Europa, Viagens

Danke, Köln!

Final de semana que passou eu e Lari nos aventuramos em terras alemãs!
E assim, mais um lugarzinho nesse mundão me conquistou e ficou com uma parte de mim, sou dessas que deixo um pouco de mim em todo lugar que passo e fico com aquela saudade enorme e sensação de perda depois, e bem..  Köln, na Alemanha, ficou com um desses pedaços.
Se vocês me perguntassem qual seria a primeira cidade na Alemanha que eu gostaria de visitar,  Köln (Cologne em inglês e Colônia em português) não estaria no topo da lista até uns tempos atrás. No final de 2014 conheci uma alemã aqui em Dublin que ficou super minha amiga e ela é de lá. Quando ela voltou pra terrinha dela fiquei devendo uma visita e comecei a pesquisar sobre Köln, não deu certo de ir na época (e no final das contas ela voltou a morar aqui), mas essa cidade ficou marcada na minha memória e não pensei duas vezes em chamar a Lari pra ir comigo pra lá!
E preciso falar que aconteceram duas coisas que eu não imaginaria, assim num passado nem muito distante: primeiro, que eu iria ficar toda apaixonada por Köln e que essa viagem iria ser legen.. wait for it.. dary! Foi sensacional mesmo, eu já tinha ouvido que a cidade era muito legal, mas fui sem grandes ou zero expectativas e no final das contas tô aqui chorando baixinho e querendo voltar pra lá o mais rápido possível, olha só! E segunda, não imaginaria mesmo que aquela menina que indicou meu blog nesse post aqui (em 2012, caramba, hein, Lari?haha), porque gostou dessa vibe toda de viagem do meu blog e disse que eu a fazia querer largar tudo e sair por aí no mundo, iria de fato, cruzar o oceano e vir parar na Irlanda e ainda fazer uma viagem dessas comigo!! A vida é uma linda e doida surpresa, não é?
Nosso voo saiu daqui numa sexta à noite e foi loucura (tenho certeza que foi só uma previa do que seria a viagem toda), quase perdemos o voo por conta de atraso do ônibus pra chegar no aeroporto, eu e Lari correndo que nem doidas que fizemos o embarque mais rápido dessa história, check in/verificar malas/ entrar no avião, tudo em 20 minutos! Maior correria, com direito a quase tombo meu na pista de decolagem porque eu sou bem cega e não vi uma faixa de proteção da aeronave. E chegando em Köln foi mais uma aventurinha pra chegar no hostel, à noite, tendo que pegar um trem e um metro.. assim, no meio dos bebados tudo e em alemão, mas deu tudo certo!
Chegamos no hostel bem cansadas e fomos recepcionadas por um chileno bem gente boa, esse era só o primeiro de tantas outras pessoas legais que cruzaram nosso caminho nessa viagem, que tenho certeza que tanto eu quanto a Lari vamos lembrar de todo mundo com muito carinho, seja a senhorinha da loja das luvas que não falava inglês e desembestou a falar em alemão com a gente, ficando toda felizinha quando soltei um ‘danke’, o japonês que tirou uma foto super legal da gente, os companheiros de hostel, como o grupinho de amigos irlandeses de Belfast e a família brasileira viajando pela Alemanha – saudade dos nossos papos na cozinha! Como também o senhor do off-licence que tava falando com a gente em sei lá que língua, mas nós super nos entendemos, e ainda pagamos a cerveja mais barata da vida. E claro também, o grupinho de alemães locais que a gente conheceu super aleatoriamente e que pareciam que já eram nossos melhores amigos. Quando eu digo que viagem é muito mais que só ir pra um outro lugar e conhecer os lugares turisticos… vocês acreditam em mim?
Eu só sei que nós vivemos uma semana em um dia, de tão legal e intensa que essa viagem foi, só no sábado a gente fez tanta coisa divertida que no domingo não tivemos forças pra mais nada a não ser morrer no cantinho do aconchego na cozinha do hostel, pra não dizer que não fizemos nada, ainda tentamos ir a um museu e andamos mais um pouco pela cidade, mas eu acabei perdendo minha carteira (recuperada, ainda bem! Obrigada você anjo na terra que a devolveu) e não fizemos nada assim muito turistico.
Mas o sábado valeu por tudo e aqui fica a grande saudade dessas coisas (não necessariamente nesta ordem).
♥ Andar pelas ruas de Köln e se encantar pela cidade (parando em lugares aleátorios pra tirar foto só porque a luz tava linda).

