Música

Perotá Chingo

Assim que voltei da minha aventura pela América do Sul, meu querido amigo achou que eu deveria conhecer este incrível grupo musical. Caiu como uma luva quentinha no inverno, suas músicas me confortavam e me faziam sentir saudade de tudo que passei com os hispanohablantes. Não foi só coisa de momento, Perotá Chingo me conquistou de uma tal forma que já entrou para minha lista de favoritos.
Sabe aquele tipo de música que te faz sorrir, pela beleza da melodia/letra ou pela forma tão apaixonada que seus músicos a cantam?  O grupo me conquistou de primeira com esses pequenos e grandes detalhes que fazem toda a diferença. É tão bom ouvir uma música que não é simplesmente ‘comercial/industrializada’ ou só feita para ganhar dinheiro e sim feita com amor.

Diego Cotelo (Uruguai) – Dolores Aguirre e Julia Ortiz (Argentina) – Martin Dacosta (Brasil)

O grupo foi formado inicialmente pela Dolores e a Julia, duas grandes amigas de infância que compartilhavam esse amor pela música. Depois iniciaram um projeto junto com o Diego e o Martin, assim esses 4 adoráveis jovens iniciaram um intercâmbio musical e cultural pela América Latina.
*Suas músicas são compostas por uma mistura quente e alegre de diversos ritmos e estilos de diversos autores (e algumas músicas próprias), sem se preocupar com preconceitos e fronteiras.

* Fronteiras? O que pode ser uma fronteira mais que uma linha arbitrária que separa o meu do seu no mundo dos poderosos. O que é uma fronteira mais que um grande prejuízo, que nos faz esquecer que somos todos filhos de uma só terra. Fronteiras, a grande estratégia mundial que basta andarmos pelas estradas desse mundo para ver que é só um artifício tosco e sem sentido. Não há fronteira com os vizinhos e também não há com os Cosmos. E disso, entendem bem os integrantes deste grupo.

*Quando vejo as fotos do grupo, vejo como é ser natural. O natural é uma qualidade que vem quando nós nos aceitamos como somos, de onde somos e o que queremos ser. Ser natural, seria estar confortável dentro da pele que vivemos. Sem tomar posições emprestadas ou impostas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Eles viajam bastante, levando alegria para os lugares que passam com suas músicas. Em setembro eles pretendem começar uma viagem que vai desde o Brasil até o México.

“Nós amamos a terra e toda a natureza. Esta de que a revolução começa em nós mesmos, é bastante significante para nós. A ideia de viajar não é só com a intenção de fazer música, mas também para conhecer outras alternativas de vida nas quais não estejam envolvendo o uso excessivo dos nossos recursos. Uma alternativa mais consciente com respeito a nossa Mãe Terra”.

É difícil selecionar poucas músicas para apresentar a vocês, vou deixar apenas três vídeos! (Missão impossível – todas são muito boas!) e para quem gostar ou se interessar em saber mais sobre esses queridos aí, podem encontrar mais vídeos no youtube procurando por Perotá Chingo ou na página deles no Facebook:  http://www.facebook.com/perotachingo

Esta foi a primeira música que eu conheci. Lindíssima! (Rie Chinito)

Arrisco dizer que esta é a minha favorita, gosto muito da letra e da melodia. E claro, dos sorrisos do Dieguito!! *suspiros* (El tiempo está después)

Aqui são eles no Chile, brincando com a música Amalia rosa, um  joropo (típico) venezuelano.

Espero que gostem, são artistas que valem a pena ser compartilhados!

Obs: Algumas partes com (*) foram traduzidas/adaptadas por mim do blog argentino Alternativa Verde.

//You Might Also Like

//13 Comments

  1. Alexandre

    agosto 4, 2012 at 12:21 am

    Setembro é nóóóóóóís =DDD

  2. Joyce

    agosto 4, 2012 at 12:26 am

    eu realmente gostei da desse som! Dá uma paz aqui dentro de mim ><

  3. Rafaela P.

    agosto 4, 2012 at 5:47 am

    Nossa, adorei que banda legal 🙂

  4. Estefanie Germanotta

    agosto 4, 2012 at 7:44 pm

    Concordo que músicas feitas com amor são mil vezes melhores que músicas feitas pra comercializar. Não conhecia esse grupo e fiquei encantada com a história e o talento deles. Adorei!

    Beijos
    Coisas Fúteis

  5. Estefanie Germanotta

    agosto 4, 2012 at 7:45 pm

    Ps.: Indicarei esse post pro meu namorado. Acho que ele vai gostar (: Beijos.

  6. Zilah Rodrigues

    agosto 5, 2012 at 1:39 am

    Ei, Taís! Gostei muito do grupo e da música 🙂 Tudo que é explicitamente recheado de sentimentos bons é muito melhor e isso fica bem claro na descrição que você fez deles!

    Respondendo à pergunta que me fez: Já viajei um pouco, vou citar os principais lugares e cidades que conheci pois, em todas viagens que fiz, tentei aproveitar o máximo dos lugares e conheci tantas cidades pequenas que se eu enumerar aqui vai ficar chato 😛

    Vamos lá: Londres, Brighton, Hamburgo, Berlim, Cusco, La paz, Puno, Copacabana, Buenos Aires, Colonia, Cidade do México (fui descendo parando em várias cidades até chegar a Cancun), San Francisco, Las Vegas, Grand Canyon, Monument Valley, Disney e minha vergonha é que do Brasil mesmo conheço pouco! Conheço um pouco do Nordeste (Bahia e Natal), viajo sempre por Minas e pelo Rio de Janeiro, conheço também São Paulo, Porto Alegre e Curitiba.

    Viajar pra mim é meio que viciante. Vou te contar que até meus 18 anos, nunca havia nem saído de Minas Gerais mas, depois que saí a primeira vez, nunca mais parei de viajar! E espero que continue assim! Ainda tem muuuuuuuiiiiita coisa mesmo nesse mundão que quero conhecer.

    E você? Quais lugares conhece?

  7. ingrid

    agosto 7, 2012 at 2:20 am

    Nossa adorei conhecer a banda, a uniao e o amor pelo que fazem nos enche de inspiração. adorei a ideia de ir por aí, levando a musica deles sem pressoes..simplesmente pela arte e para conhecer pessoas..trocas mesmo.

    As fotos entao..sao de querer estar junto deles hahah

  8. Camila Faria

    agosto 7, 2012 at 1:24 pm

    As meninas cantam muito, hein? Adorei a banda, quero ouvir outras músicas!

  9. Lari

    agosto 7, 2012 at 3:13 pm

    Que música linda essa Rie Chinito. E em cada ritmo e versinho novo sentimos algo da natureza. Muito diferente mesmo essa banda =)
    Beeijos!

  10. Scarlat Assunção

    agosto 8, 2012 at 12:47 am

    Guriaaa, te vi no blog da Emi linda! Que blog é esse hein!? As suas fotos são incríveis, da vontade de pegar a mochila e sair pelo mundão *-*
    Achei um máximo o som deles, é tão bom, tão doce e leve, da vontade não parar de ouvir mais! *-*
    Parabéns pelo teu cantinho lindo ♥ Voltei sempre! (:

  11. Perota Chingo – Show (em dose dupla) – Nýr Dagur

    abril 2, 2016 at 1:13 pm

    […] falei sobre essa banda aqui no blog ano passado (neste post aqui). Fiquei na expectativa de vê-los ainda no ano passado, mas só agora que eles finalmente vieram […]

//Leave a Reply