Irlanda

Irish Anniversary – 3 anos de Irlanda

E o terceiro aniversário irlandês chegou!

Eu já fiz várias declarações de amor por esse país, mas parece que ainda não o fiz o bastante, o amor cresce, cada vez mais. E chega a ser maluco pensar sobre esse sentimento de pertencimento que sinto aqui, ainda mais agora recém chegada de uma viagem ao Brasil, a minha terra natal, de fato.

Ao chegar lá, por vários momentos me senti deslocada e que ao mesmo tempo que senti aquela coisa de conforto do lar por ver minha família e amigos, ouvir minha língua nativa por todos os cantos e comer da ~minha comida~, também bateu aquela coisa de estar em um lugar que não é ‘meu’, mas não é bem disso que eu quero falar, o ponto que quero chegar foi o meu retorno à Irlanda depois de ter voltado do Brasil, porque foi inevitável não comparar os sentimentos.

Cheguei na terrinha verde e automaticamente, a mente e o corpo já deram aquele click de ‘casa’, chegar no aeroporto e ver as indicações em inglês e irlandês nas placas, os ônibus de dois andares, o verde por todo canto, absolutamente cada detalhe, me deu aquela coisa de conforto e foi aí que eu tive mais certeza ainda: a Irlanda é a minha casa, não importa se minha certidão de nascimento diz o contrário.

Mas isso também não significa que deixei de ser menos brasileira, a volta também foi dolorida, foi difícil deixar todo mundo pra trás de novo, foi difícil segurar aquelas lágrimas todas durante o voo….

E sendo assim, meu terceiro aniversário irlandês tinha que ser comemorado com um maravilhoso dia fazendo o que eu mais gosto de fazer: explorar.
Explorar mais um canto lindo da Irlanda, foi o que eu mais precisava agora pra celebrar meu amor por essa ilha e também pra confortar aquele sentimento de tristeza por estar longe das pessoas amadas lá do Brasil.

A Irlanda providenciou um dia lindo de sol pra essa comemoração, pra ressaltar ainda mais as belezas todas,  fomos explorar mais uma ilha daqui, fazer trilha de bike, ver lugares lindos, colocar os pés no gélido Oceano Atlântico Norte, olhar tudo a minha volta e agradecer mais uma vez por tudo e por esses três anos.

IMG_9228IMG_9168Aproveitando também, que esse post quase não sai por conta da internet a passos lentos aqui da costa oeste, vai umas fotos dos últimos dias aqui em Clare, dias relaxando, voltinhas de carro pra caçar os pokemão tudo das redondezas e explorar cavernas.IMG_9051IMG_9078IMG_9042

Oh, Ireland, bring it on – more adventures! ♥

 

 

//You Might Also Like

//21 Comments

  1. Larissa Ayumi

    agosto 16, 2016 at 2:09 am

    É realmente como dizem, home is where your heart is hehe!
    Num mundo tão grande, como não tentar um novo lugar, não é verdade?

    Que legal que você se conectou assim com a Irlanda, e que legal que você compartilha isso tudo com a gente hahahaha! Que venham muitos anos a mais!

  2. Laura Nolasco

    agosto 16, 2016 at 2:18 am

    Lindeeeeza! Seus posts sempre são tão carinhosos, amorosos, cheios de emoção… admiro isso demais em você!
    Deve ser incrível chegar em um lugar e se sentir assim em casa, apesar da dificuldade da despedida das pessoas queridas…
    Lindas fotos, como sempre!
    Beijos!

  3. Nicas

    agosto 16, 2016 at 3:31 am

    Achei que ia ficar mais por aqui (já estava imaginando vários cafés!)

    Essa sensação de pertencimento é única, em uma escala menor, é como eu me sinto depois de finalmente ter mudado pra bairro onde moro (com os prédios velhos, as pessoas que amam prédios velhos e as janelas grandes), foi a primeira vez que me senti em casa, com as minhas pessoas (mesmo morando sozinha).

    Que você viva muitas novas aventuras aí (eu amo demais ver as fotos!)

  4. KARINE

    agosto 16, 2016 at 4:15 am

    coisa linda de post, Ta! <3 feliz 3 anos de irlanda, que venham muitos pela frente, você ainda tem muito que explorar aí nessa ilha verde maravilhosa *-*

  5. Liduh

    agosto 16, 2016 at 5:49 am

    Dá pra perceber que vc realmente ama esse (lindo!!!) país, seus posts refletem isso. Vc fez com que eu também me apaixonasse pela Irlanda… Não sabia que esse país era tão encantador. Estou aqui na Holanda há quase 16 anos e não penso mais em voltar a morar no Brasil… A gente acaba acostumando, criando laços e amor por esses lugares que nos recebem tão bem, né?
    Bjs e bom dia!

  6. Ana Jähne

    agosto 16, 2016 at 10:07 am

    eu acho täo importante essa escolha, taís. a escolha do lugar pra viver, a escolha do lugar pra chamar de ‘casa’. acho que você (e eu) temos mesmo uma baita sorte de poder ter escolhido.
    mas também näo adianta. podem ser três ou dez, o coraçäo da gente vai mesmo ficar confuso a cada reencontro com a terra natal, e partido a cada despedida.
    que venham mais três, mais treze, mais trinta… de muitas aventuras.

  7. Gabi

    agosto 16, 2016 at 10:44 am

    O carinho pela Irlanda transborda 🙂
    Que venham mais muitos anos de amor e felicidade!

