Europa, Viagens

Buda fckn Pest

No comecinho de maio voltei pra Hungria e passei um dias em Budapest, foi muito bom poder voltar pra uma das minhas cidades favoritas.

E mesmo já conhendo a cidade, Budapest não perdeu seu encanto, só ficou ainda mais linda! Matei saudade de alguns lugares queridos, visitei outros novos que não consegui ir antes, provei novos sabores e me apaixonei de novo por esse lugar. Se alguém me pede dicas do que visitar na Europa, eu com certeza vou sempre falar que Budapest é uma parada obrigatória, além de ser muito barata, a cidade é incrível.

Eu não só amo  visitar esse lugar, como também moraria fácil por lá, não sei ao certo o que me fascina, se é a beleza de uma cidade velha e toda charmosa ou o poder de me atrair mesmo sendo uma cidade grande, com transito, com muita gente no metro. Acho que é o conjunto de tudo, de cada detalhe, só quem já visitou pra entender essa coisa maravilhosa que é Buda fucking Pest!

A minha primeira vez na capital húngara foi no outono de 2013 e este ano  fui na primavera, ou seja, não peguei o frio intenso ou o verão super quente. É engraçado esse contraste climático na Húngria, no inverno é muito frio e neva bastante dependendo da região, e no verão é um calorzão que passa dos 30.  As meias estações são boas pra quem não quer conferir nenhum desses extremos, mas eu morro de vontade de ver Budapest no natal cheia de neve e com os trams antigos decorados com luzes.

O pior ‘pesadelo’ pra quem mora na Irlanda é viajar e ter que pegar chuva, como se já não tivessemos chuva o bastante por aqui, aí claro que tive que pegar uns dias meio cinzas e chuvosos lá na Hungria, porque o negócio é assim, a gente sai da Irlanda, mas a Irlanda não sai da gente. O bom é que isso não atrapalhou tanto os planos assim, ufa!

É impossível não parar e ficar de boca aberta no tanto de detalhe lindo que essa cidade tem. com certeza uma das coisas que eu mais gosto de fazer lá é simplesmente andar e ficar admirando as construções, o tanto de história que tem em cada esquina.

Nas duas vezes eu fiquei na casa de amigos locais e não tem experiência melhor do que essa, poder ficar com locais, na casa deles e se sentir parte da cidade também de uma maneira diferente. Da outra vez fiquei mais afastada do centro, mas agora fiquei na região central, em um daqueles apartamentos bem típicos de Budapest, com aquelas varandas e vão enorme, cheio de plantas/flores.. Eu não sei explicar muito bem esse tipo de construção, mas é muito bonito e antigo, acho muito charmoso. Alguns deles por dentro são ainda antigos, mas tem muitos bem modernos por dentro. Se for pra lá tente ficar em alguma acomodação assim, é muito legal, provavelmente deve achar no Airbnb.

Gostei muito das coisas novas que fiz dessa vez, uma delas  foi ter ido conhecer a St. Stephen’s Basilica, mesmo que só por fora. E claro, tomar o famoso sorvete em formato de flor que tem alí na praça, é muito bom! O lugar tá sempre movimentado, é legal pegar o seu sorvete e ir sentar na praça mesmo e ficar admirando o local.

Tem mais de Budapest na categoria Hungria e logo eu volto pra mostrar os lugares novos e incríveis que coeci.

//You Might Also Like

//19 Comments

  1. Camila Faria

    julho 27, 2015 at 11:01 pm

    Taís, esses seus posts só me deixam cada vez mais com vontade de fazer as mala e VIAJAR!!! O namorido ama Budapeste e vive querendo voltar comigo. Tem isso de ser maravilhoso AND um pouco mais barato que outros lugares da Europa. Quero muito conhecer!

    1. admin

      julho 29, 2015 at 8:00 pm

      Vai com o namorido sim, Cá! Tenho certeza que você vai gostar 🙂

  2. Natalia

    julho 27, 2015 at 11:34 pm

    Cai aqui na hora certa então, tô com viagem marcada pra lá, já tô fuçando a categoria para pegar as dicas (:

    1. admin

      julho 29, 2015 at 8:01 pm

      Pode fuçar, Natalia.. Budapest é incrível, você vai adorar!

  3. Alessandra

    julho 28, 2015 at 2:49 pm

    Contando os dias! Daqui a exatamente duas semanas estarei lá. E claro que esse sorvete de flor super está no meu roteiro hehe. Nunca ouvi ninguém falar mal de Budapeste, então minhas expectativas são altas. E ainda por cima vai ter a Florence pra completar a experiência. Aguardando os outros posts. Beijos!

