Machu Picchu

Dia 18 de janeiro de 2012, o grande dia tinha chegado e eu estava muito ansiosa. Achamos fácil o local da saída dos ônibus, foi tudo tranquilo até chegar lá e uma subida que não acabava nunca.
Já tinha um pouco de fila, entramos e ficamos maravilhados…. Que lugar surreal!!! Demorou um pouco pra cair a ficha e entender que estávamos em um dos destinos mais sensacionais do mundo.
Quero muito voltar e poder fazer a famosa Trilha Inca, não tivemos coragem de encara-la dessa vez.

O bom de chegar cedo é para aproveitar o local sem aqueles milhares de turistas, fotografamos um pouco antes de ir encarar a montanha Wayna Picchu.

Wayna Picchu ao fundo nos esperando! hahaha
_mg_6605 _mg_6613 _mg_6614mochilao-734Para subir a montanha Wayna Picchu, você precisa reservar sua entrada antes. Isso você resolve quando está acertando o pacote para Machu Picchu, nós tivemos que esperar dois dias para ter vagas. Há um limite de pessoas por dia, se não me engano são de 400 pessoas divididas em dois turnos, às 07h e às 10h. Quando o limite de 400 não está fechado, acredito que eles deixam subir reservando ali na hora.
Antes de subir você assina um livro de controle com teu nome e passaporte, por motivos de segurança (todo mundo que sobe, tem que descer!), durante a subida você percebe que é muito fácil morrer ali, sério! hahaha

Eu recomendo que todo mundo (menos os com problemas cardíacos, é claro) reserve e que deixe o sedentarismo de lado, vale muito a pena todo o esforço! É uma caminhada de 1 hora de subida até o topo. Várias vezes eu parava e pensava que não iria conseguir, pensei que morreria ali mesmo por falta de ar!

Não parece tão longe assim, né? haha
_mg_6624 _mg_6630 _mg_6627

No começo estávamos em um ritmo bom, mas chega uma hora que é impossível não parar várias vezes. Em alguns trechos os degraus são bem inclinados e é preciso força na perna!!! Na nossa frente tinham duas senhoras que subiram melhor que a gente, quando chegamos no topo elas já estavam descendo.

É muito gratificante quando você chega no topo, chega de alma lavada. A energia do lugar é inexplicável, faz a gente esquecer de tudo. É um desperdício ir até lá e não encarar esse desafio, é de tirar o fôlego em todos os sentidos… Não tenho palavras para descrever a sensação de ter conseguido subir e me deparar com uma vista incrível. É um momento de reflexão para a vida, o caminho pode ser difícil, cheio de obstáculos, você tem vontade de desistir… mas, quando chega no destino final e vê a recompensa, você pensa ‘valeu a pena… faria tudo de novo’…

Sem mais delongas, as fotos vão falar melhor que as palavras!!
_mg_6636 _mg_6641 _mg_6644 _mg_6649 _mg_6650mochilao-759 mochilao-750 mochilao-747

_mg_6666_mg_6688img_2865_mg_6679_mg_6701 _mg_6670A descida foi outro sufoco, as pernas já estão cansadas e você tem que redobrar a atenção, se não você desce rolaaaaaando! Tivemos muita sorte em pegar um dia tão lindo assim, eu fiquei com o rosto mega vermelho.. Sol muito forte!

Depois saímos e fomos descansar, comer etc..
Marcamos de encontrar o guia nas catracas de entrada, mas estávamos tão tão tão cansados que dispensamos o tour guiado.
Quando a nossa disposição resolveu aparecer, andamos um pouco mais pela cidade de Machu Picchu.
_mg_6709 _mg_6714 _mg_6742 _mg_6747 _mg_6749 _mg_6753 _mg_6760
Ache a lhama na foto!
_mg_6782 _mg_6784 _mg_6789Até hoje não se sabe o que realmente foi a cidade de Machu Picchu, se serviu como um centro de administração pelo povo Inca ou se simplesmente já estava ali antes de descobrirem a América. Eu poderia escrever aqui várias histórias sobre esse incrível lugar, meu conselho para quem tiver curiosidade em saber mais coisas, é buscar em livros ou até mesmo aqui na internet. É muito interessante toda a história, mistério e o misticismo que envolve um lugar tão fantástico. A energia do lugar é muito boa e a sensação de estar lá é indescritível, você fica imaginando como era tudo aquilo antes, como foi construído cada pedacinho…

Um prato cheio pra quem gosta de história, aventura, natureza e sentir as coisas boas da vida…

Uma coisa muito interessante é a filosofia inca sobre os 3 mundos, representados por 3 animais.
O condor, no ar, representa a habilidade (já que poder voar); o puma, na terra, simboliza a força; e a serpente, abaixo na terra, simboliza  a inteligência (de quem não se deixa ser apanhando).

Pelas fotos, soltem a imaginação e tentem imaginar isto:
“Tente imaginar a montanha, ao centro, com o formato de um puma descansado; à esquerda, o morro menor seria o condor, em posição de abrir as asas; à direita, mais abaixo, o contorno do rio seria a serpente”.
img_2886

Na saída você pode carimbar teu passaporte, uma recordação e tanto!!!! (meu carimbo de 100 anos do Machu Picchu)
img_3017

Cansada, morrendo de dores nas pernas, sono e etc… E FELIZ, muito feliz por ter realizado um sonho.
_mg_6833

Comments

  1. Lindo lindo lindo lindo!
    Saudade que me dá desse lugar! Quando fui, não subi o Wyana.. mas, fiz a trilha! ^^
    Também pensei vááárias vezes durante a trilha, que dava pra morrer fácil fácil por alí! 😛

    ;*

  2. Nossinhora, que lugar íncrivel! Eu queeeeeeeroooo! Fotos lindas, já falei que a cor do seu cabelo é perfeita? haha Sempre me interessei por civilizações antigas, deve ser mesmo uma viagem e tanto ((:

  3. Um dos meus sonhos é ir pra lá *-* Além de uma beleza fora do normal, o lugar também tem uma história incrível. Conheço pessoas que já viajaram pra lá e falaram que é uma coisa maravilhosa de se ver. Confesso que eu ficaria com um pouco de medo de subir, porque o pior não deve ser subir, mas sim, descer, hahaha. Amei muito suas fotos e fico feliz por você!

    Beijos
    Coisas Fúteis

  4. Gente, QUE LINDO! Fiquei com mais vontade de viajar pela américa do sul <3 Deve ser uma experiência única e indescritível, definitivamente 🙂

    :*

  5. Nossa, que fotos de tirar o fôlego! Essas em que você aparece na beiradinha das pedras, com aquela imensidão abaixo.. coragem, hein!! Machu Picchu com certeza está entre os três próximos destinos internacionais que pretendo conhecer (como tenho filho pequeno talvez não seja o próximo, mas espero conhecer em breve!). É uma paisagem surreal! Penso que preciso estar com um preparo físico melhor para ir e não sofrer tanto para subir, ainda mais com o ar mais rarefeito. Não sei se faria as trilhas, pois não tenho prática e parece ser bem perigoso.. se a pessoa pegar um tempo ruim lascou, né? rsrs Sorte que estava lindo mesmo o dia quando você foi! (ahhh e as lhamas são muito simpáticas e fofas <3 ) bjinhos!

Trackbacks

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Instagram @nyrdagur

© 2018 Nýr Dagur · by MinimaDesign