Europa, Islândia, Viagens

Gullfoss

Dá pra acreditar que dentro dessa paisagem congelada existe uma cachoeira? É a Gullfoss, uma das cachoeiras mais conhecidas e visitadas na Islândia. O país é cheio de cachoeiras incríveis e essa é uma delas que não pode deixar de ser vista.
Depois da nossa primeira parada no þingvellir National Park, que já me deixou de coração acelerado com tamanha beleza, seguimos rumo ao nosso segundo destino que eu já sabia que também seria incrível. No caminho entre os dois lugares, ficava de boca aberta com toda aquela beleza que nos cercava, era difícil acreditar que eu estava realmente alí, depois de anos vendo tudo aquilo por fotos e olhar pro lado, olhar pra tudo aquilo a minha volta e dizer pra mim mesma: finalmente, você está na Islândia e não é em sonho.
A paisagem na estrada era composta por casinhas no meio do nada, montanhas, os cavalos islandeses, que são conhecidos por sua fofura e têm muita história pra contar, e neve, muita neve!

Lá pelo século 20,  Tómas Tómasson era o dono das terras naquela região e a Gullfoss fazia parte. Uma de suas filhas, a Sigríður Tómasdóttir era apaixonada pela cachoeira e ela junto com outras irmãs serviam de guias para os turistas que ali chegavam na época. Era difícil de chegar lá, mas elas construíram uma trilha que possibilitava descer pra ver melhor a Gullfoss.
 O que me parte o coração é imaginar a possibilidade dessa cachoeira não existir lá hoje, investidores estrangeiros ofereceram dinheiro ao Tómas e queriam construir uma hidrelétrica no local, mas é claro que as forças da natureza que habitam nesse país não deixaram. Parece que faltou dinheiro e também tem uma lenda, que indica que a Sigríður foi uma das primeiras ativistas islandesas, uma mulher forte e que fez de tudo para preservar o local, ela ameaçou se jogar da cachoeira e também fez uma caminhada até a capital, descalça, em protesto contra a construção da hidrelétrica. Hoje existe um memorial em homenagem a Sigríður ao lado da Gullfoss.

Eu já tinha ficado toda boba em ver uma lagoa congelada, agora vocês imaginem a minha emoção em ver uma cachoeira congelada, olha, foi uma das coisas mais lindas que eu já vi na minha vida, é incrível! Demais ver a imponência da natureza dessa forma, vale todo o frio que entra nos nossos ossos pra poder chegar perto de uma coisa tão fantástica assim.

Eu agradeço muito todas as camadas de roupas que vesti naquele dia e que me ajudaram a suportar todo aquele frio pra andar por tudo ali. Mas, da próxima vez, vou lembrar de levar luvas melhores porque as minhas não deram conta no dia mais frio da minha vida, eu tirava por questões de segundos e já foi suficiente pra fazer minha mão doer muito! Não é exagero da minha parte, mas doeu mesmo, não sentia meus dedos, não sentia nada.

Lembro que vi um cara com essas luvas com os dedos cortados, eu olhei pra ele e fiz uma cara de sofrimento, as minhas com dedos já estavam me fazendo sofrer, não queria estar na pele dele. Ele veio puxar papo comigo, dizendo que tava frio demais, mas queria ficar por ali mais um tempo. Perguntei de onde ele era: ‘sou da África do Sul, mas moro na Austrália. E você?’ – ‘Eu sou do Brasil, mas moro na Irlanda’. E assim a gente caiu na risada e não parava de dizer o quão fantástico era o lugar que estávamos. Espero que ele não tenha perdido os dedos, com certeza a dor dele estava mais forte que a minha.

