      É um lugar sensacional mesmo, Lorraine! <3
      E obrigada, fico feliz que tenha gostado das fotos ^^

  4. Wanila goularte

    dezembro 8, 2017 at 1:30 pm

    Caramba… Não me canso de conhecer lugares novos pelo seu blog e me perguntar se algum dia vou poder visitar essas maravilhas! hahah Fiquei muito encantada com as fotos, mas dispenso o calor, hahaha

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 10:32 pm

      Vai conhecer sim, Wan!! E pois é, o calor pode ficar fora do combo haha

  5. Ana

    dezembro 9, 2017 at 1:06 pm

    Ah, de novo, que lugar lindo! Quero visitar também! Como todos os outros lugares que você foi nas férias haha!
    Adoro que você coleciona faróis dos lugares que visita, eu coleciono postais 🙂

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 10:36 pm

      Não tenho de todos os lugares que visito que tenham mar, mas quem sabe um dia, quero ver essa coleção de farois maior hehehe 🙂

  6. Ana Beatriz

    dezembro 9, 2017 at 11:03 pm

    Como o mar é lindo, bem azul, socorro! Parece até que é um lugar super tropical. As ilhas são muito charmosas mesmo, dá vontade demais de visitar. E eu sabia bem pouco sobre Montenegro, realmente não é um destino que eu vejo tantas pessoas falando. E talvez esses que são mais “segredos”, sejam os mais legais, né?

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 10:42 pm

      Acho que é pq lugares que a gente mais ouve falar acaba ficando saturado de certa forma.. e dai os menos convencionais acabam sendo mais especiais. Não é regra, mas faz sentido haha

  7. Ana Jähne

    dezembro 9, 2017 at 11:25 pm

    Cara, eu nunca pensei em gter montenegro como destino de viagem. mas com esse post e as últimas férias na croácia, parece que isso vai mudar agorinha (principalmente ali qd você falou que nume ra armadilha pra turista, ó)
    ah… e como sempre… fotos lindas!

    1. Taís

      dezembro 12, 2017 at 10:44 pm

      Obrigada Ana!! E mulher, vá sim conhecer Montenegro ❤️

//Leave a Reply