Viagens

Lago di Garda: Peschiera del Garda & Sirmione

Eu tinha grandes expectativas quando coloquei a Itália no meu roteiro. Ainda mais que estaria visitando pela primeira vez a terra do meu antenato.  E ter raízes italianas, já era um bom motivo pra esse destino ter um gostinho mais especial. Porem, essa viagem pra lá não foi como eu tinha esperado (foi na real, a pior parte da minha EuroTrip de verão) e vocês vão acompanhar minhas frustrações nesses posts que farei sobre minha passagem pela Itália.

Poderia vir aqui falar só sobre como a Itália é lindíssima? Sim, poderia. Mas eu sempre relato minhas experiências de viagens de uma maneira bem honesta e dessa vez não vai ser diferente.

Cheguei em Verona 6 da manhã (vindo da Alemanha) muito cansada, peguei um ônibus noturno e não consegui dormir direito. Logo que cheguei já tomei aquele ”soco na cara” da temperatura, que estava quase na casa dos 30, aquela hora da manhã. Meu destino final era o Lago di Garda e eu precisava pegar um trem pra chegar até lá.

Não tive uma experiência muito boa na estação de trem de Verona. A começar pelo atraso do trem (começou aí a minha frustração com o transporte público italiano, que não é pontual) e depois com um cara bem estranho me abordando pra pedir “informação”. Eu amo viajar sozinha e essa foi a primeira vez que fiquei apreensiva com a minha segurança por ser mulher.  Ainda mais sozinha, numa plataforma de trem só com homens. Eu cortei o barato dele logo no começo, mas fica aqui meu pedido pra vocês, meninas: sempre fiquem em alerta. Não deixem de viajar sozinha por medo, mas sempre fiquem atentas, não importa em qual lugar desse mundo!

Peschiera del Garda

IMG_9700O trem de Verona até Peschiera del Garda é bem rapidinho, coisa de 13 minutos. Eu separei dois dias pra explorar o Lago di Garda, queria ver essa lindeza de norte a sul. Achei um hostel baratinho (e com reviews muito bons) e não pensei duas vezes em montar base ali. Peschieral del Garda fica na extremidade sul do lago e de lá tem ônibus pra outros lugares em volta do lago, fora o trem pra Verona, Veneza e outros cantos da Itália.

Meu check in era só 3 da tarde, cheguei no hostel um pouco antes das 7, mas eles foram tão legais que deixaram eu tomar café da manhã por lá (que está incluso na diária!). Depois disso, estava animada pra sair e colocar meus planos em prática. Spoiler alert: não deu muito certo.

Nesse primeiro dia pro meu roteiro no sul do Lago di Garda, eu queria conhecer Peschiera, depois seguir rumo pra Sirmione e Desenzano. Bem inocente, achando que eu conseguiria viver nos quase 40 graus que iria fazer naquele dia.

Não demorou muito e eu já estava passando muito mal por conta do calor assim que saí do hostel. Eu não conseguia andar, tinha que parar e achar uma sombra a cada dez passos que eu dava. Foi sofrido, eu só queria saber de sentar e chorar (apreciando aquela vista, é claro).

IMG_9697IMG_1329Não precisei andar muito pra dar de cara com essas vistas. Come non innamorarmi di te, Lago di Garda?

Peschiera é pequena e não se leva muito tempo pra ver tudo. Mas, demorei uma eternidade pra chegar no centrinho histórico, fiz umas 100 paradas até chegar lá. Vendo pelo lado positivo, foi bom desacelarar, sentar e apreciar os arredores na calma. É uma cidade bem pitoresca, tem uma fortaleza pra visitar, da época em que a Áustria comandava essa parte norte da Itália.

Só de ver um pouquinho dessa charmosa cidade,  já fiquei feliz de ter ela no meu roteiro.

IMG_1324italy3IMG_1337IMG_9704Comi um lanche qualquer perto de uma área ~praia~ bem movimentada, enquanto observava todo mundo se jogando no lago e aproveitando aquele dia quente pra nadar. Eu não estava em condições de ficar andando mais, resolvi então, voltar pro hostel e tomar um banho pra ver se eu melhorava.

