[6 on 6] Reilig

Olá dia 6, você já chegou por aqui?
O tema para o terceiro mês do projeto este ano é… cemitérios! Isso mesmo, só porque somos todas góticas suaves.
Brincadeiras a parte, tirando toda aquela coisa  ~sombria~ ou não muito boa que a maioria das pessoas pensam ao lembrar de cemitério, é um lugar muito bonito pra se visitar, principalmente se você está na Irlanda. Não sei explicar muito bem, mas os cemitérios aqui me fazem ter um sentimento diferente comparando com os cemitérios no Brasil, lá eu sempre  me sentia muito mal. Mas aqui é diferente, apesar do sentimento de tristeza, é tão lindo ver aquele monte de Cruz Celta que eu adoro e os cemitérios acabam virando atração turística também, já que carregam tanta história, além de serem muito bonitos.
Como eu não tive muito tempo de ir fotografar o Glasnevin, o cemitério mais importante da Irlanda que fica aqui em Dublin, peguei fotos dos arquivos que eu nunca postei, tiradas todas com o celular. Esse é o cemitério que fica nas ruinas de Monasterboice, um antigo mosteiro localizado ao norte de Drogheda. O lugar é muito bonito, lembro que umas pessoas não se sentiram lá muito empolgadas para conhecer um cemitério e a pessoa aqui toda de olhos brilhando vendo toda a lindeza e os detalhes dessas cruzes.
Acontece que essas cruzes são bem famosas, se eu não me engano uma delas é a mais alta da Irlanda e é um trabalho incrível, com certeza uma das mais lindas obras celtas em pedra. Neste link aqui dá pra ver uma foto aérea do local, uma das torres redondas mais altas da Irlanda também fica ali, é muito comum essas torres aqui, você sempre encontra em mosteiros e igrejas, elas eram usadas para observar quando os vikings estavam chegando e também serviam de abrigo para se protegerem dessas invasões.

 

Outros cemitérios pelo mundo:
Lolla (Inglaterra) – Alê (Ucrânia) – Paula (Holanda) – Sarah (Noruega) – Rita (Portugal)
Ps: mais posts sobre a Irlanda no blog agora em março, aproveitando que é o mês do St. Patrick’s day. 

Comments

  1. Eu me sinto muito mal nos cemitérios aqui de SP. Muito mesmo. O único cemitério que consigo ir sem me sentir assim, é um que fica em Santana do Parnaíba, ele não tem cruzes, lápides expostas nem nada. Ele fica bem no alto, é todo com gramado, árvores… meus avós estão lá, e ele deixa até uma sensação de paz, sabe? Por parecer um grande parque e não um cemitério, rs.

    Mas enfim, essas cruzes celtas são perfeitas! Imagina o trabalho pra esculpir essas pedras enormes e pesadas, haha. Certamente iria visitar esse cemitério, mas confesso que gostei mais do da Islândia, 🙂 Adorei as fotos, Ta! :*

  2. Isso me lembra uma viagem que fiz com minha família pra Ouro Preto. Não sei se você já foi pra lá, mas a cidade é linda e totalmente "fotografável" e a minha mãe ficou aloka tirando fotos de tudo quanto há. Só que diferente de mim, que fotografo paisagem e arquitetura, minha mãe quer os filhos dela nas fotos. Então lá fomos eu e meus irmãos posar na frente de um… cemitério! HAHA, meu pai só fingia que não nos conhecia. XD

    Mas é claro que o cemitério de Ouro Preto e os cemitérios da Irlanda são bem diferentes! Lá eu sentia quase uma tensão, era meio fantasmagórico se for pensar bem, enquanto nas suas fotos não parece que seja um lugar de morte. As cruzes celtas são lindas, e todo esse verde dá a sensação de estar em outra época e me lembrou Outlander (apesar de que Outlander é na Escócia, ahaha).

    =**

  3. Tenho medo!!! Nao do cemiterio em si… mas da morte.
    Nao sei explicar…sempre que penso em morte junto com o seu real significado eu sinto uma vontade louca de chorar!!!

  4. ai, não consigo gostar de cemitério de jeito nenhum, não importa o lugar. acho que eu tenho uma espécie de trauma, sei lá, porque minha tia mora desde que eu me entendo por gente, perto de um cemitério. quando eu era criança e tinha que ir andando para a casa, tinha que passar pelo cemitério :~ e é cemitério de cidade do interior, que é mais bizarro ainda. eu e minhas primas sempre saíamos correndo morrendo de medo hahahaha mas hoje em dia nem é medo, é só uma sensação ruim que fica no peito mesmo… vai entender né.
    mas não posso deixar de dizer que essas cruzes são bem bonitas mesmo
    beijão

  5. Que saudades do seu blog, Taís! Tempo para visitar blogs, cadê você? hahahaha!
    Eu não me sinto bem em cemitérios que tenham estátuas de figuras de anjos… isso me dá muito medo, sério hahahaha! Em cemitérios daqueles que só tem a placa no chão eu não ligo, e nesse daí eu também não me senti mal ao olhar as fotos, por ser só cruzes, inscrições em placas de pedra e tudo mais, achei muito bonito!

  6. Essas cruzes são realmente muito lindas, Taís! Ai, eu curto cemitérios, eles me transmitem tranquilidade. Mas eu entendo as pessoas que não gostam até porque rola muita energia e tem gente que se abala um pouco. Adorei a escolha do tema. Beijão!

  7. Lindo Taís! Especialmente porque fica num ambiente super verde (ao contrários dos cemitérios de pedra e cimento por aqui). Um cemitério num lugar assim tão bonito até muda a relação das pessoas com a perda e com a morte…

  8. Que cemitério perfeito demais ♡
    eu sou totalmente apaixonada pela Irlanda , meu sonho é fazer uma viagem pra ilha esmeralda.seria inesquecível ♡

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Instagram @nyrdagur

© 2018 Nýr Dagur · by MinimaDesign