Europa, Viagens

Lund – Suécia

Ao atravessar a Øresund Bridge você já dá de cara com a cidade de Malmö, mas eu estava com mais curiosidade de explorar Lund e assim já seguimos pra lá.

Lund fica apenas 20 minutos de Malmö e achei que super valeu a pena ir conhecer. É uma cidade bem bonitinha, dessas de casinhas coloridas e ruas de paralelepípido. Junto com Sigtuna, Lund é uma das cidades mais antigas da Suécia, o que me fez ficar com mais vontade ainda de ir até lá.

O clima naquele dia não colaborou muito, quando chegamos em Lund começou uma chuvinha misturada com neve e fiquei com medo dos nossos planos irem por água abaixo.

Rodamos um bom tempo até achar lugar pra estacionar, depois do trauma de ter recebido uma multa na Dinamarca estávamos com medo de acabar fazendo alguma besteira. O primeiro lugar que paramos não podiamos estacionar ali, um senhorzinho sueco veio nos avisar, ele chegou meio bravo, mas depois que viu que éramos viajantes ele foi mais simpático e explicou que estacionando naquele local poderíamos levar uma multa. Outra multa? Não, obrigada.

Foi depois de mais uma volta pelo centro que achamos um estacionamento desses de rua, apanhamos da maquina pra comprar o ticket, era tudo em sueco, não achamos opção em inglês, mas no final das contas deu tudo certo. Bate até um orgulhinho de sobreviver esses pequenos perrengues em um país que você não domina a língua.

Carro devidamente estacionado e seguro, hora de ir explorar a cidade!
IMG_6651 IMG_6652O primeiro lugar que fomos conhecer foi o museu Kulturen, ele é um museu a céu aberto e mesmo com o tempo chuvoso parecia uma ótima opção. Não lembro quanto pagamos pra entrar, acho que foi uns 5 euros no valor pra estudante.

O Kulturen é o segundo museu mais antigo da Suécia e do mundo nessa categoria de open-air-museum. Ele foi inaugurado em 1892 e aos poucos foi ganhando toda estrutura que se tem hoje.

O museu mostra a história, construções e o estilo de vida que os suecos levavam ao longo dos tempos (e mais outras coisas também), principalmente ali da região de Skåne. O Acervo deles é incrível, tem muita coisa mesmo e eu não  esperava que o museu fosse assim tão grande. Você pode entrar dentro das casas e ver bem de pertinho toda essa cultura. Recomendo muito a visita, mesmo com um pouco de chuva pra atrapalhar nossa experiência por lá, eu gostei bastante e indico!

IMG_6660 IMG_6663 IMG_6664 IMG_6666 IMG_6670 IMG_6671 IMG_6676 IMG_6678

Depois de lá seguimos passeando pela cidade, andamos por tudo pelo centro, entrando em pequenas ruas e conhecendo os arredores, é tudo muito gracinha mesmo.

A cidade tem esse clima bem antigo, como já disse antes, é uma das cidades mais antigas do país, mas ao mesmo tempo tem um clima jovem por conta da Universidade de Lund. Vimos repúblicas, galera jovem indo pra suas festas particulares, bandeiras de uniões de estudantes…enfim, uma cidade universitária.

A Universidade de Lund é uma das mais importantes da Escandinávia e a segunda mais antiga da Suécia. Pelas fotos que vi o lugar parece ser bem bonito, mas não fomos até lá pra conhecer, fica pra uma próxima oportunidade.

Uma coisa que me deixou surpresa em Lund foi a quantidade de pedintes nas ruas, cada esquina que a gente passava pelo centro da cidade tinha alguém pedindo dinheiro e acredito que a maioria eram romenos ou de outros lugares do leste europeu. A gente tem essa ideia de país perfeito quando se trata da Suécia e todos os países Nórdicos que acaba esquecendo que os tempos mudaram. Nas grandes capitais já é de se esperar mais esse tipo de coisa, mas em uma cidade menor como Lund eu não esperava.

IMG_6682 IMG_6683 IMG_6684 IMG_6685

Lund me conquistou e fiquei desejando ter mais tempo pra poder ficar por ali, só que eu ainda queria ver um pouquinho de Malmö antes de ir embora e assim pegamos estrada novamente.

Poreeeeem, a dona chuva resolveu ficar mais forte e nos impediu de passear por Malmö, a maior parte do tempo tivemos que ver a cidade de dentro do carro. Vimos um pouco do centro e de um outro bairro que um amigo sueco indicou, mas não conseguimos aproveitar pra andar e sentir melhor o clima da cidade, uma pena.