♥ Parar numa loja de Lego e ficar surtando querendo comprar tudo.
♥ Achar Yakult no supermercado e claro, também surtar (Ai Lari, quero beber tudo, mas vai dar dor de barriga?)
♥ O Supermercado, sim, é sempre uma atração a parte.
♥ Ver as peças da nossa marca alemã favorita (e da vida, aff é amor demais), assim, aos montes, coisa que a gente não acha aqui (mesmo que a loja esteja fechada e a gente quase chorou babando na vitrine).
♥ Andar pelo rio Reno e atravessar a ponte, tendo uma vista tão linda da catedral gótica da cidade, Kölner Dom.

♥ Subir os 533 degraus da Kölner Dom e ter uma vista maravilhosa da cidade (mesmo que eu não tenha conseguido me mover de dor no outro dia)
♥ Comer Apfelstrudel (e a mostarda alemã, a melhor que já provei!!)
♥ Tomar cerveja, muita cerveja… maravilhosa e… absurdamente barata! Destaque claro pra cerveja local chamada Kölsch, gostei muuuuuuuuito! Socorro, quero na torneira de casa.
♥ Não poderia faltar também o Glühwein, coisa mais delicinha, ainda mais no friozinho.
♥ Ir para rua onde mora o perigo (piada interna), comprar duas Kölsch por apenas 3 euros e ficar no frio vendo o movimento passar. E se sentir em casa, porque tava todo mundo vestido igual a gente.
♥ Sair pra bar/balada de tênis e super confortável sem ter nenhuma menina te medindo por isso (como as irlandesas/brasileiras fazem), afinal, essas alemoas lindas também tavam tudo de tênis, ai que coisa mais maravilhosa, sei que pode não fazer sentido pra muita gente, mas se você não gosta de salto, vai me entender nessa.
♥ Bar de rock muito legal, e ainda tocando várias músicas do Rammstein, minha banda favorita alemã. Alias, Lari disse que a Alemanha tem uma fama de night life boa, fomos conferir  e é isso mesmo!
♥ Fazer amizade com um grupinho de locais suuuper queridos, bff já! (A Turca, o Pascuale e o Chucrute – nomes ficticios, óbvio?) que levaram a gente pra uma balada tocando Of Monsters and Men e que tinha pebolim ( Dona Lari arrasooou, joga muito essa menina, ganhou de 7×1)
♥ Ter uma trilha sonora pra essa viagem, Kölsche Jung – que  eu, Lari, Turca, Pascuale e Chucrute pulamos e cantamos como numa cena de melhores amigos de filme, claro que nós duas tupiniquins só no ‘oohh ohhh Ijeho” porque a música é no dialeto de Köln, que nem sei se os outros alemães  também entendem muito.
♥ E…. ter gastado em torno ou menos de 140 euricos, isso mesmo, em toooooda a viagem, incluindo voos, acomodação, comida e tudo mais. Me diz se não é magica? Pode ser mágica nossa, da Alemanha ou do nosso estilo de viagem, mas só sei que foi muito barato e nos divertimos horrores! Manda mais!

Lari, muito obrigada por esse viagem que foi incrível. Além de ser uma amiga foda, ainda topa minhas loucuras e o jeito que gosto de viajar.

E claro, ainda voltamos com um lição pra casa que Chucrute nos ensinou: Du bist so alt wie du dich fühlst. Que gosto assim em alemão mesmo, nem vou colocar tradução, mas a lição aprendida e o significado é algo como…. meio que a nossa idade não importa, e sim como a gente se sente, se eu me sinto velho, sou velho, se me sinto nova.. sou nova.. e guardei isso comigo. Sempre vou me sentir com esse espírito jovem e explorador, sempre pronta pra novas aventuras!

Com lágrimas nos olhos digo: Danke, Köln! Um dia a gente se ve de novo.
(vai ter mais um post com mais fotos, guenta aí!)

