Irlanda, Trilhas

Trilha 2 em 1: Massy’s Estate & Hell Fire Club

Finalmente, postando a trilha de número 11 (penúltima!) do ano passado. Essa trilha foi um combo 2 em 1, já que ambas são bem fáceis, dá pra fazer as duas juntas: Massy’s Estate e a Hell Fire Club.

Assim como a trilha em Ticknock, essas duas ficam bem próximas da cidade. Fica em torno de 30-40 minutos do centro de Dublin, ao sul. E por isso, o lugar também é bastante movimentado (pode não parecer muito pelas minhas fotos quando eu digo isso, mas é que eu espero as pessoas passarem ou fotografo quando o local tá vazio, hehe).

Essa trilha fizemos na época do Outono entrando o Inverno.
IMG_0027MASSY’S ESTATE // essa floresta linda fica nos pés das montanhas de Dublin, é uma caminhada super gostosa, passando pelas árvores e também caminhando ao lado de um pequeno rio. A trilha tem 1.5Km e leva de 40 – 45 minutos.

Ela é circular, no começo é meio que descida e pra voltar tem um pouquinho de subida.
Eu fiquei encantada, ainda mais com o mar de folhas que se formou, tudo laranjinha, tão bonito! Pelo caminho vi ruínas também, o que deixa tudo mais mágico.

IMG_0031 IMG_0044 IMG_0043IMG_0549IMG_0045 IMG_0089 IMG_0055IMG_0072 IMG_0060

A subidinha na volta cansa um pouco, então voltamos pro carro pra comer nossos chocolatinhos e bananas, pra dar uma energia e continuar com a próxima trilha.

Elas estão uma do lado da outra, é só atravessar a rua. Bem prático, não? Isso só facilita ainda mais pra fazer as duas numa tacada só.

IMG_0095HELL FIRE CLUB // é um lugar muito conhecido, muitas pessoas vão pra lá pra ter uma vista panoramica de Dublin. Do estacionamento da trilha até o topo, você pode escolher que caminho quer seguir.

Eu já fui lá duas vezes e fiz as duas alternativas. Uma é ir seguindo o caminho todo, por uma floresta e dando voltas, até chegar no topo, onde tem as rúinas de um casarão abandonado. E a outra, é você subir direto, cortando esse caminho que dá mais voltas, é uma reta só. A subidinha pode ser bem cansativa dependendo do seu condicionamento físico, ficando entre fácil e moderada.

IMG_0097IMG_0587

O local tem um nome um tanto interessante, não? E é claro que tem uma histórinha por trás disso.

O casarão era propriedade privada de um político irlandês, por volta do ano de 1725. O local era frequentado pela high society da época e eles davam umas festas muito loucas nessa casa. Essas festas não eram bem vistas aos olhos das outras pessoas (principalmente da igreja), já que rolava de tudo por lá, muita bebedeira, orgias etc.

IMG_0584

Uma lenda conta que o local era a própria casa do tinhoso, acreditava-se que faziam rituais de magia negra por lá também. De um jeito ou de outro, ficou conhecido como ”Hell fire club’.

Você pode entrar dentro da casa, fica tudo aberto. Só tomar cuidado que não tem iluminação nenhuma e preste atenção pra não tropeçar e cair lá dentro nas escadas.

E claro, apreciar a vista de Dublin lá de cima.
IMG_0102

Eu gostei muito de ter feito as duas trilhas juntas, achei que valeu a pena e uma completou a outra.

//You Might Also Like

//20 Comments

  1. Vickawaii

    janeiro 12, 2017 at 2:08 am

    Que lindo, Taís! Além do caminho parecer reservar várias belezas, tenho certeza que a vista recompensa todo o cansaço. Legal também a casa do tinhoso, hehe. Esse ano eu definitivamente começarei a fazer trilhas – e vou começar em fevereiro!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 7:56 pm

      Que legal, Vick!! faça trilhas sim, é maravilhoso <3

  2. Gabi

    janeiro 12, 2017 at 9:21 am

    Essas trilhas de Dublin <3
    Eu gosto assim, haha.. nada muito difícil, e que demande muito planejamento. E embora não sejam difíceis, haja pique pra fazer uma depois da outra, heim?
    Ps – estou em busca de calçados apropriados pra fazer essas andanças, e que seja a prova dágua. Você tem indicações?
    Bjo

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 8:08 pm

      Mas descansamos um pouquinho antes de fazer a outra, então foi bem tranquilo hahaha xD
      Sobre os calçados, eu dei muita sorte com os meus e nao saberia te dizer uma marca especifica. antes eu usava um adidas que era muito bom e ele era a prova d’agua.. e depois no escuro comprei uma bota que nem era pra fazer trilhas e no final das contas ela é muito boa. Mas é de uma lojinha especifica aqui na Irlanda. Esse ano quero investir em outros calçados também e estou pensando em testar algum da Regatta egatta Outdoor!