O local é todo protegido com umas cordas pra você não ultrapassar, é perigoso mesmo, ainda mais com a neve toda. Mas tem uma trilhazinha, que faz você chegar bem mais pertinho da cachoeira e também ter uma outra vista, agora no inverno eles fecham, mas dá pra você pular tranquilamente e seguir nessa trilha mais próxima. Não estou querendo influênciar ninguém, já que é perigoso, mas o bom senso é bem-vindo. Se estiver nevando muito, ventando, um tempo ruim mesmo, por favor, não ultrapassem. No meu caso, apesar de ter muita neve, o dia estava bem tranquilo, não estava ventando ou nevando, então se você tiver muito cuidado, vale a pena ultrapassar e ir mais perto, é sensacional!

A coreana que estava comigo ficou morrendo de medo, é claro, mas consegui arrastá-la até lá e a cara de ‘wow’ dela com a vista, com certeza foi um agradecimento a minha pessoa. Menina, tá na aventura se joga, né? Não literalmente, por favor  xD

E agora, 1 minuto de silêncio pra essa vista maravilhosa.

Eu quis chorar de tão lindo que foi ver isso com meus próprios olhos, a sensação é incrível, a gente se sente tão pequeno de estar perto dessa grandiosidade. Ouvir o barulho da água caindo, aquela força toda, mesmo estando congelada. Queria uma máquina do tempo agora pra poder voltar pra esse momento que eu jamais esquecerei, foi muita sorte ter pego um dia tão bonito assim quando estávamos em meio a dias com tempestades.

Tive que me segurar pra não colocar mais fotos, é difícil selecionar poucas pra mostrar um lugar como este, mas, não achando o bastante, também vou compartilhar um pequeno vídeo que eu fiz, pra vocês sentirem um pouquinho da sensação de estar perto da Gullfoss. (veja em HD)

Antes de ir para o próximo destino, fui correndo para o café-lojinha que tinha no local, tomei um chocolate quente meio nas pressas, mas tive que me esquentar de alguma maneira. Fiquei muito tempo exposta ao frio congelante que já não estava sentindo mais nada, mas como valeu a pena cada segundo!

Não foi atoa que esse foi um dos melhores dias da minha vida (talvez até o melhor), ainda tinha mais coisas lindas pra ver e me fazer não querer embora nunca mais. Era apenas a segunda parada e ainda tinha a noite com suas surpresas.

//You Might Also Like

//16 Comments

  1. Lívia

    fevereiro 25, 2015 at 10:33 pm

    meu deus, se com as fotos eu tô aqui toda boba encantada, imagine você presenciando isso! eu provavelmente teria chorado muito de felicidade por estar recebendo um presente tão lindo assim da vida hahaha lindas fotos e linda experiência que você teve!!
    beijão

  2. Raquel

    fevereiro 25, 2015 at 10:43 pm

    Apesar da paisagem do inverno ser meio monotona, as vezes, nao posso negar que tbm eh linda, muitas vezes!!!
    Como sempre as fotos estao top!

    1. admin

      fevereiro 25, 2015 at 10:53 pm

      Como assim monotona? Olha só essa neve toda que coisa mais linda! hahaha 🙂

  3. Bárbara Hernandes

    fevereiro 26, 2015 at 11:12 am

    MARAVILHOOOOSO! Eu já tinha visto fotos de cachoeira congelada porque tenho uma amiga que estava no Canadá agora em janeiro e ela me mostrou fros da Niagara Falls, lindíssimo!
    Essa na Islândia é maravilhosa também! Perfeita! Lindas fotos!

  4. Priscilla Barreto

    fevereiro 26, 2015 at 2:15 pm

    Carambaaaa Ta! Imagino a sensação ahahaha eu tive a mesma impressão quando vi as Niagara Falls e os Glaciers no Canada é tão impressionante ver a natureza, assim no seu estado mais puro, né? a gente fica sem reação e chega a pensar como somos pequenininhas diante dela……
    E como sempre suas fotos são lindas!
    E adoro acompanhar seus relatos nos posts!

    Keep going girl!

