Irlanda, Pessoal

Vivendo em dois idiomas

Estava esses dias pensando com meus botões, sobre minhas particularidades em viver com dois idiomas na cabeça. Fiquei pensando também como que funciona pra outras pessoas, quais são suas manias e como cada um lida com isso. E tenho certeza que tem muitas similariades aí.

Na verdade, dizer só dois idiomas não é bem a minha realidade, mas queria focar esse post só no combo português – inglês. Dentro da minha cabeça (e vida) é uma mistura de diferentes idiomas.  É até ”injusto” falar que só tem dois aí no meio. Além do português e inglês estarem presentes na minha vida (por motivos óbvios), tem mais um monte de idiomas que estão presentes no meu dia dia. Seja de forma frequente ou não.

Eu escuto muuuuuita música em tudo quanto é idioma. Vejo filmes, seriados, tento até ver vídeos que eu não entendo, só pelo prazer de ouvir certas línguas. E quando menos espero, vou puxando uma coisinha aqui e outra ali. Me pego soltando frases ou tendo conversas comigo mesma em umas línguas aleatórias. Pra citar exemplos: quando vejo algo fofinho é difícil não pensar na palavra cuki em húngaro. E recentemente, fico ”xingando” mentalmente em dinamarquês.  Falo húngaro ou dinamarquês? Não mesmo! haha mas só de saber algumas palavras já é o suficiente pra de certa forma eu adquiri-las pra mim. Fora também os idiomas que de fato eu estudo (ou pelo menos tento hehe).

Assim funciona minha cabeça, nessa mistura, nessa loucura.

IMG_6293 (2)

Ahh se eu soubesse falar esse idioma lindo que é o dinamarquês ♥

Mas voltando no combo português – inglês.  Aqui na Irlanda minha vida é quase que totalmente em inglês, tirando uma pequena parte em que falo português com meus amigos brasileiros. E o óbvio também, do contato com minha família, amigos, internet (o blog!)  etc. em português.

Passo a maior parte do meu tempo falando em inglês e é muito comum eu acabar esquecendo como se fala certas coisas em português. Ou achar que algumas situações faz mais sentido se expressar em inglês. Claro que acontece também no outro lado, ainda mais sendo o português minha língua materna. Pode ser que as vezes fique ”enferrujado”, mas vai ser sempre a língua que vou me expressar melhor, não importa o quão fluente eu seja em inglês ou qualquer outro idioma.

As vezes acontece de eu passar semanas e semanas só falando em inglês, que quando eu falo em português com alguém, dá uma sensação tão gostosa, é como se eu tivesse com saudades do idioma. Coisa que nunca pensei que fosse algo possível de acontecer.

É engraçado também o apego com certas palavras e como pra cada situação diferente elas ficam pedindo pra serem usadas (vide o exemplo do húngaro e dinamarquês que eu falei ali em cima).  Mesmo que elas tenham suas equivalências em outros idiomas, fica aquele apego. Faz sentido?

Outra coisa são os números. Por mais que eu saiba todos os números em inglês, quando preciso fazer um cálculo, eu vou sempre fazer em português. Parece que a cabeça funciona melhor (e mais rápida) se eu pensar nos números em português. Acho que já li em álgum lugar o motivo desse ~fenômeno~ mas esqueci qual é a explicação. Se alguém souber aí, compartilhe seus conhecimentos com essa cabecinha confusa aqui.

Quando vou assistir alguma coisa em outro idioma que preciso de legendas pra entender, só consigo se for com legendas em inglês. Além de ser mais fácil de achar, tem um fator esquisito que me deixa muito confusa se eu assistir as coisas com legenda em português. Se você também passa por isso, se manifeste, pra eu não me achar doida sozinha!

