Meninices, Pessoal

Cabelo natural: o processo

Meu último post aqui sobre cabelo foi esse falando da minha ruivice e nesse post comentei que estava meio perdida e não sabia o que fazer, se esperava um pouco meu cabelo ficar melhor pra voltar com as tintas ou se deixava ele natural.

Mesmo as pessoas dizendo pra eu não largar o ruivo e que aquela cor de cabelo ficava bem em mim, eu decidi que o melhor mesmo era voltar pra minha cor natural, essa fase maravilhosa de tentar ser o mais natural possível veio e só me trouxe coisas boas. Não só parei com as tintas, mas também tentei deixar de lado coisas como chapinha e secador.

A chapinha eu uso raramente, está até criando poeira, mas o secador eu ainda uso, seco de qualquer jeito mesmo, só pra secar rápido, já que é complicado deixar o cabelo longo molhadão secando naturalmente nos meses de frio, que são a maioria dos meses por aqui. Quando é verão eu tento não usar o secador o máximo que posso, porque sei que é a única curta época que posso deixá-lo secando assim natural.

Quem já passou por essa fase de tintas e esperar o cabelo crescer natural, sabe que requer muita paciência, é uma espera longa e que muitas vezes te faz desistir e tacar tinta mesmo. Tem a maneira mais fácil, que é tentar tingir de uma cor próxima, assim você não sente muito a demora, ou então esperar  a tinta toda sair, o que foi o meu caso.

Quando cheguei na Irlanda em agosto de 2013 meu cabelo estava assim, crescendo a raiz, mas ainda com muito ruivo pela frente pra sair. Antes de vir eu tinha dado uma cortada pra sair todas aquelas pontas fracas.
Em novembro do mesmo ano ele já estava assim,  crescendo e crescendo, mas ainda naquela fase chata, que dá vontade de voltar pras tintas. (foto na Hungria)

Mas segui firme forte com meu objetivo e mesmo estando com um cabelo que eu não tava curtindo, fui deixando crescer e esquecer um pouco disso. Foi aí que eu cancei daquela juba toda que ficava cada vez maior e sem graça, em abril de 2014 resolvi cortar ele um pouco mais ‘curto’, o que ajudaria sair mais a tinta.

E eu não poderia ter ficado mais feliz, além de ter saído uma boa parte da tinta, eu pude ver o quanto meu cabelo ficava cada vez mais saudável, pensava o quanto toda aquela espera já estava valendo a pena, com certeza ter cortado ele em abril me deu forças pra continuar essa jornada do cabelo natural. (foto em abril de 2014, uma na Irlanda e outra na Espanha)

 

Eu cortei com uma brasileira super simpática que também é da onda mais natural possível e que faz os cortes dela à seco, justamente pra você ver como vai ficar o seu cabelo no dia dia mesmo, o que é maravilhoso. Ela incentiva as pessoas também a largar essa coisa de chapinha e pede pra ir com seu cabelo natural no dia do corte, assim ela te mostra um jeito legal de deixar seu cabelo sem depender de outras coisas. Muito legal né?

As próximas fotos foram em julho-outubro de 2014.

 

Confesso que não corto o cabelo desde abril do ano passado e agora ele tá enorme, sinto que gritando por um cortezinho novo e estou pensando seriamente em cortar como da última vez. Mas estou dividida, por um lado agora to gostando bastante do estilo todo bagunçadão dele e longo, com as pontas que ficam onduladas naturalmente e de outra cor, sei que se cortar ele vai perder tudo isso. O bom que com um corte como o anterior tiraria de uma vez por todas a tinta que ainda resta no meu cabelo!! Pois é, amigas, que decisão difícil viu. haha

Agora umas fotos bem atuais que tirei essas últimas semanas

 

Digo que ter voltado pro meu cabelo natural foi a melhor decisão que fiz, mesmo com todo mundo cheio de mimimi e me ‘tacando pedras’ porque eu estava largando o ruivo, eu sei que é uma cor maravilhosa e que eu amo, mas já tá na hora das pessoas pararem de colocar essa cor num pedestal, porque nós somos muito mais que uma cor de cabelo, não é mesmo?
Quando adolescente eu não gostava do meu cabelo natural, desde os meus 12 anos tô fazendo alguma coisa, seja uma parte azul aqui, outra rosa ali, um cabelo pretão azulado, outra vez platinado/branco… meu cabelo tem muita história pra contar, já passou por vários estilos e cores, mas hoje eu falo, não tem nada que me faz sentir tão eu quanto me ver com a minha cor de cabelo.
Foi ótima e muito legal a fase de todas as tintas, mas agora não pretendo mesmo voltar pra elas tão cedo. Super incentivo quem quer também largar das químicas e ser mais natural, é um processo lento, requer muita paciência, mas vale muito a pena quando você sente seu cabelo super saudável e você livre de químicas, fora também não ficar refem de ter que retocar o cabelo toda hora. É um gostinho de liberdade!
Daqui um tempinho eu volto pra mostrar ele todo natural mesmo (quando eu tomar coragem de cortar essas pontas), mas calma que vai demorar, pra não deixar vocês enjoados com essa overdorse de ~selfie~ num post só!
E você, já passou por esse processo também? Conta pra mim!