//You Might Also Like

//21 Comments

  1. Lari

    janeiro 14, 2016 at 10:53 pm

    Ai sem or, pq fas isso comigo Taís? HAHA. Não consigo parar de chorar depois de ler seu post. Meu Deus, foi uma das melhores viagens que já fiz e como eu queria voltar amanhã já pra viver tudo isso de novo, ou ao menos, quase tudo, haha! Que saudades que já deu. Obrigada você pela companhia, por topar fazer tudo, até mesmo morrer de ressaca juntas no dia seguinte. Foi o que falamos, essa viagem só serviu pra fortalecer a amizade, bem partners in crime, haha! Só posso desejar que venham mais e mais aventuras juntas (meu Deus, foi em 2012 aquele meu post!), como o mundo dá voltas, né, quem diria que a gente estaria muito doidas na Alemanha quatro anos depois, haha. Enfim, ansiosa pras nossas próximas loucuras, seja fazer um pavê, ir a um show, ou andar na neve. <3

    1. admin

      janeiro 18, 2016 at 10:56 pm

      Aiiiin Laaari!! Sua linda <3
      se depender de mim ainda teremos mais muitas loucuras juntas.. inclusive voltar pra essa Alemanha maravilhosa! hahaha

  2. Mariana Anjos

    janeiro 14, 2016 at 11:44 pm

    Já tô morrendo de vontade de viajar… Aí vejo essas fotos de viagens e histórias por aqui e não me aguento rs quero pegar o primeiro avião pra longe daqui ..
    Não tem vontade de voltar pro Brasil? Rs

    Beeijo

    1. admin

      janeiro 18, 2016 at 11:03 pm

      Viajar é uma das melhores coisas da vida, impossível não querer fazer seeempre! haha
      Brasil? Só pra visitar! haha
      Beijos :*

  3. Laura Nolasco

    janeiro 15, 2016 at 2:14 am

    Aíii, eu fico vendo seus posts e só sonhando!
    Acho que a melhor coisa de viajar é realmente conhecer as pessoas dos lugares, interagir com a cidade mesmo, com a vida ali…
    Adorei ver tudo isso, me diverti lendo algumas coisas hahhah…
    Beijos!
    A Menina da Janela

    1. admin

      janeiro 18, 2016 at 11:05 pm

      Com certeza, uma das coisas que mais gosto em viagens é conhecer pessoas e sentir a cidade, ver a vida vivida ali! 🙂
      hahaha que bom que se divertiur lendo 🙂
      Beijo, Laura :*

  4. Thayse Stein

    janeiro 15, 2016 at 12:44 pm

    Cara, que bonita a amizade de vocês, tô aqui admirando, viajando junto com esse post todo lindo e especial. Sabia que Colônia é um dos lugares que eu mais quero conhecer na Alemanha? Eu não sei da onde meus antepassados alemães são, mas eu tneho uma atração muito forte por lá desde que um post de algum blog, que não lembro qual, falando sobre as feirinhas de Natal. Eu fiquei tão, tão, tão encantada que já imaginei várias vezes como seria incrível uma viagem pra lá! Quando eu vi pelo teu Instagram que tavas por lá, já fui encher teu saco para exigir postagens no teu blog, porque queria muito saber mais, saber dos detalhes e fiquei toda empolgada quando abri aqui nessa manhã de sexta-feira e vi tudo isso <3 Com certeza, acredito em ti que viagem é muito mais que conhecer um lugar, é uma experiência que não dá pra mensurar, envolve tudo e nos marca pra sempre, nos muda pra sempre (fiquei bem comovida com aquilo que tu disse no Instagram sobre deixarmos pedaços de nós por aí). Eu também amo ir em Supermercados ~estrangeiros~, tudo bem que só fui na Argentina, mas fico imaginando como devem ser os outros e *-* E gente, sério, chocada com o valor total da sua viagem, achei MUITO bacana tu mencionar isso e "provar" que dá pra fazer coisas muito maravilhosas nessa vida é só a gente querer… Aguardando ansiosamente pelos próximos posts e indo lá no blog da Lari ver as impressões dela!