Não tirei muitas fotos dessa rápida visita a Suécia por conta da chuva mesmo, não queria molhar a câmera obviamente. Sendo assim, só tem uma fotinha ‘boa’ de Malmö pra contar história.

IMG_6688Apesar do clima que não colaborou e o pouco tempo, eu amei ter conhecido um pedacinho da Suécia e não vejo a hora de poder voltar e conhecer muito mais,  seja a capital, outras cidades e essas florestas tudo!

Esse foi o último post da viagem Dinamarca/Suécia e como sempre, já estou aqui com aquela saudade enorme de tudo e espero não demorar muito pra voltar pra esses lados.

Confira também todos os outros posts dessa viagem
– Tusind Tak, Danmark og Sverige 
– Couchsurfing – minha primeira experiência
– Roskilde 
– Viking Ship Museum (Denmark) 
– Dirigindo na Dinamarca   
– Copenhagen 
 – Møns Klint 
– Øresund Bridge

//You Might Also Like

//27 Comments

  1. Larissa Ayumi

    maio 16, 2016 at 9:37 pm

    Que cidade linda! Eu adorei a paleta de cores, essa cor de tijolo, mostarda, verde… dá vontade de aquarelar hahaha!
    E essas casinhas de madeira com teto verde são lindinhas demais, lembro que num parque em Curitiba tinha umas casinhas assim.
    E é meio frustrante quando chove e não dá para tirar muitas fotos, mas pelo menos você tem uma desculpa para voltar para lá hehe!

    1. Taís

      maio 18, 2016 at 1:33 pm

      Já tô imaginando uma aquarela linda feita por ti dessa cidade <3
      E claro, desculpas pra voltar são muitos hahah^^

      1. Larissa Ayumi

        maio 25, 2016 at 1:49 am

        Agora que eu saquei, mas essa paleta de cores e lembrou a Ira Sluyterman, você conhece? https://www.instagram.com/iraville/
        (O pensamento foi looooonge, mas já que lembrei disso resolvi vir aqui compartilhar hahahahaha)

  2. angie

    maio 16, 2016 at 10:16 pm

    ahhhh telhadinho verde <3 muito encantador, parece um conto de fadas!

    1. Taís

      maio 18, 2016 at 1:33 pm

      Sim!!! Muito conto de fadas mesmo 🙂

  3. Kamila

    maio 17, 2016 at 12:08 am

    Como eu te falei, leio os livros de um autor sueco e neles aparece Lund e Malmö. Não imaginava a cidade assim! Obrigada por mostrar mais esse lugarzinho do mundo aqui, sua linda <33

    1. Taís

      maio 18, 2016 at 1:34 pm

      Awnnn magina, eu que fico feliz por você ter gostando <3

  4. Gabi

    maio 17, 2016 at 11:49 am

    Eu confesso que sei pouco sobre a Suécia. Na minha cabeça as coisas ficam muito em Estocolmo, Malmo e Gotemburgo. Então é bem legal ler essas informações por aqui, abrir um pouco a cabeça pra fora do óbvio. Não sei se já tinha ouvido falar de Lund, mas a cidade é um charme!

    1. Taís

      maio 18, 2016 at 1:50 pm

      Fico feliz que tenha gostado, Gabi.. é sempre bom mesmo conhecer lugares novos que não estão tão em evidencia nas rotas turisticas mais comuns 🙂

  5. Ana

    maio 17, 2016 at 12:50 pm

    Assim como a Gabi, eu sei muito pouco sobre a Suécia. Nunca estive lá e de nome só conheço Estolcomo e Gotemburgo. Tenho que me atualizar por aqui e ler aos poucos os teus últimos posts sobre essa viagem. Essa cidade parece ser muito agradável de passear! Uma fofura mesmo essas casinhas!

    p.s estive me perguntando o motivo de não estar recebendo mais as notificações de post no bloglovin e me dei conta que o seu endereço também mudou…enfim, agora já te achei por la novamente 🙂

    1. Taís

      maio 19, 2016 at 2:24 pm

      Acho a Suécia um país maravilhoso, Ana, cada lugar lindo pra conhecer, espero voltar lá, bora comigo? haha

      Pois é, o blog não estava mais atualizando no endereço antigo, agora parece que tá tudo certo, mas o link mudou, que bom que tu achou <3

  6. Katarina Holanda

    maio 17, 2016 at 1:17 pm

    Nossa, nunca fui em um museu a céu aberto assim, que lindo! Acho que eu nunca vou acostumar com a beleza dessa arquitetura da Escandinávia. <3
    Que triste terem tantos moradores de rua, a gente realmente espera que por aí seja difícil encontrar. :/

    1. Taís

      maio 19, 2016 at 2:32 pm

      É muito legal ir em um museu a céu aberto, Kat, tu precisa ir um dia! <3

  7. Camila Faria

    maio 17, 2016 at 3:11 pm

    CERTEZA que eu iria me sentir a Saga passando pela Øresund Bridge. E, gente, será que a Sarah Lund é de Lund??? Muitas dúvidas… Hahaha!