//You Might Also Like

//20 Comments

  1. celle coelho

    agosto 12, 2015 at 12:24 am

    menina, teu cabelo cresce rápido, hein! sei que as fotos foram bem espaçadas, mas o meu num cresce nessa velocidade não hahaha
    tá maravilhoso e parece estar super saudável também! e você é linda de qualquer jeito, não tem por que te criticarem como se um cabelo cobre fosse tudo na vida 😛 gostei do mais curto também, a gente fica até mais leve, né? haha

    beijo!

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 9:58 pm

      Obrigada, Celle! <3
      E só percebi que ele cresceu rápido quando olho as fotos hahaha na verdade ele começou a crescer mais rapido depois que parei com as tintas 🙂

  2. Bárbara Hernandes

    agosto 12, 2015 at 7:50 am

    Taís! Amei esse post! Seu cabelo tá lindo agora, mas também gostei muito dele nessas fotos de quando você cortou – aliás, seu cabelo cresce rápido, hein?! Em pouco mais de um ano já está enorme! Eu cortei o meu bem curto em março e ele já cresceu bastante. Apesar de gostar dele longo, tô amando essa fase dele mais curto – seca beeeeem mais rápido e é mais fácil de cuidar! Por enquanto ainda fico nas tintas rosas, quem sabe quando ele estiver longo o suficiente eu corto o rosa e fico com ele curto de novo natural?! Mudar é muito bom, né?!

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 10:12 pm

      sim, mudar é sempre bom! Eu gosto dele longo também, mas as vezes é legal mudar um pouco o corte.. gosto desse processo de ver crescer tb haha 🙂
      E o cabelo começou a crescer mais rapido depois que parei com as tintas, uma maravilha ♥

  3. Larissa Ayumi

    agosto 12, 2015 at 3:12 pm

    Que legal Taís! Eu também passei por isso depous do meu 1 ano de ruivice, a pior parte é realmente a que fica uma raiz enorme. Mas a cor do seu cabelo natural é linda, acho que valeu a pena toda a espera hehe! Eu adorava seu cabelo ruivo, mas nada se compara com a gente se sentir bem e saudável, incluindo os fios hehe!

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 10:42 pm

      Obrigadaaa <3
      realmente, nada se compara em se sentir bem e saudável, ver o cabelo assim agora é muito bom!

  4. Débora de Queiroz Moreira

    agosto 12, 2015 at 3:34 pm

    Acho bem diferente quando queremos mudar para nos sentir diferentes de quando nós mudamos porque não gostamos de algo em nós mesmo. Você neste momento está vivendo a saga de descobrindo sua beleza natural o que é maravilhoso. O seu cabelo ficou maravilhoso assim, tanto na textura, quanto na beleza, sem falar que o tom dele natural é tão uniforme na sua pele, acho que foi a melhor decisão que você fez. Demorar crescer nos deixa nervosas né? Ansiosas para ver o produto final, mas acho que é isso o que nos faz valorizar no final.

    Clichê de Escritora

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 10:47 pm

      Muito obrigada, Débora!
      Realmente, a gente fica nervosa e quer ver logo o resultado final, mas acho que esse processo todo também é um aprendizado e como você disse, a descoberta da beleza natural
      🙂

  5. Thay

    agosto 12, 2015 at 6:32 pm

    Seu cabelo está lindo, Taís! ♥

    Adorava a fase ruiva também, realmente é uma cor que combina com você, que tem a pele clarinha e as feições delicadas. Fora isso, super te apoio a entrar em contanto com sua cor natural, rs. Sempre tive vontade de pintar o cabelo, mas a história de manutenção (e o que a tinta faria com meus fios) sempre me fez adiar. Hoje em dia ainda tenho vontade, mas logo passa. Acho que acabei tendo sorte em não agredir meu cabelo com química, visto que ele é muito saudável e não preciso me preocupar muito com ele. Faço cortes esporádicos para que continue crescendo forte, hidratação uma vez por mês e lavo normalmente.

    E quanto a essas pessoas que não conseguem cuidar da própria vida: pergunte se elas não tem um lote pra carpir! HAHA, eles cuidam disso e você faz o que quiser com o próprio cabelo, fim da história. ;D

    Beijo, beijo! ♥

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 10:51 pm

      hahaha obrigada Thay! 🙂
      A manutenção e os estragos que as tintas fazem deixam a gente com receio mesmo, ainda mais pra vc que nunca pintou. Eu diria pra vc que se tens vontade de pintar pra ver como é, talvez aquela cor que vc sempre imaginou, faça.. pelo menos uma vez, mas se não quiser, tb não precisa, o importante é vc se sentir bem com a escolha, né? 🙂

  6. Camila Faria

    agosto 12, 2015 at 9:39 pm

    Taís, eu sou super suspeita para falar porque adoro essa vibe mais natural também. Acho lindo e raramente uso secador ~ e nem tenho chapinha. Seu cabelo sempre foi bonito, mas diria que está ainda mais lindo hoje. Mudar de vez em quando é bom, e não sou contra tintura, mas adoro cabelo natural e bonito.