E não podia deixar de mencionar os sonhos.  Eu nunca tinha parado muito pra pensar nisso, até o dia que algumas pessoas começaram a me perguntar em qual idioma eu sonhava. Demorou um tempo pra cair minha ficha que, muitas vezes, eu não sei distinguir entre português e inglês quando eu estou sonhando. Pra mim é tudo uma coisa só. Percebi também que tudo depende da situação e de quem aparece no meu sonho. Já cheguei a sonhar em alemão uma vez, quando eu estava focada nos estudos e também em italiano. Mas vai saber qual idioma já apareceu nos meus sonhos e eu não lembro? De qualquer forma, quando me perguntam eu sempre respondo que eu sonho nos dois idiomas e que pra mim é uma coisa só, não sei diferenciar os dois nos meus sonhos. Mais alguém? haha

Acho muito fascinante observar essas particularidades quando tem mais de um idioma em jogo. Adoro ver casos de crianças bilingues, trilingues etc. Fico curiosa também pra saber o que mudaria pra mim, usando de fato mais de dois ou três idiomas no dia dia. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos…

//You Might Also Like

//20 Comments

  1. Clara Rocha

    abril 10, 2018 at 2:26 pm

    NOSSA ISSO SUPER ACONTECE COMIGO!!!!!!! meu tem monte de coisas que eu saio falando em coreano, expressões que eu fico pensando em coreano e tem até frases que eu falo e penso em coreano, porque né, amo demais essa língua pelo amor de deus! HAHAHHAHA e eu também sinto mó prazer em ver vídeos em inglês pra ver as particularidades de cada região, por exemplo amo ver os vídeos da zoella que é britânica, mas amo também ver os vídeos da Jenn In que é americana e amo os dois sotaques e as vezes penso nas expressões que elas falam. Esquisito né, não que eu seja fluente em inglês, mas tudo bem né!? HAHAHAHAHA mas isso super acontece com o coreano, eu super solto palavras em coreano! aigoo…

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:33 pm

      Ahhh que demais, Clara! Tu me lembro de uma época que eu tava aprendendo o básico de coreano, peguei um material pra criança.. e em dois dias eu aprendi a ler, mas obviamente sem saber o que significava as coisas. mas esqueci tudo! hahah Coreano é uma lingua bem interessante.
      E sobre sotaques.. eu adoro ficar vendo sotaques, aprendendo.. é muito legal mesmo! 🙂

  2. Larissa

    abril 10, 2018 at 2:37 pm

    Mesma coisa comigo na questão de coreano e japonês! Não sei falar, mas de tanto assistir, vezes ou outra solto expressões nos dois idiomas. Hoje mesmo sonhei em português, coreano e inglês. Idiomas são muito doidos. Queria eu ter tempo (talvez ser imortal) o suficiente para aprender todos os idiomas do planeta. Seria muito louco! lol

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:38 pm

      HAHAHa siiiiiiiim!! Seria incrivel poder aprender pelo menos uns 20 idiomas hahaha 🙂

  3. Katarina

    abril 10, 2018 at 4:20 pm

    Adorei o post, Taís! Eu falo muito pouco em inglês por aqui, mas já é o suficiente pra sentir um pouco disso. Tenho uma sensação doida que nunca vou conseguir me expressar em outro idioma da mesma forma que faço em português, por melhor que fale. O mesmo pra algumas expressões que solto em inglês porque não acho equivalente. A linguagem e a sua relação com a forma que nos expressamos e como vemos o mundo é uma coisa muito fascinante (temos um episódio do PODEntender sobre isso agendado). ♥

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:40 pm

      Sim, é muito fascinante mesmo, Kat.. adoro esses papos e observar essas coisas! *.*

  4. Natalia

    abril 11, 2018 at 4:21 am

    Que curioso essa coisa dos sonhos, nunca tinha parado para pensar nisso. Ainda não passei pela experiência de viver em dois idiomas por tanto tempo, deve ser uma mistura doida mesmo 🙂

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:48 pm

      Siiim, quando eu comecei a reparar nesse lance dos sonhos fiquei muito ‘wow’ haha

  5. Claudia Hi

    abril 11, 2018 at 11:52 am

    Ah que interessante Taís! Eu não cheguei a passar por isso. Queria muito um dia ter “saudade” do português. Deve ser gostoso voltar a falar sua língua depois de um tempo rs

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:52 pm

      Eu nunca pensei que um dia fosse passar por isso.. mas é um sentimento bom mesmo de falar português depois de um tempinho sem haha
      🙂

  6. Váh

    abril 11, 2018 at 7:56 pm

    Que louco parar pra pensar nessas coisas!!
    Eu estudo inglês, mas estou longe de ser fluente, porém já fico imaginando como minha cabeça vai funcionar quando eu estiver falando inglês, for pra outro país e tudo mais.
    Muito legal esse seu post, gostei de saber como sua cabeça funciona nesse sentido.
    E disso dos sonhos eu tinha tinha pensado hahaha, muito bom!