    Beijos,
    brilhodealuguel.com

  5. Wanila

    janeiro 15, 2016 at 12:46 pm

    Que delícia que parece ter sido essa viagem! Quando penso em Alemanha penso diretamente em Koln porque acompanhei uma menina que fez intercâmbio pra lá e babava nas fotos dela, hahaha. Continua aí na Irlanda que um dia eu vou te visitar viu? hahaha

  6. Julie Chagas

    janeiro 15, 2016 at 12:55 pm

    Que sonho! Amo a Europa, já fui algumas vezes, mas nunca neste lugar.
    Quem sabe um dia eu consiga visitar 🙂

  7. Katarina Holanda

    janeiro 15, 2016 at 5:09 pm

    Que post mais lindo! <3 Dá pra notar na sua "fala" o quanto foi especial, to doida pra ver as fotos! Mas confesso que já joguei no google e vi o quanto essa cidade é linda, hahaha. *-* Viajar é isso mesmo, histórias engraçadas, amigos, cultura, GENTE! <3

  8. Flaviele Leite

    janeiro 15, 2016 at 5:22 pm

    eu adoro como a internet une as pessoas desse jeito doido e imprevisível. adorei como descreveu a viagem de vocês. e lari, 7×1? hahahahaha aí sim.
    ansiosa para ver mais fotos 🙂

  9. Elisa Mello

    janeiro 15, 2016 at 6:33 pm

    Ahhh olha que lindaaaas você e a Lari *-*
    E que viajem incrível, chorei com a lista de ♥ corações, tanta coisa legal que deu vontade de estar com vocês no meio disso tudo. hahaha

  10. Camila Faria

    janeiro 15, 2016 at 10:07 pm

    Eu conheço Köln Taís, é realmente um lugar incrível. Eu ainda fui em dezembro, bem perto do Natal, ou seja, um monte de feiras natalinas maravilhosas a cada esquina. Muito frio e muito Glühwein. Hahaha!

  11. Thay

    janeiro 16, 2016 at 10:22 pm

    AIN Taís, também quero viajar com você! <333

    1. Thay

      janeiro 18, 2016 at 10:54 pm

      Nossa, voltei pra comentar algo que esqueci e agora que vi que meu comentário foi COMIDO! Tenho certeza que não comentei só uma frase, UGH. Agora esqueci o que queria falar agora, haha T_T

  12. Ana Jähne

    janeiro 18, 2016 at 3:03 pm

    ai cara, tava vendo tuas fotos pelo insta lá do brasil. da próxima vez que pisares por terras teutônicas a gente se vê. 😉

  13. Ana Schuller

    janeiro 19, 2016 at 10:51 am

    Muito bom ler esse post novamente e ver que vocês duas curtiram imensamente essa viagem. Fico realmente super feliz que você voltou pra casa com lembranças maravilhosas de um pedaço importante da Alemanha. Te aguardo aqui no sul!
    beijão

  14. BA MORETTI

    janeiro 24, 2016 at 3:15 am

    eita quanta coisa boa mulher 🙂 e a vida é essa loucura, cheia de surpresas mesmo. que bom que bom ♥

  15. Fernanda Prestes

    fevereiro 1, 2016 at 6:53 pm

    Ai caramba, fico 1 mês fora da internet e vc posta um monte de coisas maravilhosas! hehe Imagino como vcs se divertiram.. esse tipo de viagem é dos meus! Mtos passeios e gastando pouco haha

    Nunca tive curiosidade de conhecer a Alemanha..mas depois da oportunidade de passar um fim de semana em Cochem isso mudou completamente!!! Que lugar perfeito.. agora preciso juntar muitos Euros pra voltar e conhecer um tantão de lugares por lá 😀

  16. Alessandra

    fevereiro 2, 2016 at 7:21 pm

    Bar/balada de tênis é muito amor! E que legal saber como você e a Lari se conheceram! A internet proporcionando amizades lindas. 🙂

  17. Um amor chamado Köln – Nýr Dagur

    março 12, 2016 at 1:10 pm

    […] você leu o post Danke, Köln já sabe que tivemos uma viagem muito legal e que voltei amando muito essa cidade, querendo voltar […]

//Leave a Reply