Sentindo um pouco mais disposta, fui até o centro turístico pra comprar os tickets de ônibus necessários que eu iria precisar. Eles não tinham pra Sirmione e uma menina super solicita me explicou que eu poderia comprar em uma loja (que saíria mais barato do que comprar direto no ônibus).

Cheguei na tal loja e tinha uma senhora não muito amigável. Mesmo eu começando a conversa em italiano,  ela foi super estúpida comigo e aos berros, falou que não tinha mais ticket. Tentei perguntar se tinha algum outro ponto de venda, mas ela simplesmente me ignorou. Enfia a droga dos tickets na orelha então! Odeio muito gente grosseira sem motivo algum.

Fiquei mais de uma hora no ponto esperando o ônibus pra Sirmione, agonizando naquele calor do djanho. Ônibus não passa, ônibus que atrasa… Itália que não funciona direito em agosto (evitem, sério mesmo). Já estava começando a me arrepender de ter ido viajar pra Itália no verão, em agosto, que é o pior mês pra ir. É muito calor, é época de férias pros italianos também, muita coisa fecha, não funciona ou eles simplesmente já tão de saco cheio de tanto turista.

Sirmione

IMG_9738De Peschiera del Garda até Sirmione leva cerca de uns 30 minutos (Ônibus linha LN026). Você tem que fazer uma troca de ônibus no meio do caminho, então não se assuste caso o motorista não dê muitas informações e só fale pra descer ali.

O principal motivo que me fez querer ir até Sirmione foi pra ver o icônico Castello Scaligero. O castelo fica bem na pontinha da peninsula e teve um papel muito importante na proteção do Lago di Garda e dessa região. É um castelo medieval datado do século 13 e é uma construção super única, ele é todo rodeado pelo lago. É muito impressionante, sou apaixonada por castelos, sempre tento visitar um seja qual for o lugar e devo dizer que, o Castello Scaligero foi um dos mais lindos que já tive a oportunidade de conhecer. Surreal!

IMG_9707IMG_9708IMG_1340 IMG_1339IMG_9718 IMG_9720IMG_1345 IMG_1344 IMG_1341Dá pra subir até o topo da torre e a vista é de tirar o fôlego, como já dá pra se esperar. Você consegue ver toda aquela imensidão do lago e apreciar Sirmione do alto, que lugar mais lindo. Valeu muito a pena ir até lá, com certeza um lugar imperdível pra se conhecer no Lago di Garda. E é também, o lugar mais visitado do lago, então se prepare porque Sirmione fica lotada!

IMG_1349italy2IMG_9732IMG_9730IMG_9745 IMG_9743Outro lugar em Sirmione que eu queria muito ter visitado era as ruínas de uma vila romana (Grotte di Catulio), mas o calor me pegou de jeito e eu não tive mais condições de fazer nada. Parece exagero da minha parte, mas realmente estava MUITO quente!

Comprei um gelato enorme maravilhoso e fui sentar na sombra. Os gelatos italianos são de outro mundo, não dá pra explicar o tanto que eles são gostosos, os melhores com certeza. Em Sirmione recomendo demais a Mirkoz Gelateria, as porções são bem servidas e fora que eles têm várias opções veganas também. Só amor!

italy1Eu queria muito ter ido até Desenzano, e assim, conhecer mais uma cidade do Lago di Garda, mas infelizmente não rolou. Respeitei os sinais do meu corpo, eu realmente não estava suportando mais fazer qualquer coisa por conta do calorão. Fiquei bastante frustrada de não poder fazer as coisas que eu queria, mas melhor se cuidar do que desmaiar no meio da rua, certo?

Peguei o ônibus de volta pra Peschiera (demorou horrores, de novo) e fui pro hostel descansar. Fiz amizade com o pessoal do meu quarto, eles me convidaram pra ir até o rooftop do hostel beber com a ~galera~, mas eu desmaiei na minha cama de tão cansada que eu estava. Fora que no quarto tinha aquele ar-condicionado salvador de vidas, não queria mais sair dali.

