Meu primeiro inverno na Polônia

Estamos aos poucos entrando no outono (e logo já é inverno de novo) e eu ainda não tinha vindo aqui falar sobre meu primeiro inverno em terras polonesas. Meu estilo de slow blogging está bem slow mesmo 😛

Mesmo que bem atrasado, quis escrever e deixar registrado aqui as fotos dessa época. Foi um tanto mágico e diferente pra mim, eu nunca morei em um lugar que tivesse um inverno desse jeito. Um dos motivos que me animava vir pra Polônia era exatamente esse, lidar com neve e temperaturas bem baixas. Na Irlanda neva um pouco nas montanhas e em uma situação chegou a nevar e acumular neve na cidade. Mas no geral, apesar do frio, quase não tem neve e se tem ela não chega a acumular.

A Polônia tem realmente as quatro estações. Aos poucos foi esfriando pra valer quando o outono acabou e já no começo de dezembro fomos presenteados com neve. Essa neve acumulou um pouco e foi minha alegria do momento. Me motivou a sair de casa e ir ao lago perto de casa fotografar. Esse lago é um dos meus cantinhos preferidos por aqui e ficou ainda mais lindo no inverno – e tive o prazer de encontrar uma familia de javalis selvagens. Depois derreteu tudo, mas os dias congelantes ficaram. O começo de 2021 foi bem frio com temperaturas abaixo de zero e com previsão de ficar mais frio ainda.

Janeiro foi bem frio por aqui, tivemos semanas de nevar praticamente todos os dias. Os lagos da região congelaram e chegou a fazer -17 na cidade onde eu moro à noite e pela manhã. Eu me agasalhava toda e era super gostoso aproveitar um dia de neve e frio intenso na natureza. Muito chá quentinho e cobertas depois. Foi um inverno muito lindo e que sinceramente, eu fiquei choramingando um pouco quando a primavera chegou. Pelo que me falaram, fazia tempo que não chegava acumular tanta neve assim em Poznań. Dei sorte do meu primeiro inverno polonês ter sido assim. Com dias bem frios, muita neve e dias bonitos de sol.

Não vou economizar nas fotos, eu realmente me empolguei com esse clima.

Queria muito ter ido pro sul do país e ter visto as montanhas de Tatra com aquele nível absurdo de neve. Mas, consegui ir duas vezes fazer trilha nas montanhas Sudety e foi maravilhoso ver essas paisagens. Essa cadeia de montanha é mais baixa, mas fica mais próxima de onde eu moro. Fica bem na fronteira com a República Tcheca e caminhando no lado polonês da montanha você acaba cruzando com as trilhas do outro lado. Acho que já falei por aqui que acho muito doido fazer trilha entre fronteiras. Você tá la num país e uns passos depois já tá em outro. Fazer trilha com neve deixa o caminho mais difícil, mas que presente para os olhos ver as belezas da natureza dessa forma.

Foi realmente um inverno muito especial.

Não podia deixar de mencionar que descobri que meu gato também ama uma neve. Siggi ficava doidinho pra sair vendo a neve da janela. Tivemos nossos passeios pelo jardim e pela floresta. Alegria pra mim e pra ele, que parava pra lamber a neve, dar corridinhas e pular como uma raposa.

Depois de fevereiro a neve diminui e derretia mais rápido conforme as temperaturas iam subindo. Chegou a nevar até a primeira semana de abril. Não sei se esse próximo inverno será do mesmo jeito, talvez com menos neve, veremos! Só sei que esse inverno que passou com seus lindos dias congelantes ficará na memória <3

Comments

  1. UAU, que coisa linda Taís! Eu nunca passei um frio TÃO frio assim, essa sensação congelante. Aqui no Rio a gente só tem duas estações: chuva intensa e calor, então… E não acredito que o Siggi gosta de passear na neve, que coisa mais fofa! Apaixonada. <3

  2. Aaahhh, o primeiro inverno é sempre mais especial. Tudo novidade e vc mora numa região que fica bem linda. Eu amava que na Ucrânia as estações eram bem marcadinhas, provavelmente bem parecido com a Polônia. É fato que no final do inverno já tá todo mundo de saco cheio e rezando pra primavera chegar logo hahahaha. Não posso sair daqui sem comentar sobre o Siggi se divertind na neve. Que coisa mais fooooofaaaa! <3

  3. Aww eu tô quase chorando aqui. Quantas fotos maravilhosas Taís! E fiquei muito feliz que você não economizou nas fotos. Gente como a neve é linda. E pensar que aqui no Brasil tá um calorão buááá!

    E não é por nada não, mas acho que o Siggi combina muito com neve rs Olha que fofura! Awww ♥

  4. Aaah que delicia de fotos! Aliás, parabéns pela lojinha! Boa sorte!
    5 anos na Finlândia e não canso da neve. Canso da escuridão, mas não da neve ehe.
    As fotos me lembraram do meu primeiro inverno que tirei tantas fotos pelas trilhas de Tampere. Agora que estou em Helsinki é muito mais cidade que natureza D:

    Quero visitar a Polônia em um futuro próximo para conhecer as raízes do meu namorado. A avó dele é polonesa + suéca :3
    O que esperar do inverno 2021/2022?

  5. Apaixonada por esse inverno intenso. E adorei saber que você se mudou pra polônia. Faz um tempinho que não passo por aqui e vc ainda estava morando na irlanda, e lembro que você sempre falava sobre a polônia.

    Como está a nova moradia? Já se adaptaram?

    Beijos

  6. Oi Taís, tudo bem?
    Amo ver suas postagens e as fotos que você compartilha. Eu tenho um carinho enorme pela Polônia. Morro de vontade de conhecer esse lugar. E que lugar lindo. Seu gatinho na neve ficou a coisa mais linda do universo. Pode contar pra gente como são as estações, vou amar ler a respeito.
    bjus
    AVA

  7. Nossa o lugar já é lindo demais por si só, mas com a neve branquinha e fofa cobrindo tudo parece que ficou mais especial ainda!
    Um dia quero realizar o sonho de ver essa neve toda pessoalmente pela primeira vez, e não só por fotos ou filmes. Mesmo com o frio todo, acho que ainda vale a experiência.
    E morriii com o gatinho super curtindo a neve, hahaha coisinha mais fofa!

    Beijos,
    Livro de Memórias

Leave a Reply to Camila Faria Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

© 2021 Nýr Dagur · by MinimaDesign