    Beijão!
    Pri

  5. Elisa Mello

    fevereiro 26, 2015 at 3:37 pm

    Deve ser muito lindo mesmo ver uma cachoeira enorme como esta congelada!
    adorei o video, deu pra me sentir perto desse friozinho haha

  6. Camila Faria

    fevereiro 26, 2015 at 4:27 pm

    Ah, ainda bem que você colocou o videozinho também Taís, pra gente ter mais uma ideia de como é essa lindeza ao vivo!!! Demais, emocionante! <3

  7. Kah Souza

    fevereiro 26, 2015 at 4:28 pm

    Nossa, essas fotos estão inacreditáveis!

    Eu nunca imaginei poder conhecer um lugar assim desse tipo, haha só ver por filmes ou programas de tv com relatos de aventureiros, hauhauha sério! Deve ser maravilhosa a sensação de se sentir privilegiada em ver tudo isso com os próprios olhos e perceber nosso real tamanho no mundo (que é pequeno, bem pequeno), viajar é uma coisa maravilhosa mesmo <333333 E essa Islândia está superando todas as minhas expectativas!

  8. Julia

    fevereiro 26, 2015 at 7:15 pm

    Sério, to apaixonada… Fico lendo e relendo seus posts sobre a Islândia, babando em todas as fotos, e mandando todo mundo que eu conheço ler seu blog. Mal posso esperar pelos próximos posts!

  9. naterradaluavirada

    fevereiro 26, 2015 at 7:54 pm

    Que fotos maravilhosas, Taís, que lugar incrível! Cachoeira congelada, que coisa fantástica! E como assim, cara, queriam transformar esse lugar em hidrelétrica? Putzgrila, a podridão do capitalismo não tem fim mesmo!! Ainda bem que o negócio deu errado… o/

    Ahhhh… Não vejo a hora de conseguir visitar a islândia!

    Beijos,
    Lidia.

  10. Thay

    fevereiro 27, 2015 at 11:40 pm

    Ai Tais, cada post sobre a Islândia que você faz, mais eu fico com vontade de conhecer. Antes de me tornar visitante assídua do seu blog, Islândia, na minha cabeça, era só mais um lugar com muito frio e coisas congeladas, haha, mas hoje em dia já enxergo de outra maneira. É quase como mágica! Toda essa neve, toda essa cultura diferente e tão rica, é encantador. Espero ser abençoada com uma viagem para esse lugar incrível, acho que só estando lá para poder entender a magnitude dessa paisagem. É lindo!

  11. filosofiabotequim

    fevereiro 28, 2015 at 12:32 pm

    Simplesmente lindo. Estou muito surpreendida com a Islândia. 🙂 Parabéns pelas fotos. Lindas.

  12. Tany.

    fevereiro 28, 2015 at 7:22 pm

    Que lugar maravilhosooooo! Nossa, to chocada com tanta beleza. E ainda tem gente que prefere viajar pra fazer compras quando tem tnanto lugar como esse lindo por aí.. Sério, babando! <3

    <a href="http://www.paleseptember.com>http://www.paleseptember.com</a&gt;

  13. Dayane Pereira

    março 1, 2015 at 4:17 pm

    Meu coração ficou pequeno só de olhar as imagens, imagine estar lá. Realmente, nunca parei pra pensar na possibilidade de uma cachoeira congelada, e como isto pode ser lindo! Deve ser incrível a sensação de estar em lugares assim no mundo, imaginando que sua casa (Brasil) está tãão longe e é tão diferente. A gente se sente pequeno mesmo, não é?

  14. BA MORETTI

    março 22, 2015 at 11:53 pm

    aff cara que lugar maravilhoooooso

  15. Quarto de viagem - Gullfoss, a cachoeira dourada - Quarto de viagem

    dezembro 14, 2016 at 6:26 pm

    […] ver a Gullfoss toda cheia de neve e congelada? Leia o post da Taís do Nyr dagur. Não deixe de ver as outras cataratas no post da Cristina e Renato do Pegadas na […]

//Leave a Reply