Viagens

Počitelj, Kravice e Blagaj – Bósnia & Herzegovina

Além de visitar Mostar, eu queria muito conhecer outros lugares no interior da Bósnia, principalmente Počitelj e Blagaj. A sorte é que esses lugares eram próximos de Mostar e facilitaria na hora de planejar o roteiro.

A dúvida era sobre o que valia mais a pena fazer: alugar um carro pra poder ver mais coisas, tentar o transporte público ou pegar um tour. Existem tours de preços variados e que cobrem um roteiro mais ou menos parecido, visitando 3 ou 4 lugares. Se fosse pra fazer tour eu queria o de 3 (Počitelj, Kravice e Blagaj) e não o de 4 que inclui Međugorje, que é uma cidade muito visitada na Bósnia, principalmente pro turismo religioso pelas histórias de aparições de Nossa Senhora por lá.

Eu não sou muito fã de fazer tours assim (porque sempre acho corrido), mas dependendo da situação e do que eles ofererem, acaba sendo a melhor opção.  E assim, fechamos com o hostel em que estávamos hospedados o Tour Herzegovina. Eu não tenho certeza, mas acho que o valor foi 30 euros (pode ser que tenha sido menos), pra passar o dia visitando os 3 lugares, com um jantar incluso no final do dia.

Quem nos levou foi o próprio dono do hostel, era um grupo pequeno e fomos todos em uma van. E esse dia, só me deixou ainda mais encantada pela Bósnia & Herzegovina.

Os lugares que visitamos na ordem:

Počitelj

IMG_0311

Počitelj (se pronuncia mais ou menos assim: potxitei), é uma vila histórica nesse morro as marges do rio Neretva. É um verdadeiro tesourinho escondido na Bósnia e visitar esse lugar é como voltar no tempo.

É uma vila bem pequena e com uma arquitetura otomana/mediterrânea muito bonita. Dá uma sensação de estar visitando um museu à céu aberto, com tanta história e a beleza de seus muros, mesquitas, ruínas.. É definitivamente um lugar que vale a pena visitar. O legal aqui é subir até a torre/cidadela/fortificação que fica no topo da vila. A vista é pra morrer de amores e também, todo o caminho até lá.

E não esquecer de provar o suco de romã que estarão vendendo na entrada de Počitelj. Nesse morro cresce muito romã e eles fazem um suco direto dessas frutas da região. Bem geladinho e docinho, muito bom! E ajudou a refrescar depois da subida.

Adorei conhecer esse hidden gem, é muito bom sair do óbvio e nos surpreender!

IMG_0290IMG_0315IMG_0299IMG_0322IMG_0304IMG_0318IMG_0297IMG_0324

Kravice Waterfalls

IMG_1580

Essas cachoeiras são um dos pontos turísticos mais visitados da Bósnia e Herzegovina hoje em dia. Elas são bem lindonas, mas no dia em que eu fui as quedas não estavam com um volume de água muito grande. Parece que a melhor época pra ver elas cheionas é na primavera.

A parada aqui foi mais longa, ficamos umas boas horas por lá relaxando. Tem mesinhas pra fazer picnic, restaurante, área pra nadar, é bem gostoso passar um tempo ali, ainda mais que estava fazendo 40 e tantos graus. Foi ótimo parar por lá na hora mais quente do dia, aproveitar a sobra e também a água geladinha das cachoeiras. Achei que ia ficar um pouco entediada com uma parada tão longa nas Kravice Waterfalls, mas na verdade foi ótimo esse break pra descansar.

O guia/dono do hostel, nos contou que antes era um lugar frequentado só pelos moradores locais, não se via gente de fora. Agora mais pessoas visitam, o turismo cresceu e a infrainstrutura do lugar melhorou. Acabei que nem tirei muitas fotos por lá, fiquei só curtindo essa natureza linda.

IMG_1562IMG_0343IMG_1560IMG_1574IMG_0338

Blagaj

IMG_0360

Blagaj é uma vila bem pequena e era um lugar que eu queria muuuito conhecer. É lá que fica a nascente do Rio Buna e também, o Blagaj Tekke (Dervish Monastery), construído em meados do século 16 com uma lindíssima arquitetura otomana e mediterrânea.  E justamente um dos monumentos históricos mais importantes da Bósnia e Herzegovina é o Blagaj Tekke. E se não me falha a memória, também um lugar sagrado para os mulçumanos do país.

É realmente um lugar muito especial e mágico, eu ficava babando muito quando via fotos na internet, parece até que é de mentira. Estar lá e finalmente ver tudo com meus próprios olhos foi inexplicável. Quanta beleza!

Entrei pra ver o Blagaj Tekke por dentro e é bem pititico, foi bom pra matar a curiosidade. Lá sim eu precisei me cobrir toda, usar um véu na cabeça que cobria também os ombros e um outro pano como se fosse uma saia bem longa para as pernas. E os sapatos são deixados na entrada.

Quem quiser também pode ir de barquinho pra dentro da caverna. Só que não tivemos muito tempo pra fazer as duas coisas, acabei preferindo ver mais o espaço e o interior do Blagaj Tekke.

Amei demais conhecer Blagaj e se você visitar o país não deixe de ir conferir esse lugar também!

IMG_0373IMG_0361IMG_1589IMG_0369IMG_1592IMG_1598IMG_0386IMG_0389

No saldo final achei que valeu a pena fazer o tour, não foi aquela coisa tão corrida e acho que deu pra aproveitar bem. Óbviamente fazendo de carro teria sido melhor ainda, mas o tour cumpriu as expectativas, então tá tudo certo.

