Por uma vida mais sustentável

Faz tempo que estou enrolando pra fazer esse post. No instagram já mostrei um pouco sobre algumas mudanças que venho fazendo na minha vida, mas queria falar desse assunto tão importante por aqui também.

Se você ainda não parou pra pensar em sustentabilidade e em como cuidar dos recursos naturais do nosso planeta, te peço: por favor, você precisa colocar a mão na consciência urgentemente.

Tem gente que revira os olhos, diz que esse papo de veganismo, de reduzir o consumo de carne, uso de plástico, de energia, reproduzir menos lixo e etc. é coisa de gente meio ”hippie”. Ou ainda acham que mudanças assim ~não é pra mim~, é algo inalcançável.

A internet tá cheia de informações sobre sustentabilidade e dicas de como você pode mudar antes que seja tarde demais. Só separar o lixo pra reciclagem não é o suficiente, sabemos muito bem que apenas uns 9% do plástico no mundo é realmente reciclado. O problema não é só o canudinho, o buraco é mais embaixo.

Trocar o seu canudo de plástico por um de metal, bamboo etc, já é um começo, mas não deveria parar só por aí. Você não precisa fazer absolutamente tudo nos 100%, mas você precisa fazer algo. Se todo mundo abraçar essa causa e fazer pelo menos um pouco, é muito melhor do que todo mundo não fazendo nada.

Precisamos de mais consciência na hora de consumir. Não pensar só nas nossas vaidades e no nosso próprio umbigo. Isso pode nos custar algo muito valioso. A natureza nos dá tanto, por que é que devolvemos para ela tanto lixo e coisas que a matam pouco a pouco?

Parei de comer carne já tem quase 7 anos e consumo laticínios cada vez menos. Quando vou comprar algum produto, sempre procuro alternativas veganas, mais naturais e que não testam em animais. Meu corpo e o planeta agradecem!

E sigo buscando alternativas pra reduzir o uso de plástico, químicas e tudo que possar fazer algum mal pro meio ambiente. Minha vida não vai mudar da noite pro dia e ser mega sustentável, mas estou tentando, procurando aprender e me informar em como posso diminuir meu impacto negativo no mundo.

Nesse post vou mostrar algumas das minhas mudanças. Minha intensão é fazer isso mais vezes aqui e aos poucos ir mostrando essas opções por uma vida mais sustentável.

Pasta de dente

Eu uso essa pasta de dente natural que vem em um potinho de vidro. Ela é de uma marca vegana/cruelty free chamada Georganics, feita com óleo de coco. No começo a sensação é estranha, pois estamos acostumados com as pastas mais convencionais que são cheias de químicas. Ela não faz aquela espuma toda, é meio seca, mas conforme você coloca água na boca ela vai ficando mais ”soltinha” e você consegue espalhar melhor pelos dentes.

Nas primeiras usadas, eu achava o gosto estranho, uma sensação meio esquisita, mas logo no começo já percebi como meus dentes ficavam super macios depois. Tudo é questão de hábito. Não demorou muito e eu me acostumei, hoje em dia amo essa pasta. Acho ela mais leve e também posso reutilizar o potinho de vidro pra levar alguma coisa em viagens.

Escova de dente de bamboo

Minha primeira foi uma branca, agora comprei essa preta e nunca estive tão apaixonada por uma escova de dente. Acho linda e as cerdas são macinhas sim!

Além dela, também tenho essa case de bamboo pra guardá-la. É importante sempre secar bem e não deixar em lugar úmido.

A escova é da Georganics também e a case é da Hydrophil.

Garrafinha de aço inox

Pra evitar ficar comprando água de garrafinha de plástico, tenho essa que é reutilizável e é uma mão na roda. Ótimo quando vou sair, encho de água antes e carrego comigo. Felicidade enorme também quando os lugares oferecem um bebedouro que você pode encher de novo ou se estiverem em um restaurante/café/pub, pedir pra alguém encher pra você.

Economizo dinheiro e evito plástico!

Coletor menstrual e absorventes reutilizáveis

Dava pra fazer um post inteiro só sobre esse tópico! Ano passado quando fui ao Brasil, comprei um coletor menstrual e absorventes reutilizáveis de uma marca vegana bem conhecida chamada Korui. E desde então me perguntei como é que eu não usei isso antes? É maravilhoso, tanto pro meu corpo, quanto pro planeta!

