Europa, Islândia, Viagens

Minha primeira Aurora Boreal

Ir para Islândia foi a realização do maior sonho da minha vida, e dentro deste sonho, existiam outros sonhos mais, cada esquina de Reykjavík, cada floquinho de neve, cada lugarzinho daquela terra.. e claro que o sonho de ver a Aurora Boreal. E quem é que não sonha em ver esse fenômeno incrível, não é mesmo?
O primeiro contato que meus olhos tiveram com a Luzes do Norte foi naquela terça-feira, aquela que cancelou todas as nossas possiblidades de fazer algo lá fora, o dia em que a tempestade estava mais forte e com isso, as chances de ver qualquer coisinha verde no céu era praticamente 0.
Durante à noite a neve deu uma acalmada, mas ainda sim estava bem nublado e ventando muito. O viking teve a ideia de dirigir até Grótta pra me mostrar o farol, já que eu tinha contado da minha aventura fracassada de caminhar até lá. Mas pelas condições climáticas eu não tinha nenhuma esperança de ver nada e foi aí que fui pega de surpresa….
Assim que estacionamos o carro, virei pra tirar o cinto e o viking me diz ‘olha pro céu’, meu coração parou.  No meio daquelas nuvens todas, uma Aurora Boreal surgiu, eu fiquei sem reação, paralisada por alguns segundos. Mas claro, assim que saímos do carro, uma ventania loooooouca chegou, a gente nem conseguia ficar direito lá fora e o vento trouxe mais nuvens, cobrindo as luzes de novo. O tempinho ficou ruim mesmo e tivemos que sair de lá. Minha primeira Aurora Boreal foi assim, na surpresa, super rápida e  sem fotos, só a lembrança daquele momento.
Passando esses dias de tempo ruim, no meu último dia na Islândia era minha oportunidade de tentar ver melhor o fenômeno fora da cidade. Depois de ir na Blue Lagoon e ter que ir com metade do cabelo molhado mesmo, seguimos rumo ao meio do nada. Os guias naquela agitação toda se comunicando com outros guias pra saber em que lugar a danada da Aurora tava com melhor visibilidade. Até que paaaannnn, achamos! Desceu todo mundo do ônibus naquela animação, né.. e eu preocupada de vir nuvens de novo estragar o momento, haha
Só sei que eu estava congelada, em todos os sentidos, pelo frio nórdico esmagador mostrando sua força, mesmo eu com várias camadas, mas aquele cabelo molhado me judiou bastante e minhas luvas não muito apropriadas. E congelada, de boca a berta… a Aurora Boreal ali, ao vivo e a cores!
Não esperem ver aquelas fotos magnificas que a gente vê da Aurora Boreal na internet, não é fácil fotografá-las, ainda mais sem tripé com longa exposição, um frio loucamente forte (como vocês já sabem a minha situção do cabelo etc), eu não estava conseguindo focar direito e foi uma batalha trocar as lentes e conseguir fazer essas fotos, todas sem foco algum, que eu só fui ver depois.. meeeeeeeh, nem tudo é perfeito, né?
Eu realmente não consigo descrever a sensação de ver esse fenômeno, quem já viu vai entender o que eu estou falando, é a coisa mais linda e incrível do mundo! As que eu vi não eram de intensidade forte, acho que se eu pego uma com atividade 9 (nível máximo) eu tenho um pirepaque, porque deve ser mais lindo ainda.  Eu não tive muitas escolhas e infelizmente a tempestade na época que estive na Islândia não colaborou muito, mas o Aurora Forecast é um site pra você não desgrudar quando for pra lá e ter certeza que naquela noite a atividade e visibilidade são boas pra ver as luzes, ok?
Na primeira parada eu só consegui ficar de boca aberta e coração acelerado! É um mix de sentimentos ver esse fenômeno, pelo menos pra mim foi. Só de escrever isso eu fico emocionada, parece meio cliche sempre dizer que é indescritível, que é uma experiência sensacional e única. Mas a verdade é que ainda não inventaram uma palavra pra descrever o sentimento de ver uma Aurora Boreal.

Tava bem escuro e tudo cheio de neve que era difícil saber o que era rodovia ou o que era espaço seguro pra gente ficar. O guia tinha que ficar toda hora gritando pra gente sair do meio porque tava vindo carro. Naquela noite pensei que iria morrer de frio, de emoção e atropelada. hehehe
Quando a Aurora chega, ela parece uma nuvem, você sabe que ela ta ali.. e aos poucos ela vai mostrando sua cor, tinha horas que estava um pouco mais forte e outras que sua cor mesmo não estava visível aos nossos olhos, só pela camera dava pra ver.
Quando ela desapareceu, voltamos pro ônibus pra achar outro lugar, ficamos rodando por um bom tempo e nada dela aparecer de novo, quando estavamos quase voltando, um outro guia chamou no radio e fomos um pouco mais longe. Já era madrugada e tava muito frio mesmo, não consigo nem explicar que frio era aquele! Dessa vez ficamos muito mais tempo la fora esperando e esperando, foi uma tortura eu confesso, mas quando a Aurora apareceu de novo…. eu me acabei em lágrimas.