Só sai pra ir jantar, comi uma bruschetta simples, mas que foi a melhor bruschetta que eu já comi nessa vida. Comida italiana, amo/sou!

No outro dia o plano era  ir conhecer o norte do Lago di Garda e torcer pro meu corpo fazer as pazes com o calor (e conseguir aproveitar mais sem morrer pelos cantos). Será que deu certo? To be continue… hahaha

> Alguém aí já visitou ou tem vontade de visitar o Lago di Garda também?

//You Might Also Like

//17 Comments

  1. Clayci

    outubro 24, 2017 at 12:22 am

    Nossa eu imagino o calor que vc deve ter sentido.
    Não gostei da forma que o cara te abordou =/ e ainda bem que vc conseguiu se livrar dele e ele não tenha tentado nada..
    Bom apesar do seu roteiro não ter saído como queria, no final valeu a pena né? Essas fotos ficaram lindas demais *_*

    1. Taís

      outubro 24, 2017 at 12:36 am

      O cara foi muito babaca, Clayci.. ele tava num grupinho só de homens, tinha outros caras perto dele.. e ele atravessou a plataforma pra vir falar comigo e pedir “informação”.. falei que não falava italiano e nehuma outra lingua que ele tinha sugerido pra já cortar e ele ainda ficou um tempo lá me encarando.. muita raiva, dai ele saiu e voltou pro grupinho dele e ficou la rindo. Se ele queria informação mesmo, pq não perguntou pros outros caras então? Louco, né?
      Sim, só de ter visto esse castelo maravilhoso e um pouco do lago já valeu a pena viu <3

  2. Nath

    outubro 24, 2017 at 12:49 am

    Que vontade de visitar a Itália depois de ler esse post <3 Muuuuito lindos todos esses locais que você foi.
    Eu tinha ouvido falar que alguns italianos são bem grossos mesmo, não sabem lidar com turista muito bem. Mas que bom que no geral as pessoas foram legais com você 😀

    Beijos

    1. Taís

      outubro 24, 2017 at 12:58 am

      Itália é um país lindo demais, Nath, vale muito a pena visitar <3
      Na verdade, se eu colocar na balança eu encontrei muito mais gente grossa no meu caminho do que legais, mas essas legais foram tão amorzinhos, acho que foi pra compensar a amargura dos outros. Pelo menos na região e na época que eu visitei, não encontrei muitos italianos pacientes não, infelizmente 🙁 o que me deixou bem chateada.

      Beijos!

  3. Jaqueline

    outubro 24, 2017 at 3:14 am

    Mesmo com o calor intenso e mal estar, deve ter valido muito a pena porque as cidades são lindas e aconchegantes. Há quem pense que em certos lugares da Europa não faça calor como aqui no verão. Lindas imagens, bjs ♥
    http://www.blogflorescer.com

  4. Wanila goularte

    outubro 24, 2017 at 12:45 pm

    Mais um lugar incrivelmente lindo, que pena que a experiência não foi tão legal assim! Já quero os próximos posts 🙂

  5. Fran

    outubro 24, 2017 at 1:10 pm

    eu conheci um italiano de Peschiera aqui em SP na época da copa, desde então fiquei com vontade de conhecer o lugar. mas, não fazia ideia do quanto era lindo!

    eu passo supermal no calor também… imagino como deve ter sido pra vc, ainda mais pra conseguir aproveitar a viagem.

    homens idiotas ao redor do mundo… tsc
    estamos suscetíveis em qualquer lugar, infelizmente 🙁

  6. Loma

    outubro 24, 2017 at 1:41 pm

    Caramba, esses lugares parece que saíram de filmes! Eu amei seu relato sincero, uma amiga que mora na Itália me contou que no verão eles não funcionam mesmo hahaha tanto que tomei uma canseira danada da Comune com relação à minha cidadania. Fiquei com muito vontade de conhecer esse castelo e de tomar esse gelato, eu não conheço muito sobre a Itália, vou acompanhar sua saga hahaha

