¡Hola España!

Quando eu pretendo manter uma sequência boa de atualizações e não deixar o blog muito desatualizado, vem uma viagem inesperada pra me deixar sumida. Soube mais ou menos uma semana antes da data da viagem que estaria indo para Espanha, em um casamento, pra deixar tudo mais corrido ainda. Procurar vestido, sapato, roupas de verão etc..
Fazia tempo que não sentia aquele calorzão, saímos de Dublin com uma temperatura por volta dos 10 graus e chegamos na Espanha na casa dos 20, que  depois ficou 26 e me fez queimar logo no primeiro dia. Confesso que foi bom dar uma pausa nesse tempo frio e tostar um pouco no sol, mas durante a noite fazia uns 15 e tinha que colocar um casaquinho, foi bom!
Fui para Nerja, na província de Málaga (sul da Espanha). É uma cidade bem bonitinha e pequena, banhada pelo mar Mediterrâneo. Lá fica bem perto do Marrocos, se eu não me engano dá pra ir de barco por uns 20 euros, mas não tenho muita certeza. Como o principal motivo da viagem foi o tal casamento, fiquei mais acompanhando os eventos que ocorreriam: almoço aqui, encontro para bebidas ali, mais uma confraternização aqui, mais outra festa….etc. E eu sou uma jovem em corpo de idosa que não aguenta acompanhar tantas festas assim, fiquei cansada mesmo. E os irlandeses com o dobro da minha idade aguentavam bem mais que eu. Mas enfim, deu pra aproveitar um pouquinho e fotografar aquele mar incrível.
E não tão longe de Nerja (1h 20m – mais ou menos), fica a cidade de Granada, queria muito ter ido lá conhecer. Mas tenho fé que voltarei novamente para o Reino da Espanha e conhecerei mais um tantinho de lá, afinal, Barcelona me espera. hihi
Meu espanhol estava bem enferrujado, desde o Mochilão pela América do Sul eu não tinha uma conversa no idioma, tive uma aqui e outra ali, mas esse tempo foi o suficiente pra eu esquecer muita coisa. O meu maior problema é que meu cérebro se acostumou de uma tal forma com o inglês, claro que não é problema, mas acaba me atrapalhando no espanhol, eu entendo, mas na hora de formular a resposta, só vem o inglês. Acho que é mais falta de praticar mesmo, já que aqui não uso espanhol pra nada. E também tem o fato de que eu aprendi o espanhol da América do Sul e o espanhol da Espanha tem suas diferenças, eles me entendiam, mas não perdiam a oportunidade de dizer ‘aqui se fala assim’. Mas foi uma delícia escutar espanhol de novo e ser a única do grupo que entendia o que o povo tava falando a nossa volta, hihi, foi engraçado, acabei virando tradutora pra tudo.
Ainda estou organizando as fotos, mas logo já venho mostrar pra vocês a adorável cidade de Nerja e o incrível Mediterrâneo.

Comments

  1. Taís, mulher! Huahua, ainda não tinha visto foto do seu cabelo! Ficou lindo assim, mais curto! Sempre achei teu cabelo uma coisa linda, longo ou curto fica tudo de ótimo! Ahh, e eu não gosto da língua espanhola, huahua. Acho que isso é culpa de uma professora de espanhol que tive no ensino médio que simplesmente me fez odiar a língua e suas regrinhas. Quem sabe se eu encontrar um professor decente eu consiga me adaptar e aprender o idioma certinho, mas aquela professora me deixou bem traumatizada. Por isso que "pulei" o espanhol, digamos assim. E apesar de ter probleminhas com a língua, quero muito conhecer a Espanha e sua arquitetura, eles tem coisas incríveis, tipo a Catedral de Santiago de Compostela e a Sagrada Família do Gaudí. Beijo!

  2. Olá! Nossa, sentir calor com 26 graus me faz inveja… Pleno outono aqui no Brasil e, bom, você deve saber como é.
    Achei seu blog no Rotaroots, muito bom! Parabéns 🙂

  3. amando esse mar, amando tua viagem, amannndo viajar com voc! hahaha to achando lindo como ta ficando sua ex-ruivisse heein hhahahaha <3

    beeeeijos!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Instagram @nyrdagur

© 2018 Nýr Dagur · by MinimaDesign