 

O primeiro contato eu só consegui ficar sem reação e de boca aberta, mas depois foi inevitável segurar o choro, ali no meio da escuridão toda, rodeada de pessoas de todos os cantos desse mundo que viajaram pra ver o fenômeno. Eu senti que aquele momento era só eu, a Islândia e a Aurora Boreal… nossos últimos momentos juntos e aquilo era um mix de felicidade pela realização do sonho e a tristeza da despedida.

A empresa nos ofereceu chocolate quente e comidinha pra nos aquecer, as luzes não duraram muito ali e estavam mais fracas, eu já não sentia mais meu rosto, dedos.. nem nada, logo já retornamos pra capital,  sozinha na minha poltrona fui chorando o caminho inteiro de volta. Era difícil, muito difícil ter que dizer tchau pro meu lugar dos sonhos, pra minha casa, foi tanto tempo de espera pra estar ali e a dor da despedida me pegou de jeito. Passar minha última noite vendo a Aurora Boreal, só deixou essa despedida ainda mais difícil.

Na minha cabeça foi uma loucura processar o que eu estava vivendo, Islândia? Aurora Boreal? Que? Como assim? A gente passa tanto tempo só sonhando, que é um choque quando a gente se da conta que está ali, que o fenômeno mais lindo do mundo tá acontecendo na sua frente, não é foto, não é vídeo, não é  sonho, é a realidade, aquela que você batalhou tanto pra estar.

As fotos estão péssimas, mas são importantes e mega especiais pra mim, afinal, a primeira Aurora Boreal a gente nunca esquece.

//You Might Also Like

//23 Comments

  1. Kah Souza

    maio 27, 2015 at 1:16 pm

    Sei nem o que falar nesse post, Ta! Só imaginei você quase congelando, com o cabelo molhado, toda emocionada e vendo essa maravilha. Que sonho, que amor. Sério! Não deu pra não ficar feliz lendo esse post e imaginar (bem de longe) os milhões de sentimentos que passaram pela sua cabeça. Espero que quando eu ver essa linda eu espere um pouco pra começar a chorar loucamente, HAHAHAHA.

    Muito amor realizar sonhos, ainda mais quando é assim, um combo de sonhos <3333333 fiquei cheia de alegria aqui e torcendo (mais uma vez) pra você ir o mais rápido possível pra Islândia novamente ❤

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:07 pm

      Awwwwn tu é uma super fofa, Kah! Venha pra esses lados que quero te levar pra Islândia comigo!

  2. Camila Faria

    maio 27, 2015 at 7:14 pm

    Que coisa mais maravilhosa essa post Taís! Quem se importa com as fotografias, com uma descrição tão verdadeira e emocionada como essa? Que felicidade sem tamanho!!! Você precisa voltar!

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:14 pm

      Ahh obrigada, Ca <3 fico muito feliz que tenha gostado da descrição desse meu sonho! Vou voltar sim, vem comigo! haha

  3. Aline

    maio 27, 2015 at 7:22 pm

    Ain, quase choro contigo tbm. Que lindo realizar um sonho. Que lindo ver a aurora boreal. Que lindo como tudo aconteceu. Vc deve ter imaginado mil vezes mas foi melhor ainda. Que emocao deve ter sido! Aiii. Parabéns pela garra de ter ido atrás. E parabéns pelo post e pelas fotos, vc dividiu uma alegria comigo. Isso me lembrou qnd realizei o sonho do meu primeiro intercambio e qnd estava chegando ao Chile, comecei a chorar vendo a cordilheira dos Andes, haha. Acho que vc pode entender um pouco.

    Um beijo enorme!

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:16 pm

      Eu super entendo! É realmente emocionante realizar um sonho e finalmente poder viver algo e ver coisas assim que esperamos tanto tempo pra se tornar realidade 🙂

  4. Larissa Ayumi

    maio 28, 2015 at 12:35 am

    Taís, já achei doidera o cabelo molhado no post anterior, agora tô achando ainda mais hahahahahaha!! Que aventura!
    E que fantástico esse seu sonho realizado, é para chorar de emoção mesmo! Pelas fotos a aurora boreal já está linda, vontade imensa de ver pessoalmente, quem sabe um dia não é a minha vez de ir aí congelar e ver esse fenômeno incrível? Hahahahaha!

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:25 pm

      Foi doidera mesmo! Mas não teve outro jeito hahah
      sua vez vai chegar sim, Larissa! Acredite e vai ser lindo!