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:53 pm

      É muito interessante mesmo ver como nossa cabeça funciona quando estamos em conexão com mais de uma língua, né? 🙂

  7. Camila Faria

    abril 11, 2018 at 8:10 pm

    Nossa Taís, imagino a loucura que deve ser, isso de conviver com duas (ou mais) línguas. Mas acho super positivo, quanto mais a gente expande o nosso vocabulário (em todas as línguas), mais possibilidades de comunicação e experiências se tornam possíveis. Lindo isso!

    1. Taís

      abril 12, 2018 at 11:59 pm

      Super concordo, Cá.. eu também acho super positivo, por isso eu amo aprender línguas e estar exposta à novos idiomas. <3

  8. Ana Poli

    abril 13, 2018 at 2:32 pm

    Eu sinto exatamente o mesmo que você, Taís 😀 agora tenho o estoniano pra complicar ainda mais o meu cérebro, que já sofre pensando em português, espanhol e inglês haha! O que eu mais faço é soltar palavrao em espanhol, em português contar porque sou incapaz de usar números em inglês (hahaha) e as vezes uso palavras em estoniano por que nao me lembro como é em nenhum dos outros idiomas (dá pra entender isso?).
    Enquanto a sonhar, eu também já nem sei mais em que língua é, mas me lembro que quando eu morava no México eu sempre sonhava em espanhol, mesmo quando sonhava com pessoas e situaçoes que nao tinham nada a ver com o idioma… sei lá, deve ser por isso que sou doida :DD haha

  9. Laura Nolasco - A Menina da Janela

    abril 14, 2018 at 5:40 am

    Aaah, que post legal!
    Eu desde muito nova estudei inglês e agora faço faculdade de inglês, então 3 vezes por semana passo umas horinhas me comunicando só em inglês.. não chega nem perto de viver em um país que fala a língua, claro, mas já é suficiente pra me pegar tendo conversas imaginárias comigo mesma/com os outros em inglês, acostumar a não ler as legendas de filmes e series em inglês e fazer pesquisas no google sempre em inglês hahahhah
    Esse semestre peguei uma aula de italiano (tão lindo <3) e resolvi estudar um pouquinho de Francês por conta propria… talvez minha cabeça esteja dando nó? Só um pouquinho! Hahahahah
    Adorei o post mesmo,
    Beijos!

  10. Martha Schoen Dias

    abril 18, 2018 at 9:45 pm

    A parte de fazer contas em português faz super sentido pra mim. Mesmo existindo a falacia de que “matemática é universal”, não é bem assim que funciona na pratica kkkk.

  11. Dayane

    abril 19, 2018 at 2:15 am

    Eu não sou bilíngue (acho lindo e é uma meta aprendê-lo) mas já me questionei quanto a isso, se fica difícil ou se acabamos esquecendo algo da nossa língua, confundindo ou até mesmo trocando rs. Legal você compartilhar essa sua experiência! Amei o post e de conhecer uma blogueira brasileira na Irlanda. Visitarei mais vezes! Bjs 😉

  12. Diovana Vargas

    abril 19, 2018 at 7:24 pm

    Que incrível, me identifiquei bastante, apesar de não morar fora do país em que nasci, estou em processo de aprendizagem, não sou fluente em inglês, mas tô chegando lá, muitas palavras só consigo expressar em inglês, outras só em português é muito doido. Agora que estou tentando aprender espanhõl também, percebo o quanto tento colocar ele no meu cotidiano e o quanto analiso as diferenças das línguas. Sou apaixonada por linguagem, se pudesse falava muitas hahahah <3

    Nunca reparei se já sonhei no idioma inglês. Vou tentar observar, muito interessante!

    Beijos

  13. Ana Jähne

    abril 24, 2018 at 9:54 pm

    taís do céu! números! eu näo consigo fazer conta em alemäo. achei que o problema era dos alemäes (e dos números invertidos). mas pelo visto o problema é a cabeça dos expatriados mesmo.

    também desapeguei das legendas em português. (principalmente se tô vendo alguma coisa em inglês. meu inglês näo é assim täo supimpa pra ver sem legenda, mas também näo é assim täo ruim que dê pra ignorar o quu escuto. entäo ouvir uma coisa e ler outra me deixa doida)

//Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.