Cultura/Conhecimento

Raposa do Ártico

E aqui vamos nós para mais uma edição Animal Planet deste blog – hehe. Eu sou apaixonada por animais, como vocês já devem ter percebido, por aqui já falei sobre raposa urbanaporco espinho aventureiroo cachorro mais fofo da Irlanda e também sobre meu sonho de fazer trabalho voluntário na África do Sul com felinos, fora alguns posts sobre o meu gato. E sendo assim, não poderia deixar de falar sobre esse animal  tão fascinante e que nem todo mundo conhece bem.

Presente em toda região do Ártico, essas raposas são um dos animais mais interessantes que eu já vi. Além de absurdamente lindas, elas têm uma relação com o meio onde vivem muito interessante. Esses animais conseguem viver em temperatuas muito baixas, bem negativas mesmo e se adaptam muito bem, seja no inverno congelante do Ártico, como nas estações mais quentes também. No inverno elas têm essa pelagem bem branca como a neve, mas no verão elas trocam de pelagem, ficando em tons de cinza e marrom, assim elas conseguem se camuflar tanto no inverno com a neve, como também no verão entre as rochas e a vegetação. Demais, né?

 

Um fator muito importante para sua sobrevivência é que são animais muito inteligentes. As Raposas do Ártico são grandes caçadoras, se alimentam de pequenos animais, quando é verão e suas comidas estão por aí, elas armazenam toda comida que conseguem em seus esconderijos, assim garantindo tudo para o inverno, época que muitos desses animais somem. Outra esperteza delas é que  se fingem de morta, isso mesmo, assim atraem animais pequenos e curiosos, principalmente pássaros, assim elas pegam eles de surpresa e garantem mais uma comida.  Outra coisa também, é que elas costumam seguir ursos (já que elas são bem espertinhas em se camuflarem), assim vão pegando o resto das comidas que eles vão deixando pelo caminho.
Como sua pele tem um isolante térmico poderoso, já que consegue viver numa boa em temperaturas negativas, são grande alvo dos humanos (e dos ursos também). A sorte delas é que no Ártico não tem lá tantos humanos com isolante térmico que aguentem ficar por esses lados, mas parece que com essa esperteza toda, elas se saem muito bem fugindo  dos seus predadores, principalmente dos ursos. São umas lindezas mesmo! Cada vez que leio e descubro mais sobre esses animais, fico mais encantada.
Outra coisa legal é que elas têm o mesmo parceiro por toda a vida, escolhem seu par e assim sempre procriam juntos.

Raposa do Ártico e a Aurora Boreal

Como assim? O que esse animal tem a ver com a Aurora Boreal?
Bom, a Aurora Boreal tem suas explicações tanto na mitólogica Nórdica como em folclores também e em um deles, o fenômeno é relacionado com as Raposas do Ártico. O nome finlandês para Aurora Boreal é Revontulet, que em uma tradução literal, seria algo como ‘fogo da raposa’. Acredita-se que as Raposas do Ártico soltam fogo pelas suas caudas e mandam isso lá pro céu, virando a Aurora Boral que a gente conhece. Outra explicação é que elas sobem nas montanhas e conseguem transformar os ventos do norte em luzes que dançam pelo céu. Lindo, né?

 

Eu sou apaixonada por Aurora Boreal, tudo culpa da Islândia. E aí quando descobri esse animal fascinante e sua relação com o fenômeno, não teve dúvida de que eu ia me apaixonar ainda mais por essas duas coisas lindas juntas, né? Fora que também adoro mitologia nórdica.
Quando pisar nessa parte norte do mundo, quero muito poder ver não só o fenômeno, mas também essa raposinha aí. E claro, dá uma abraço apertado em um urso polar. Deixa eu sonhar! haha

Vocês já conheciam essa história sobre a Aurora Boreal na mitologia nórdica ou já tinham ouvido falar sobre esses animais incríveis lá do Ártico?

Espero que tenham gostado de mais uma edição Animal Planet do blog. haha – acho que gostei do nome. 😛

>Deixando claro que as fotos do post não são minhas, mas não achei fontes seguras com créditos para os seus respectivos donos. Mas esse ilustração fofa, vocês podem comprar aqui no Etsy.

//You Might Also Like

//17 Comments

  1. Bárbara Hernandes

    setembro 9, 2014 at 8:55 pm

    Eu não sabia nem das raposas nem dessa parte da mitologia nórdica e achei tudo lindo, maravilhoso! Raposas são incríveis mesmo. Enfim, adorei aprender um pouco mais lendo o seu post!

  2. Paula A.

    setembro 9, 2014 at 8:59 pm

    Conhecia essas lindinhas já, mas não sabia dessa história delas com a aurora boreal (que também amo, por sinal), muito lindo! <3

  3. Larissa Ayumi

    setembro 10, 2014 at 1:45 am

    Como não amar raposas <3
    Não sabia dessa relação das raposas do ártico com a aurora boreal, que legal! Vivendo a aprendendo rs

  4. Camila Faria

    setembro 10, 2014 at 2:06 pm

    Ai Taís, que raposinhas mais lindas… Sou apaixonada por raposa, mas até hoje só vi uma "ao vivo". Acho que iria morrer de fofura se me deparasse com uma lindeza dessas. Fiquei encantada com essa história da Aurora Boreal, nunca soube disso… Agora tenho mais um motivo para desejar ardentemente ver o fenômeno de pertinho!