    1. Taís

      maio 19, 2016 at 2:40 pm

      HAHAHA soltei uma gargalhada aqui, Cá.. pior que fiquei pensando nisso depois! 😀
      muitas dúvidas mesmo

  8. Ana Paula

    maio 17, 2016 at 3:29 pm

    Tudo fofíssimo.
    Também nao esperava que fossem ter muitos pedintes, ainda mais que a cidade parece ser pequenininha, né?

    Bjs!

  9. Mayara Anjos

    maio 17, 2016 at 7:04 pm

    Parece ser umas cidadezinhas bem pacatas e serenas, eu gostei bastante! Eu não sei se teria coragem de morar em um lugar assim, mas com certeza gostaria de visitar

  10. Thayse

    maio 18, 2016 at 12:17 am

    Ta, lendo o começo do post, lembrei que tu mencionou que teu namorado adora ficar repetindo paralelepípedo hahah mas enfim, que amorzinho de lugar (essa janela com um coraçãozinho, como não amaaar?). Imagino que deve ter batido aquele medinho de pagar outra multa, já que eles são bem “chatos” com isso, mas não fazem tanta questão de disponibilizar as informações em inglês, né… E que triste isso dos pedintes, também não fazia ideia que acontecia nessas cidades menores :/


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  11. Sandra

    maio 18, 2016 at 10:01 am

    Encantadora essa cidade. Lembrou-me um pouco algumas cidades daqui, principalmente àquelas cujas janelas tem um desenho de coração. Um capricho!
    Da Escandinávia eu só conheci Kopenhagen. Tenho muita vontade de conhecer a Suécia (Estocolmo), e Oslo na Noruega, mas quero ir no verão se possível. Estou tão cansada do tempo frio e nublado que os meus planos para viagens, por enquanto, tem que ter o sol incluído , rs… Abs!

  12. The Reader's Tales

    maio 19, 2016 at 2:04 am

    Obrigada por mais um lindo post e lindas fotos..tenho primos là ; -) foram e nunca mais quiseram voltar. Adoram viver là.

  13. Vânia Romão

    maio 19, 2016 at 1:12 pm

    Você acredita que ainda não conheço Lund?
    Está na minha listinha de cidades para conhecer na Suécia, ainda mais que uma cidadezinha universitária. 🙂

  14. Cíntia de Melo

    maio 19, 2016 at 1:57 pm

    Acho que não importa a cidade que você vá, suas fotos me deixarão com muita vontade de conhecer. hahaha
    “Bate até um orgulhinho de sobreviver esses pequenos perrengues em um país que você não domina a língua.” Um sonho, esse perrengue na minha vida haha

  15. Luiza

    maio 20, 2016 at 7:53 pm

    Cidade que fica linda mesmo com chuva é cidade pra amar. ♡
    Acho que uma das coisas que mais gosto na escandinavia é a quantidade de museu que parece ter em tudo quanto é canto.

  16. Ricardo

    maio 26, 2016 at 12:39 pm

    Wow, que fotos lindas! Esses coracoes nas janelas <3. Lindo demais! Sempre que viajo, tb gosto de sair das grandes cidades e capitais e ver o interior…nao necessariamente o campo, mas cidades e town menores…só assim pra sentir de fato como é a vida no país. Ótimas dicas e informacao, como sempre!

    Bjo!

  17. Liduh

    junho 6, 2016 at 5:36 am

    Adoro essas cidades antigas, Taís. Viajei nas suas fotos mais uma vez:) Que fofura as janelas com coraçõeszinhos;)
    *Andava sumida pq estava de férias no Brasil;)
    Bjs!

  18. Mell

    junho 26, 2016 at 3:42 am

    Estive em Lund em Janeiro, fiquei uns 15 dias, e me apaixonei. Ela é bem calma, e povoada de estudantes. Mas gostei muito mesmo. Gostaria de voltar um dia no verão. O Kulturen é maravilhoso! Gostei bastante também do jardim botânico, mesmo no inverno.

  19. Craggaunowen - um Museu ao ar Livre - Nýr Dagur

    fevereiro 16, 2017 at 1:32 pm

    […] + Leia também a minha visita a um outro museu ao livre, lá em Lund, na Suécia […]

//Leave a Reply