  8. Lorraine Faria

    agosto 16, 2016 at 3:17 pm

    E que venham muitos outros anos felizes nesse paraíso! Muitas descobertas, muitas coisas boas <333 a gente segue acompanhando e torcendo muito daqui!

    beeeijo

  9. Katarina Holanda

    agosto 16, 2016 at 3:41 pm

    Que post mais lindo ♥ Estar em um lugar diferente da sua terra natal é muito difícil (só com o estado já sinto isso), essa escolha e sentimento de “casa” é essencial. Que a Irlanda continue te dando muitas coisas boas!

  10. Thay

    agosto 16, 2016 at 3:58 pm

    Feliz 3 anos, sua linda! Você e a Irlanda se completam, é maravilhoso acompanhar esse romance, haha. Mas, sério, sempre fico muito feliz quando leio esses seus posts, ver que você encontrou seu lugar me deixa muito contente. ♥

  11. Camila Faria

    agosto 17, 2016 at 3:06 pm

    Maravilhoso Taís! Esse lugar maravilhoso é uma fonte inesgotável de belezas e aventuras. Que você tenha mais um ano incrível por aí. \o/

  12. nnt

    agosto 17, 2016 at 6:40 pm

    Nossa que lugar lindo. Não há melhor sensação que se sentir em casa, seja onde for. Digamos que foi uma viagem de descobertas essa sua.

    Um abraço.

  13. priscilla barreto

    agosto 18, 2016 at 9:54 pm

    Ta quando tempo!!
    Sabe que toda vez que entro aqui é sempre uma surpresa mais linda que a outra!! E uma delicia ler seus relatos, ver suas fotos.
    Happy 3th Irish anniversary!! E me espera que logo logo te faço uma visita ahahaa

    Bjo grande
    Pri

  14. Flávia Donohoe

    agosto 20, 2016 at 2:50 pm

    Que incrível Taís, parabéns pelos seus 3 anos, você já virou irlandesa 😉
    Engraçado que eu senti a mesma coisa voltando pra casa da minha viagem, é como você disse, você sente aquele click. E menina, como eu gostei de Dublin, adorei, quero voltar o mais rápido possível. Adorei o jeitinho da cidade, uma tranquilidade, mas ao mesmo tempo uma cidade tão viva, e como o aeroporto é pertinho da cidade <3 Daqui de casa pra aí menos de 1 hora de voo, e os preços são bons.
    Te avisarei quando for dar uma passadinha por aí de novo, e avisa a dona Larissa que dessa vez ela não escapa. Beijos

  15. Iris

    agosto 20, 2016 at 7:09 pm

    Que Delícia Taís! Essa sensação de se sentir em casa é maravilhosa!
    Me identifiquei um pouquinho com seu texto. Também sinto como se o Brasil não fosse meu lar depois que eu fui para a Holanda e Alemanha, nunca me senti tão confortável e abraçada como me senti lá (embora eu AME minha cidade Foz do Iguaçu).

    Feliz 3 anos! Nada como se encontrar e ter uma certeza como essa – ainda mais de um lugar tão maravilhoso como é a Irlanda. ❤

  16. Luiza

    agosto 21, 2016 at 12:43 pm

    Concordo que casa é onde a gente se sente bem, sente pertencer, e não necessariamente o lugar onde a gente nasceu. Parabéns por esses três anos de Irlanda, por esses três anos de ter encontrado seu lar. ♡

  17. Thayse Stein

    agosto 21, 2016 at 6:09 pm

    Nossa, Ta, como eu queria ter esse sentimento de pertencimento a algum lugar. Meu coração ainda é inquieto e nunca fui pra um lugar que eu sentisse essa conexão tão forte. Eu acho que o lugar que sou mais conectada é Floripa, por ser minha cidade, mas honestamente, se me penso lá, me penso deslocada. Depois que eu conheci Londres, eu fiquei muito apaixonada, e fiquei mesmo pensando como seria legal morar lá por um tempo. Infelizmente não dá, e não sei se tenho essa real conexão com a cidade. Mas o jeito é explorar mais e mais pra ver se um dia esse sentimento chega, né? Achei muito bonita sua declaração, bem emocionante <3 Feliz aniversário de Irlandinha


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  18. The Reader's Tales

    agosto 23, 2016 at 3:16 pm

    Que bom de ver que tu estás mais animada…Sente-se na escrita. Afinal a pausa neste blog foi de curto prazo.  Hahaha.
    Concordo contigo a casa é onde está o nosso coração. Sempre que leio os teus posts sinto que a Irlanda e tu e uma historia de amor.
    Eu senti isso na Malásia e aqui.
    Boa continuação e muita felicidade 🙂

  19. Clara Rocha

    agosto 23, 2016 at 4:36 pm

    Imagino o quão doloroso deve ser deixar as pessoas que amamos no Brasil. E o quão maravilhoso deve ser morar em um lugar que faz com que você se sinta incrível. Fico feliz por você ter a oportunidade de conhecer lugares novos e aproveitar para experimentar coisas novas e e explorar. Não existe melhor forma de comemorar não é ? Concordo com você. O lugar é lindo. Essa foto das casas, só suspiros de amor. Encantada.

  20. Alê

    agosto 24, 2016 at 2:04 pm

    Feliz três anos de Irlanda, Taís! Em breve irei ao Brasil e acho que vou sentir a mesma coisa que você, essa sensação de deslocamento. Vamos ver. Beijão!

//Leave a Reply