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 11:08 pm

      Ai, é bom mesmo essa vibe toda natural, Cá.. e eu acho o seu cabelo linnnnnnnndo também! <3

  7. Kah Souza

    agosto 13, 2015 at 2:30 am

    Taaa, seu cabelão tá maravilhoso! Eu adoro esses cabelos naturais, sempre tem essa aparência de saudável e bem cuidado. Tb fui dessas crianças/aborrecentes que começou a fazer arte no cabelo logo cedo. Até que enjoei uma época de tanta tintura e fiquei um BOM tempo com ele natural, e o resto da história você já sabe, né? Hahahahha.

    Eu acho que cada fase é uma fase e a gente tem que curtir. Pode ser que daqui um tempo você enjoe dele natural e resolva pintar de azul, sei lá, ou pode ser que você nunca enjoe e fique com ele assim pra sempre, ninguém tem nada que ficar falando, né? HAHAH. De qualquer forma tá linda assim, como tava linda com cabelo laranjinha e como vai ficar linda se um dia pintar de azul. HAHAHAH.

    Beijos!

    1. admin

      agosto 18, 2015 at 11:13 pm

      Obrigada, Kah!
      E sim, a gente tem que curtir cada fase mesmo e sempre fazer o que nos faz sentir melhor, né? haha
      olha.. se eu te contar que eu morria de vontade de pintar o cabelo inteiro de azul? hahahaha quem sabe um dia eu enjoe dele natural e não faça isso? vamos acompanhar xD

  8. Lolla

    agosto 14, 2015 at 2:21 pm

    Pinto meu cabelo há um bom tempo, porque desde os 20s tenho fios brancos que foram aumentando com os anos e como eu não curto o visual, de uns anos pra cá a quantidade começou a incomodar e eu comecei a pintar. Testei um castanho claro meio ruivo recentemente (no salão, porque estava pintado de castanho bem escuro antes) e gostei muito da cor, só que dava trabalho pra manter e eu não sou exatamente disciplinada. Voltei para uma cor próxima do natural e vou manter. Amo cabelos mega coloridos, mas infelizmente não combina com o meu estilo e portanto me mantenho nas cores clássicas. 🙂 Seu cabelo ruivo era bonito, mas preciso dizer que gostei muuuuito mais do tom natural, chocada com a beleza da cor e a evidente saúde dos fios nas últimas fotos! ♥

  9. BA MORETTI

    agosto 16, 2015 at 2:57 am

    sen or, teu cabelo tá lindemais.

    eu fiz a cagada de cortar. e digo cagada porque eu realmente não curti o resultado in real life. pra pose de foto ele fica lindo mas no dia a dia é uma tristeza HAHAHA o que salva é a praticidade. mas já tô louca pra deixar ele compridão novamente e (yay) total in natura ♥

  10. Mariana Anjos

    agosto 17, 2015 at 2:41 pm

    O ruivo ficava lindo, mas a cor dele natural é mais linda ainda.
    Eu adoro esse tom, e realmente deixar natural o cabelo fica bem melhor e brilhante.
    Tava nessa de deixar natural mas como passei castanho a ultima vez, ele vai ficando avermelhado (odeio), ai acabei tonalizando.
    E não corta muito não, ta lindo assim cumprido 🙂

  11. Anne

    agosto 18, 2015 at 1:15 am

    Seu cabelo tá lindo! Cor bonita, comprimento bonito…
    Eu sou ruiva ~de salão~ e não pretendo largar porque não curto a cor natural do meu cabelo mesmo. Mas acho bacana quem consegue deixar natural.
    Beijo

  12. Alessandra

    agosto 21, 2015 at 8:29 pm

    Seu cabelo está belíssimo,Taís! Sou super suspeita pra falar sobre corte, já que sou adepta da tesouras. Desde que cortei curto, só consegui deixar crescer uma vez e não pretendo fazer isso de novo. Quanto às tintas, eu preferia não ter que pintar, mas tenho o problema dos brancos assim como a Lolla. Mesmo assim, fico um tempão sem pintar por preguiça. Se eu estivesse no seu lugar, cortaria só pra ter o prazer de tê-lo todo naturalzão. :-***

  13. Dayse Fashion

    agosto 30, 2015 at 1:18 am

    Oie Taís, tudo bem? Admiro muito a sua atitude, eu também estou neste processo, já parei com a chapinha faz uma semana, e em breve quero parar com as químicas também! bjssss e bom fim de semana!

//Leave a Reply