A única “reclamação” que tenho foi do jantar que era prometido no final, achei que iríamos parar em algum lugar pra comer, só que a janta era no hostel mesmo. Até aí tudo bem, pensei que teríamos a opção de escolher ou seria um cardápio variado, já que não perguntaram se alguém tinha alguma restrição alimentar. Quando chegamos os pratos já estavam feitos e não tinha nem como trocar ou pedir outra coisa. Deixaram o grupo sozinho na hora da janta, foi uma falha de comunicação, já que não perguntei antes como seria esse tal jantar. Acredito que se eu tivesse falado antes que eu era vegetariana eles teriam feito uma opção sem carne pra mim (acabei comendo só um pure de batata). Então também nem posso ser injusta nessa questão. Afinal, não são todos os lugares que as pessoas têm esse cuidado e pensam que nem todo mundo come a mesma coisa.

E ahh, na volta também paramos pra ver o pôr do sol e a vista linda de Mostar de cima. ♥

IMG_0397IMG_0398

Minha experiência na Bósnia e Herzegovina foi muito positiva. Amei todos os cantinhos que visitei e de mergulhar em uma cultura tão diferente da minha e de outras que já tive a oportunidade de conhecer. Fui embora do país com aquele gostinho de querer ver mais e também, de que como é maravilhoso nos permitir viver essas experiências. De sempre guardar meu dinheiro pra viajar e poder vivenciar coisas diferentes, buscando ser sempre uma versão melhor de mim mesma ao conhecer realidades e culturas que eu não vivo. A gente não precisa concorda com o que o outro acredita, mas é tão importante respeitar todas essas diferenças, certo? ♥

Me espera que um dia volto, Bósnia!

//You Might Also Like

//8 Comments

  1. Claudia Hi

    fevereiro 2, 2018 at 5:23 pm

    Ai Taís, mais lugares que quero conhecer por sua causa haha

    Adorei todos os lugares que você foi. Kravice Waterfalls é lindo! E me apaixonei por Blagaj. Nunca tinha ouvido falar.

    Ah e você é tão de boa em pensar que também foi culpa sua não falarem sobre o jantar. Nossa se fosse qualquer outra pessoa iria estar xingando… pelo menos no twitter rs

  2. clara rocha

    fevereiro 2, 2018 at 11:22 pm

    Cara que cachoeira mais linda! A cor dela é surpreendente. Estava até bem cheio né? Mas imagino que com uma natureza estonteante assim, seja normal não querer tanto ficar tirando um trilhão de fotos. HEHEHE Eu amei a primeira vila que você foi também. É uma coisinha linda e já imagino um editorial de moda romantico, com vestidos esvoaçantes também. HEHEHE ♥

    O último lugar também é incrivelmente lindo. ♥ Eu teria vontade de merglhar nessa água. Já que sou problemática e tenho vontade de nadar em todos os lugares HAHAHAHAHAHAH

    que chato que houve essa falha de comunicação :((( é complicado mesmo… imagino que aí pela europa ainda tenha mais opções do que aqui no br mas mesmo assim…Mas que bom que no geral o saldo foi bom.

  3. Laura Nolasco

    fevereiro 3, 2018 at 1:28 am

    A gente vive um pouquinho de cada lugar com você e é um dos motivos de eu amar tanto seu blog!
    Amei o post!
    Acho que eu ia surtar com a cachoeira/esse lugar lindo e querer passar o dia inteiro só lá, hahahah
    As fotos estão lindas!
    E nossa, você tá muito linda nessa foto q aparece da cachoeira!
    Beijos!

  4. Carol Justo

    fevereiro 4, 2018 at 2:18 am

    Nossa, eu nem sabia que esse lugar existia e como é incrível! Sério mesmo.
    Adorei a sua experiência, amei as fotos que você tirou, eu com certeza passaria o dia todinho fácil nesta cachoeira.
    Adorei o seu blog!!! Conheci pela Melina, do Serendipity

    Carol Justo | pink is not rose

  5. Ana Poli

    fevereiro 4, 2018 at 1:32 pm

    Ah, cada lugar lindo que você visita, Tais! Dá vontade de fazer uma lista com todos e ir em cada um deles 😀
    Amei especialmente as cachoeiras, faz muito tempo que nao vou a uma e tô com uma vontade de passar calor e tomar banho de cachoeira!

  6. Thayse

    fevereiro 6, 2018 at 11:18 am

    Gente, que lindo esse passeio. E mesmo as cachoeiras não estando super cheias, achei tão bonito. Paisagens maravilhosas mesmo, parece cena de filme. Esses tons de verde tão diferentes e bonitos… fiquei suspirando aqui. E com muita vontade de ver isso de perto, claro <3 Super inspirador!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

  7. Amanda

    fevereiro 6, 2018 at 5:40 pm

    Ahhhh parece coisa de filme! Eu acabei de descobrir seu blog e to pirando aqui, vou começar logo um mochilão e seu blog me deu mais vontade ainda de conhecer o mundo.

  8. Lívia

    fevereiro 7, 2018 at 10:01 am

    Acho que nunca tomei suco de romã na vida, mas posso dizer que já me deu água na boca <3
    E antes de terminar o relato eu tinha certeza de que você falaria algo sobre o jantar heh já estou acostumada a ter dificuldade de comer na maioria dos lugares XD
    O lugar em que vocês pararam é lindo! Pena que tinha "pouca" água, mas eu até relaxei só de olhar *-*
    "A gente não precisa concorda com o que o outro acredita, mas é tão importante respeitar todas essas diferenças, certo?" THIS!
    Um beijo!

//Leave a Reply