  5. Bárbara Hernandes

    maio 28, 2015 at 9:37 am

    Menina, que aventura, hein? Cabelo molhado nesse mega frio, emoção de ver a aurora de surpresa e depois de vê-la com mais calma… sensacional mesmo! Certamente inesquecível, e sim, diante de uma emoção dessa ao realizar seu sonho nem é prioridade sair tirando fotos, né? Como com certeza você verá isso mais vezes, da próxima, leva tripé! rs

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:30 pm

      Sim, a gente esquece de tudo nessas horas, o importante é a gente aproveitar o momento! haha
      Aiiii, nem fala, vou levar sim, já vou dar uma olhada pra comprar e ter certeza que da proxima vez que me aventurar ver a aurora eu vou levar um tripé comigo! haha

  6. filosofiabotequim

    maio 28, 2015 at 10:10 am

    Tais fiquei emocionada com o relato. Principalmente porque para mim também é um sonho ver uma Aurora Boreal. Fiquei mesmo feliz por saber que conseguiste ver uma. Espero um dia concretizar este sonho assim como tu. 🙂

    1. admin

      junho 2, 2015 at 4:40 pm

      Ah fico feliz que tenha gostado do relato <3
      e você vai realizar sim, é só não desistir desse sonho!! Estou aqui torcendo por você, todo mundo deveria ver uma Aurora Boreal antes de morrer, é a coisa mais linda desse mundo!

  7. Débora Braga

    maio 28, 2015 at 4:50 pm

    Ai que lindo!
    Não importa se as fotos ficaram ruins, o importante foi realizar esse momento tão incrível e do jeito que você queria.
    Imagino o quão bonito deve ser. Se um dia eu tiver a oportunidade, com certeza vou chorar também hahaha.
    Adorei o seu post contando essa experiência tão linda e que poucos têm.
    Beijos

    1. admin

      junho 2, 2015 at 6:51 pm

      Awnn obrigada, Débora, fico feliz que tenha gostado e tenho certeza que você vai chorar também, é lindo demais! haha

  8. Thay

    maio 28, 2015 at 5:39 pm

    Calma aí, calma aí! Como assim tu fica dando voltas de carro por aí com um viking?! HAHA, que fantástico! E mais fantástico ainda foi o seu encontro com a aurora boreal! Se pra mim, que só li seu relato, já foi emoção pura, nem consigo imaginar como deve ter sido pra você que vivenciou tudo isso. É muito bom ver alguém querida como você realizando seus sonhos e vendo essas coisas lindas em um lugar tão especial. Sempre me enche o coração de alegria, de verdade. Agora vou ficar na expectativa pra você poder voltar pra lá o mais breve possível. Um beijo, sua linda! ♥

    1. admin

      junho 2, 2015 at 6:55 pm

      Ai, Thay, você sempre com esses comentários fofinhos que me dá vontade de te abraçar muito!
      Espero que um dia você também veja uma Aurora Boreal, tô aqui super na torcidade, é uma coisa incrível demais, não dá nem pra explicar!
      E vem comigo, na próxima! haha :*

  9. Dayane Pereira

    maio 30, 2015 at 3:11 am

    Foi muito emocionante ler seu relato!
    Claro que também sonho em ver uma Aurora Boreal, e claro, na Islândia! he he
    Dos vídeos que já vi eu sinto aquela sensação de ser um grão de areia, imagino vendo ao vivo… entendo quando você não encontra palavras pra descrever, não imagino que tenha!

    1. admin

      junho 2, 2015 at 7:05 pm

      Ver isso ao vivo é surreal, não dá pra explicar mesmo! Tô aqui na torcida pra você conseguir ir ver o fenômeno lá na Islândia!
      🙂

  10. gciolini

    junho 3, 2015 at 12:28 pm

    desfocadas mas…. você presenciou isso! e isso já é FODA!

  11. Ana Luiza

    junho 4, 2015 at 3:02 pm

    Eu tenho certeza que eu vou chorar quando ver Aurora Boreal. Vou chorar de alegria porque seria um sonho realizado! Não tem como não querer presenciar isso. Eu acho que não teria palavras para descrever meus sentimentos hahaha.
    Obrigada pelo comentário lá no blog! ♥
    Beijos,
    Nalu
    http://www.coisasafins.com

  12. Monica Aensland

    junho 5, 2015 at 1:35 pm

    QUE LINDO!!! Tenho muita vontade de conhecer esse lugar, teu post só me deu mais vontade ainda *-*

  13. Flavi

    dezembro 18, 2016 at 1:21 pm

    Sei que é um post antigo, mas só conheci seu blog agora.
    Menina, li seu texto com os olhos cheios de lágrimas!
    É o sonho da minha vida! E acredito que eu choraria horrores de felicidade se algum dia eu pudesse ver isso de perto!
    Tenho certeza que deve ser sido a experiência mais linda da sua vida! Não posso morrer ser ver isso de “perto”, simplesmente não posso….

  14. Flavia Zenke

    março 4, 2017 at 7:21 pm

    Que bacana ver a aurora boreal, um desejo que sempre tive e agora vem crescendo ainda mais. Vou me preparar com um curso de fotografia antes para não perder esses clicks preciosos e difíceis.

//Leave a Reply