  7. Camila Faria

    outubro 24, 2017 at 4:03 pm

    Taís do céu, pelas fotos jamais diria que o calor tava assim TÃO surreal. Fez certo mesmo em respeitar os sinais do seu corpo e descansar. E, nossa, só o que você visitou já foi MUITO lindo ~ e ainda rola aquela desculpa para voltar depois (numa outra estação, de repente). Beijo, beijo :*

  8. Ana

    outubro 25, 2017 at 6:02 pm

    Nossa Tais, que aperto você passou! Mas esse lugar é muito lindo, eu tenho muita vontade de ir, mas por causa do meu namorado que pratica windsurfing e também quer muito ir pra lá… já me imaginei deixando ele no lago e indo passear nesse castelo lindo, haha 😀
    E realmente, eu também já passei por esse calor quando estive em Madrid sozinha (também um agosto), o máximo que consegui fazer for ir ao Prado e voltar ao hostel para dormir 🙁 mas enfim, melhor nos cuidarmos do que passar mal estando sozinhas!
    Beijos

  9. Ana Mungioli

    outubro 25, 2017 at 10:53 pm

    Eu te entendo, viajar no calor é dureza mesmo. Eu tenho a lembrança de ir pra Andaluzia em setembro e me arrepender amargamente. É até triste lembrar do meu mau humor no meio de tanto lugar bonito. Fazer o que, né? É mais forte que a gente!

  10. Ana Beatriz

    outubro 26, 2017 at 5:59 pm

    Que lugar lindo! E me deu uma vontade de experimentar o gelato italiano! Deve ser de outro mundo mesmo, assim como a culinária.
    O calor atrapalha demais mesmo. Eu prefiro bem mais o frio pra bater perna. É mais prático sair cheio de casaco do que sentir aquele calorão punk de quase 40 graus. Te entendo total.

  11. Laura Nolasco

    outubro 27, 2017 at 4:53 am

    Itália é o sonho da minha vida, de verdade… Mas já penso que não posso ir no calor porque tenho pressão baixa e já quase morro nos 34ºc aqui de MG… no Rio e Salvador peguei 40ºc e virei um lixo, nem conseguia comer!
    Amei muito as fotos desse post… que pena que o roteiro não saiu como o esperado, mas essa lindeza toda parece ter valido a pena né?
    E você é a segunda pessoa que vejo reclamando dos transportes italianos esse mês!
    Beijos, ansiosa pelo proximo post!

  12. Gabi

    outubro 27, 2017 at 10:53 am

    Taís, que lugar mais maravilhoso! Fui até olhar no mapa, saber onde fica, quão longe é daqui, porque quero ir verão que vem, mas certamente evitarei agosto, porque ninguém merece essa quentura toda, jesus amado. Se eu que amo calor acho que não aguentaria, imagino que não tenha sido fácil pra você mesmo!
    Mas achei uma graça, uma delícia, e já quero ir. E quando for volto aqui pra anotar as dicas haha. Beijos!

  13. Lorraine Faria

    outubro 30, 2017 at 3:29 pm

    ahhhh que raiva que eu fiquei da mulher dos tickets e do sem noção te abordando! e nem quero imaginar esse calor todo, só o gelato e as paisagens mesmo pra compensar hhahhhahh

  14. Vickawaii

    outubro 30, 2017 at 4:24 pm

    Ahhh guria não to conseguindo associar o relato com as fotos hauhaua. É uma região tao linda, tao apaixonante, uma pena você nao ter aproveitado 100% por causa do calor :/ Eu estou com medo de sofrer pelo problema inverno, não aproveitar minha trip por causa do frio…Mas vai dar tudo certo huahaua e aposto que daqui há uns anos vc vai esquecer do calor e lembrar só das coisas boas

  15. Lago di Garda: Malcesine & Monte Baldo - Nýr Dagur

    novembro 2, 2017 at 6:49 pm

    […] centro de informações turística de Peschiera del Garda comprei um ticket de ônibus pro dia inteiro. Esse ticket custa 10 euros e te possibilita pegar os […]

//Leave a Reply