Os palácios de Seoul: Changgyeonggung & Changdeokgung

Além de ter ido visitar o Gyeongbokgung, durante nosso tempo na Coreia conseguimos visitar mais dois dos Cinco Grandes Palácios.

Esses aqui ficam praticamente juntos e faz mais sentido visitar os dois de uma vez só. Apesar de também fazerem parte das atrações principais de Seoul, esses aqui estavam bem mais vazios do que o Gyeongbokgung.

Deu pra sentir ainda mais aquela serenidade que esse tipo de arquitetura passa pra gente. Amei demais ter conhecido esses dois palácios.

Changgyeonggung

Começamos pelo Changgyeonggung, assim meio sem querer. Acabamos indo na direção da entrada dele, mas pelo que percebemos as pessoas normalmente vão ao outro primeiro.

O Changgyeonggung foi contruído na metade do século 15 pelo rei Sejong (adoro esse nome haha). Ele foi o quarto rei da Dinastia Joseon e foi ele mesmo que criou o Hangul, o alfabeto coreano. O cara não era pouca coisa não, viu?

Assim como os outros palácios, esse também foi bastante destruído durante as invasões do Japão. E durante a época colonial japonesa, eles construíram ali um zoológico e um jardim botânico, que anos mais tarde acabaram sendo realocados.

Um lugar muito bonito e ainda com a vantagem de que tinha pouquíssimas pessoas visitando. Maravilhoso, uma delícia passear por ali!

Para ir até o outro palácio tem um portão no meio que conecta os dois. Se não me falha a memória, custa 3,000 won para entrar em cada um separadamente. Mas, se você já pagou pra entrar em um e está indo para o outro passando por esse portão do meio, você só paga 1,000 won chegando ali para visitar o segundo palácio. Eles não vão te cobrar o valor cheio da entrada principal, já que você está dentro do complexo.

Changdeokgung

O Changdeokgung é o segundo mais antigo dos Cinco Grandes Palácios e era considerado o favoritinho dos principes da Dinastia Joseon.

Esse é o único palácio que foi listado como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Foi levado em consideração alguns detalhes para o Changdeokgung receber esse título. Mesmo que também tenha sido bastante destruído durante as invasões que a Coreia sofreu, ele é o que tem as estruturas mais antigas que sobreviveram esses ataques. Além disso, a forma como o palácio foi planejado foi levado em conta. As construções do Changdeokgung se misturam com a topografia natural do local, em vez de se impor a ela, principalmente a área do seu jardim. E acredito que essa harmonia entre os arredores e o palácio tenha feito ele se destacar.

Nós não andamos pelo jardim (tem um tour específico pra isso), vimos outras partes. Acabei não tirando muitas fotos aqui e não vou conseguir retratar a grandeza desse lugar, mas ficamos babando também nessa arquitetura. Impressionante!

Amei tanto essas portinhas do meu tamanho! haha
Que lindeza de lugar! ♥

Se você tiver tempo no seu roteiro, visite sim esses dois palácios além do
Gyeongbokgung. Pode parecer ”mais do mesmo”, mas são lugares lindíssimos e com uma arquitetura de encher os olhos.

(Todos os posts da minha viagem pela Coreia do Sul aqui).

Comments

  1. Amo lugares com muita arquitetura e partes antigas. Nos lembra do passado e do atual, e de como é importante valorizar locais históricos.
    Gostei muito da porta que deve ser só um POUCO mais alta que eu! (Tenho 1,53).

  2. Quantas fotos lindas Taís, estou adorando suas edições!

    A arquitetura realmente é linda, tão detalhada… gostei bastante desses tijolinhos aparentes meio cinza/preto.

    Ai só você pra conseguir tirar foto em lugares turísticos sem ninguém aparecendo haha

  3. Wow! Acabei de voltar da tailandia e estou com coceira de ver mais da Asia, que mundo diferente !!! Japao e Coreia sao sonhos no momento. Fotos lindas tb e adorei aprender mais sobre as dinastias.

Trackbacks

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

© 2019 Nýr Dagur · by MinimaDesign