  3. Ana

    janeiro 12, 2017 at 3:51 pm

    Trilhas no outono, yes! Eu amo essa época do ano pra fazer trilha por causa da temperatura. Aqui na Alemanha pelo menos, o verão é sempre muito quente e a gente quase nunca faz trilha na época. Deixamos sempre pra outubro, comecinho de novembro. Deve ser fantástico demais ver ao vivo esses lugares que você vai. Fora que sempre fico maravilhada como o verde das paisagens aí é tão verde!
    Ah, e o que falar dessa foto da natureza de fazendo um carinho?! Vi no instagram e fiquei assim O.O!
    Beijos e mais trilhas maravilhosas pra você!

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 8:43 pm

      O Outono é uma época muito boa pra fazer trilhas mesmo, além da natureza estar mudando e ter aquela explosão de cores, fica tudo tão bonito! <3
      e a foto do carinho da natureza, só percebi esse detalhe quando postei lá no instagram e comentaram sobre isso! haha
      Beijos <3

  4. Fran

    janeiro 12, 2017 at 4:02 pm

    Que lugares incríveis! 🙂
    Nem sei quando vou poder, mas já preparei uma lista com todos esses lugares incríveis para ir.

    Taís, não sei se você já fez, mas poderia fazer um post com dicas de roupas para essas trilhas? Até mesmo para encarar o frio aí… Sou leiga no assunto.

    Beijos

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 8:51 pm

      Oi fran! Eu já fiz um post meio geralzão sobre trilhas e que falei sobre o vestuario: http://nyrdagurblog.com/dicas-para-voce-comecar-fazer-trilhas/

      Mas quero fazer um só pra roupas de trilha também em breve! 🙂

  5. Stéfhanie

    janeiro 12, 2017 at 10:35 pm

    Essas folhas laranjinhas são muito amor <3
    Gosto tanto da estação e morro de vontade de vivê-la mais de perto assim, já que aqui em São Paulo não fica com essa "cara" hahaha.

    As fotos ficaram lindas, Ta!
    Faça mais trilhas e compartilhe tudinho conosco.

    Um beijo

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 8:54 pm

      Ver o outono dessa forma é maravilhoso, Sté.. espero que você consiga ver também um dia, você vai amar <3

  6. Camila Faria

    janeiro 13, 2017 at 1:52 pm

    Adorei a história da casa ~ é tão mais interessante quando você descobre essas “lendas” locais, né? Linda essa trilha dupla (e eu nunca acredito quando você diz que as trilhas estavam movimentadas, suas fotos são sempre perfeitas e sem aglomerações… Haja paciência para esperar todo mundo passar, né? Hahaha.)!

    Beijo, beijo :*

    1. Taís

      janeiro 17, 2017 at 9:03 pm

      Sim, é muito legal ver as histórias locais.. você vê o lugar de uma outra forma também! 🙂
      Até que não espero muito, Cá.. depende muito também.. sempre procuro uns angulos que sei que não tem muitas pessoas hahaha 🙂
      Beijo!

  7. Laura Nolasco

    janeiro 14, 2017 at 2:47 pm

    Que delíiiicia, Thaís! Acho que eu não ia conseguir parar de tirar foto com esse chão todo laranjinha hahahah… Fiquei morrendo de vontade de fotografar alguém nesse lugar!
    Adorei o post,
    Beijos!

    1. Taís

      janeiro 18, 2017 at 2:38 pm

      Sim, dá vontade de fazer um ensaio com alguem nesse lugar, né?
      🙂

  8. Wanila goularte

    janeiro 14, 2017 at 5:08 pm

    Não me canso do quão lindo esse país é <3 Ainda quero fazer uma dessas trilhas que você anda postando! hahaha

    1. Taís

      janeiro 18, 2017 at 2:39 pm

      hahha venha pra cá, Wan e ai vamos fazer trilhas juntas! 🙂

  9. Ana Beatriz

    janeiro 15, 2017 at 3:35 am

    É oficial: eu tô amando muito o seu blog! Cada visita aqui é tipo um passeio em um desses lugares maravilhosos. Eu estou assistindo Outlander agora, uma série norte americana que tem a Irlanda como cenário, e muitos deles são super parecidos com as imagens que você mostrou. É tudo muito bonito e cheio de história (indico você assistir essa série: se já não viu, vais gostar!). Eu gostaria muito de fazer um passeio assim.

    1. Taís

      janeiro 18, 2017 at 2:40 pm

      Oi, Ana! Muito obrigada, fico feliz que esteja gostando do blog assim <3
      Eu assisto Outlander, é muito lindo mesmo. Na verdade a série se passa na Escócia 🙂
      Mas Irlanda e Escócia têm cenários super parecidos!

  10. Lorraine Faria

    janeiro 17, 2017 at 11:30 am

    Não basta uma trilha linda. Ainda são duas uma em frente a outra <3 oooo país maravilhoso esse seu ein Taís? Morro de vontade de bater meu ponto aí!!!

    beeeijo

    1. Taís

      janeiro 18, 2017 at 2:41 pm

      Pois é.. é cada tiro nessa Irlanda! Vem pra cá logo, Lorraine 😉

//Leave a Reply