    Ah, e não se você já assistiu "Nanook of the North", um filme dos anos 20 que mistura ficção e documentário, mas a Raposa do Ártico aparece em uma das cenas e eu nunca me esqueci… O filme é incrível, vale a pena assistir! (http://www.imdb.com/title/tt0013427/)

    Beijo!

  5. Natasha Magalhães

    setembro 10, 2014 at 10:04 pm

    Owwwn gente, que lindeza! Fiquei apaixonada, nunca tinha visto. Raposas são animais super interessantes.

    http://www.cerejasnotopo.com

  6. BA MORETTI

    setembro 12, 2014 at 4:17 pm

    adorei esse lance da raposa com a aurora 🙂
    e que animal mais fofo meu deux

  7. Caroline Matias

    setembro 12, 2014 at 10:30 pm

    Eu gosto de Raposas desde criança comecei a gostar por causa dos animes e da cultura japonesa a raposa no japão é cheia de mistérios e tem uma mitologia linda. Ainda não conhecia essa lenda. Amo entrar no seu blog e ver essas coisas lindas e essas dicas da cultura Nórdica, continue fazendo o/ ta?

    Essa ilustração da Raposa e Revontulet (como se pronuncia?) é linda demais *.*

    Beijos Tais
    Caroline

  8. ingrid

    setembro 13, 2014 at 3:24 am

    Ahhhhh que lindeza isso Taís! Com certeza meu namorado que é fissurado por raposas vai amar esse post! adorei a lenda das raposas e a aurora boreal..acho o máximo como isso tudo foi construídos e as vezes perduram esses "ares místicos" nos animais até hoje…pena q a maioria é negativamente, tipo gato preto, corvo, urso preto etc…

    beeeijos lindona e aí? achou o esmalte azul dos sonhos?

  9. Anne

    setembro 13, 2014 at 6:42 pm

    Que coisinha mais fofa!
    Não conhecia a lenda. Adorei saber mais sobre esses animais!
    Beijo

  10. Dayane Pereira

    setembro 14, 2014 at 6:53 pm

    Que linda esta história da Raposa com a Aurora Boreal. Assim como vc, eu amo este fenômeno e sonho ver pessoalmente, pro culpa da Islândia.
    Adoro as curiosidades que você posta no blog 🙂

  11. Paula

    setembro 15, 2014 at 9:56 pm

    To passada com esse post. Nunca soube dessa mitologia que envolvia raposas e aurora boreal. Aliás, amo muito os dois tb.
    E essa raposa linda? Pena que ela dá uma sumida justamente quando está mais bonita, né?

    Bjs!!!!

  12. Maria Cândida

    setembro 17, 2014 at 2:08 am

    Quando estudei na Noruega, nas aulas de biologia era bem comum citar as raposas do Ártico pela capacidade delas de se manterem. Eu só não sabia que o nome delas era esse em português (em norueguês significa, literalmente, raposa da montanha). Acho que os humanos caçavam elas pra conseguir o pelo, já que ele isola bem, mas se não me engando isso também se tornou ilegal (por motivos óbvios). Eu não sabia da história da aurora boreal, acho que eles não curtem muito ensinar mitologia/folclore nas escolas, risos. 🙂

  13. Thay

    setembro 17, 2014 at 8:34 pm

    Ai meu deus, que coisas mais amadas da vida! ♥

    Adorei saber sobre essas raposinhas fofas, gostei da vibe Animal Planet do post. E que coisa linda essa relação com a aurora boreal – fenômeno que também PRECISO ver isso nessa vida ainda – adoro saber sobre esse tipo de coisa, folclore é algo que precisava ser mais difundido, é tão interessante ver as histórias que os antigos contavam para justificar algumas coisas, eu adoro.

    (ah, então outra coisa que tenho que fazer nessa vida ainda é cantar num karaokê com você, haha! Eu também não canto nada, mas certeza que arrasaríamos!)

    =**

  14. Georgia Visacri

    setembro 18, 2014 at 8:37 pm

    esse pum da raposa é poderoso, hein? hahaha (sorry, não resisti!!)

    Que animal encantador e com um olhar tão cativante, a 4ª foto é perfeita. Adorei o post estilo AP 😉

  15. Tessa

    setembro 19, 2014 at 8:38 am

    Amei a conexão da raposa com a aurora boreal. Que bichinho lindo!
    Vou perguntar pra minha colega finlandesa se ela conhece a história 😉

  16. Gislei

    setembro 19, 2014 at 6:08 pm

    já conhecia a historia das raposas, mas me chama mais a atenção a parte mistica mitológica! super curti o post, muito nutritivo ♥♥
    gislei.com

  17. naterradaluavirada

    setembro 20, 2014 at 10:30 pm

    Lindinhas demais! O que eu fico sem entender é como alguns humanos têm coragem de caçar essas fofuras… E como outros humanos têm coragem de usar as peles de cichinhos como esse para se esquentar. Claro que quando faz parte da cultura de sobrevivência de pequenos povos que vivem no ártico a gente pode até entender, mas a grande escala? Como marcas estilo Canada Goose fazem? Sinceramente, eu acho nojento!

    Beijos,
    Lidia.

//Leave a Reply