    1. admin

      julho 29, 2015 at 8:05 pm

      Isso é verdade, Alê.. também nunca vi ninguém falar mal de Budapest, todo mundo que vai gosta muito 🙂 já tô ansiosa pela sua viagem e esperando as fotos lindas que você vai tirar de lá <3

  4. Dalini

    julho 29, 2015 at 12:14 am

    Eu não sei se passa no mesmo lugar, acredito que sim, mas isso me lembrou muito o filme 'o grande hotel Budapeste' <3

    1. admin

      julho 29, 2015 at 8:05 pm

      Esse filme é muito legal! Mas se eu não me engano ele é filmado na Alemanha 🙂

  5. Kah Souza

    julho 29, 2015 at 7:33 pm

    Leio Budapest e já começo a cantar a musiquinha do George Ezra mentalmente, hahaha. Já stalkeei seus posts antigos sobre a Hungria e que lugar maravilhoso MESMO, amo essas cidades com cara de velhas e todas fofinhas, Budapest é um dos lugares que preciso conhecer na vida (e esse sorvete é um que preciso comer e tirar uma foto, pq né? muita lindeza) <3 hahaha

    1. admin

      julho 29, 2015 at 8:07 pm

      Hahaha é verdade e eu adoro essa música! 🙂
      Impossível não tira foto desse sorvete viu? Além de lindo é muito gostoso também!

  6. Bárbara Hernandes

    julho 29, 2015 at 8:04 pm

    Quero muito conhecer Budapeste, parece uma cidade lindíssima mesmo. Algumas pessoas me disseram que é parecida com Praga (e eu achei Praga linda!), você acha que essa informação procede?
    Agora, pára tudo pra esse sorvete maravilhoso! PRECISO!

    1. admin

      agosto 4, 2015 at 2:18 pm

      Eu também já ouvi dizer que Praga e Budapest são parecidas, mas como nunca fui a Praga não sei dizer hahahaha… acho que são parecidas no sentido de serem cidades antigas e charmosas 🙂

  7. Mellanye Cortopassi

    julho 30, 2015 at 6:20 pm

    Eu nunca fui pra Hungria, e sabe que, depois de tanto que me falaram, tenho um pouco de receio, acredita? Sempre que vejo fotos, fico de queixo caído, pq pelo menos Budapeste, é muito bonita. Mas falam tão " mal" que fiquei com medo hahaha Falam que tourist trap tem de montão e é muito fácil você perder dinheiro em restaurantes, dizem que eles passam a perna mesmo.
    E esse sorvete, apenas querendo! Que lindo :3

    1. admin

      agosto 4, 2015 at 2:35 pm

      Caramba, eu nunca ouvi isso de Budapest, todo mundo fala muito bem da cidade. Eu acho, não vou afirmar, mas o que pode acontecer de 'perder dinheiro' é que a moeda deles é muito confusa, principalmente pra calcular qual é o valor certo. Se você não está com alguém que seja local, ande sempre com um convertor de moedas pra garantir. Infelizmente tourist trap pode acontecer em qualquer lugar do mundo, tem sempre que ficar atento, mas não deixe de ir pra lá, vale muito a pena 🙂

  8. Thay

    julho 30, 2015 at 11:59 pm

    Se for parar pra pensar, Curitiba e Irlanda devem ser cidades similares. Chove mais do que faz sol, faz frio e sempre que a gente viaja para outras bandas, pega chuva! HAHA, pq aqui é assim tbm, a gente sai de Curitiba, mas Curitiba não sai da gente!

    E nem preciso dizer o quanto morro de vontade de conhecer Budapeste, preciso? A cidade é incrível, tem uma arquitetura fascinante e parece ser uma delícia de conhecer. Na verdade eu sou bem curiosa com a relação a arquitetura que o povo dessas bandas faz, principalmente no que se refere a mistura do antigo com o novo. Sempre estou vendo sites que mostram as reformas desses apartamentos, por fora antigos e por dentro super modernos e cool.

    Quero ver tudo isso ao vivo e provas esse sorvete de flor, que coisa mais linda da vida! ♥ (apesar de que, possivelmente, ficaria morrendo de pena de acabar com essa lindeza toda. Mas se eu não comer, derrete, HAHA ~~crises~~)

    Beijo, beijo!

    1. admin

      agosto 4, 2015 at 2:43 pm

      Thay, você precisa muito conhecer Budapest, tenho certeza que você iria amar, a arquitetura é muito interessante, eu que sou leiga fico fascinada, imagina pra você que entende? Faz favor de ir pra lá, e claro, me levar junto também hahaha 🙂

      O sorvete é uma caso sério, é bonito que dá dó de comer, mas é tão gostoso.. hahaha xD

  9. Larissa Ayumi

    agosto 5, 2015 at 7:11 pm

    Que lindeza! Quantos detalhes nos edifícios! Budapest está na minha lista de lugares que eu quero conhecer, bom saber que é barato hahahaha! E eu quero sorvete em formato de flor também hahahaha! *-*

  10. Gabi

    março 31, 2017 at 10:36 am

    Taís, que fotos lindas (as always). Você fala com tanto carinho de Budapeste, que dá vontade de bookar uma viagem djá – de preferência com você de guia. Esse prédio é lindo, eu AMO esses vasinhos com flores qye penduram nas sacadas/janelas/grades. Dão tanto charme – e em alguns casos, dão ainda MAIS charme. Em lugares como esses, tão carregados de história recente, da ainda mais vontade de se hospedar com locais, entender como viviam há tão pouco tempo, saber aquele detalhe pequeno de uma esquina que passaria batida pra qualquer outro turista. Você é sortuda de ter amigos aí. Beijos!

//Leave a Reply