É ótimo o quanto eu comecei a entender melhor o meu corpo, observando meus ciclos dessa maneira. Com o coletor eu percebi que eu menstruava muito menos do que eu imaginava. E que aquele odor e todo aquele nojinho que eu sentia era por causa dos absorventes descartáveis. Mudou totalmente a minha relação com o meu ciclo.

Tanto o coletor como o absorvente, eu posso ficar horas sem trocar que não vaza (meu ciclo não costuma ser intenso). E até esqueço que estou ~naqueles dias~. Seja no dia dia ou pra viagem, facilita demais a nossa vida, pra trocar e limpar também é fácil. Só amor!

Food Wrap

Foi amor a primeira vista quando vi esses wax food wraps!
Pra descartar totalmente o plástico filme na hora de embalar comida. Esses são veganos e feitos com cera de soja, são reutilizáveis pra durar mais ou menos 1 ano. Você usa, lava e guarda pra usar numa próxima vez.

Os meus já estão bem usadinhos, uso bastante pra cobrir a comida quando coloco na geladeira, ou se quero levar alguma fruta ou sanduíche quando vou sair.

Soapnuts pra lavar roupa

Essas soapnuts (ou soapberries) são uns frutinhos da árvore Saboeiro e com elas podemos fazer sabão! Eu uso pra lavar as minhas roupas ou a louça também – e tem gente que usa pra lavar cabelo. Ou seja, dá pra lavar o que você quiser. Fora que é uma forma economica também, porque um saco desses com as soapnuts rende muito!

Já mostrei lá no instagram como eu faço: eu coloco as soapnuts num saquinho e esse saquinho vai dentro na máquina de lavar roupas.Em contato com a água, elas produzem um sabão natural. Também bato elas no liquidificador com água pra criar mais sabão e guardo numa garrafinha de vidro pra ir usando. É uma forma natural de lavar roupa, sem químicas e livre de plástico! Ótimo pra quem tem alergias e pra roupas de bebês também É bem suave, mas limpa super bem. Só coisas mais gordurosas que não, você precisaria misturar alguma outra coisa pra ajudar.

No começo achei bem estranho, novamente, estamos acostumados com aqueles produtos cheios de químicas, que usar um natural ”assusta” de primeira. Mas tudo é questão de mudar nossos hábitos e hoje sigo feliz lavando roupas assim, com um fruto de uma árvore!!

//

Aqui em Dublin recomendo demais a Sustainable Store que fica em Blackrock pra achar esses produtos. De inicio pode ter gente que vai torcer o nariz pro preço de algumas coisas, mas o custo benefício vai acabar saindo mais barato, já que são coisas reutilizáveis. Os produtos convencionais você descarta e tem que ficar comprando e comprando de novo, certo? No final das contas sai o mesmo preço ou bem mais caro!

Tenho um longo caminho e ainda muitas coisas pra mudar na minha vida nessa busca por uma vida mais sustentável. Citei apenas algumas coisas nesse post, mas esse é um assunto que quero trazer mais pro blog. Então vai ter outros posts sobre esse tema por aqui.

Vamos nos ajudar e aprender como cuidar melhor do nosso planeta juntos? ♥

(ah, só pra deixar claro que não tô sendo paga pra falar de marca nenhuma aqui, ok? haha)

Comments

  1. Eu acho incrível como as pessoas estão mais preocupada com a sustentabilidade, e isso é muito importante, trocar coisas que usamos no cotidiano para algo que não irá afetar nosso planeta, afinal é nosso não é mesmo? Eu amei o post, e eu to fazendo o possível para não apenas trocar as coisas, mas também entender a importância disso, para as próximas não sofrer com os danos que nós mesmo causamos.

    Boa semana <3
    http://dosedeestrela.com.br

  2. Taís eu amei esse post! Me deu várias ideias pra usar aqui em casa. Achei muito interessante essas “frutinhas de sabão” rs e amei os food wraps. Vou tentar encontrar aqui no Brasil.

    Ah e faça mais postagens sim. Eu adorei, e me interesso bastante em fazer trocas mais sustentáveis!

  3. Acho muito importante a gente parar e olhar para nós mesmos. Comecei a fazer isso há um tempo atrás. Primeiro com roupas, depois com objetos, e mais recentemente com comida. Aprendi com uma amiga vegetariana que é muito possível sim, substituir a carne. O bom é que eu almoço sempre no refeitório da Universidade e ele tem uma opção vegetariana, fica muito (muito!) fácil de comer sem carne, foi assim que eu percebi que é gostoso e simples.

  4. Eu estou mudar aos poucos, consumo menos marca, dou preferencia para produtos naturais e sempre os que não são testados em animais, mas aqui no Brasil ainda é bem difícil de encontrar tanta variedade, principalmente com um preço viável. ):

  5. Maravilhoso esse post Taís! Fiquei MUITO interessada nessa pasta de dentes, vou procurar por aqui algo parecido. Isso de reaproveitar os potinhos de vidro é lindo também, AMO fazer isso. <3

  6. Lindo post Tá! 🙂 Adorei demais todas as opções que você apresentou..muito importante estas mudanças. Querendo muito comprar os absorventes, vi que agora tem calcinhas absorventes, vou comprar 🙂 estou animada hahaha um beijo, Flora.

  7. tá todo mundo nesse mesmo barco afundando, e torcer o nariz é näo fazer nada. eu também tô aprendendo (escrevi sobre isso há poucos dias também). eu tô tentando uns DIY e tô adorando o resultado (já fiz pasta de dente, condicionador, desodorante e creme pras mäos… e quero testar mais coisa, inclusive produto de limpeza). é interessante perceber quanta coisa a gente näo precisa (quanta química tem dentro de um cosmético só pra dar cheiro, cor ou textura) e que tudo é mesmo uma questäo de hábito. mas é um processo, né!?
    p.s.: tô doida pra fazer meus food wraps

  8. Quanta coisa legal!

    Aqui no Brasil- ou pelo menos onde moro – acho difícil encontrar coisas mais sustentáveis, mas eu sei que nada muda enquanto a gente não olha as coisas de outro modo e vai criando alternativas…

    Eu sempre tive pena de desperdício, detesto jogar coisa no lixo, mas também não dá pra acumular em casa. Além da reciclagem (que realmente é como vc disse, o mínimo do mínimo…), eu tenho um hábito de comprar coisas duráveis e mantê-las conservadas, assim, quando eu quiser passar pra frente, a pessoa vai usar algo em ótimo estado, o que vai fazer o objeto durar mais tempo. Tem quem me ache chata, mas eu não deixo minha filha detonar os brinquedos hehehe. Ensino a cuidar. Cosmético eu quase não uso, mas do pouco que uso, acho tão difícil encontrar alternativas veganas. Só encontro pela internet, os produtos são muito caros e o frete também, isso quando entregam. Não dá pra usar sabonete de criança, por exemplo, porque sairia uma fortuna. Pago 13 reais em um normal, que é o melhorzinho dentre esses comuns, enquanto o vegano é 80 reais. Sei que é melhor até pra saúde dela, me preocupo com ingredientes que possam fazer mal, mas algumas trocas são inviáveis por enquanto. 🙁 A gente vai fazendo o que pode…

  9. Estava guardando esse post para ler com calma. Parei de comer carne vermelha aos 9 anos de idade e enfrento olhos revirados e pessoas me chamando de fresca, chata desde então. Nem fico pregando pra ninguém, mas mesmo assim tenho que ouvir essas coisas há décadas. Venho fazendo mudanças na vida aos poucos, mas não vou mentir e dizer que é fácil. Meu marido ainda insiste em colocar papel filme nas comidas, enquanto eu sempre coloco na vasilha de vidro. Não vou ficar brigando com ele em nome da saúde da nossa convivência. Parei de usar cotonetes há alguns meses e pretendo comprar a calcinha absorvente. Roupas já tem um bom tempo que consumo cada vez menos. Tenho algumas peças que estão comigo há mais de 20 anos. Enfim, a gente vai tentando fazer a nossa parte. Amei seu post!

Trackbacks

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


Notice: genesis_footer_creds_text is deprecated since version 3.1.0! Use genesis_pre_get_option_footer_text instead. This filter is no longer supported. You can now modify your footer text using the Theme Settings. in /home/jw1nrhfa/public_html/wp-includes/functions.php on line 4716

© 2019 Nýr Dagur · by MinimaDesign